Autocontrole emocional, um dos valores mais apreciados

    Autocontrole emocional, um dos valores mais apreciados

    O limitação é um dos valores mais apreciados. Normalmente
    nós aplaudimos pessoas que sabem como se disciplinar e podem controlar seus próprios
    pulsos. Na verdade, muitos dos slogans ao nosso redor est√£o relacionados ao autocontrole:
    "Apenas diga não" ou "apenas faça". Mas ... é realmente possível
    que o autocontrole pode se tornar um obstáculo ao invés de uma fonte
    de felicidade?

    A esse respeito, os psicólogos Evan P. Apfelbaum e Samuel
    R. Sommers, especula que muito autocontrole pode ser negativo e que
    desistir nem sempre teria consequências terríveis. Mas como todos
    as hipóteses é necessário passar à prova prática para prová-lo, e assim,
    ambos os psicólogos se propuseram a explorar a virtude do autocontrole
    nas rela√ß√Ķes interpessoais. Esses especialistas pensaram que em v√°rias ocasi√Ķes
    as pessoas se importavam demais (às vezes exageradamente) para não
    usar palavras erradas em relação à cor da pele dentro de um
    grupo interracial. Portanto, esse excesso de limitação isso causaria muito
    mal-estar que acabaria sendo interpretado como uma forma de desonestidade e
    Preconceito racial. Para provar esta teoria, psicólogos exploraram
    deliberadamente, o poder mental dos volunt√°rios do experimento. Gostar?
    Basta colocar cada pessoa na frente de uma série de exercícios
    mental t√£o pesado que suas reservas cognitivas estavam temporariamente
    fora de uso. Neste ponto, uma vez que o estado mental do
    o voluntariado não era bom, os pesquisadores os confrontaram com uma situação social
    em que um certo nível de tensão racial era evidente. Outro
    grupo teve que enfrentar a mesma situação, mas ao contrário do primeiro grupo,
    ele não fez nenhum tipo de exercício antes do ensaio, o que significava
    que estavam em uma condição mental ideal para exercer o autocontrole. No total,
    Participaram do experimento 82 jovens com idade média entre 18 e 23 anos
    anos. Mas ... qual foi a situação que eles tiveram que enfrentar?
    Cada pessoa tinha que ficar sozinha em uma sala, onde mais tarde entrou
    uma pessoa negra, que perguntou a eles se eles se permitiriam ser feitos
    entrevista sobre como a universidade deveria garantir o
    diversidade racial. Bem, talvez a quest√£o n√£o esteja relacionada ao autocontrole
    mas é uma manobra, já que o entrevistador perguntou aos participantes que
    compartilharam suas idéias sobre o assunto. Em seguida, cada participante teve que avaliar a experiência
    em relação a certos indicadores, tais como: o grau de conforto, la noia ou prazer,
    eles experimentaram durante a entrevista. Além disso, cada um dos entrevistadores
    ele também teve que dar sua opinião sobre o entrevistado pagando
    preste atenção em quão cauteloso eles o perceberam ou se encontraram algum preconceito
    racial. Os resultados foram surpreendentes. As pessoas que eram
    mentalmente cansado (e, portanto, com recursos cognitivos prejudicados para
    exercitar o autocontrole adequado) sentiu mais prazer durante a entrevista
    uma vez que deram respostas mais espont√Ęneas. Al√©m disso, os entrevistadores
    descobriram que essas pessoas eram mais autênticas e diretas, menos inibidas e
    com menos preconceito, sendo muito mais simp√°tico que o grupo de pessoas
    quem exerceu autocontrole. Assim, quando os entrevistadores os "impediram" de
    exercitar o nível de autocontrole a que estavam acostumados, relacionamentos
    melhorias sociais e foram percebidos como mais satisfatórios. Infelizmente, o autocontrole nos marcou assim
    profundamente que é um verdadeiro alívio nos deixar levar por sentimentos e agir
    de uma forma mais natural e desinibida.
    Adicione um coment√°rio do Autocontrole emocional, um dos valores mais apreciados
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.