close
    search Buscar

    5 truques para se conectar com as pessoas que você acabou de conhecer

    Quem sou
    Robert Maurer
    @robertmaurer
    FONTES CONSULTADAS:

    wikipedia.org

    Comentários sobre o item:

    aviso de conteúdo

    Às vezes é difícil se conectar com alguém, especialmente quando se trata de alguém que você acabou de conhecer. No entanto, muito do sucesso que você terá na vida dependerá de suas habilidades de comunicação e de se conectar com outras pessoas. Na verdade, "a maneira como nos comunicamos com os outros e com nós mesmos determina a qualidade de nossa vida", disse Anthony Robbins.

    Como se conectar com alguém?

    1. O cérebro captura e processa os sinais sutis de comunicação

    “O mais importante na comunicação é ouvir o que não está sendo dito”, disse o filósofo Peter Drucker. Enquanto você fala, seu subconsciente fica alerta para verificar se seu interlocutor está interessado em sua fala ou não. É uma espécie de mecanismo de defesa para evitar o constrangimento. Seu cérebro toma nota de tudo, desde a linguagem corporal até os gestos e palavras da outra pessoa.



    Portanto, para se conectar com alguém, é fundamental que você cuide da sua linguagem corporal. Não desvie o olhar por mais de alguns segundos, porque o cérebro dele vai captar esse detalhe e presumir que você não está interessado na conversa, cortando qualquer conexão possível. Ao contrário, prestar atenção fará a outra pessoa se sentir importante e aumentará a confiança.

    Pequenos detalhes, como inclinar-se ligeiramente para a frente ao sentar-se, acenar com a cabeça quando concorda com o que ele diz ou manter os braços relaxados, nunca cruzados na altura do peito, enviarão ao seu interlocutor o sinal de que deseja sintonizar. 

    1. Não deixe a conversa girar em torno de você

    Se você acabou de conhecer alguém e ele começa a falar, não o interrompa. Alguns acreditam que contar a história e relacioná-la com sua própria experiência é uma boa estratégia para facilitar a conexão emocional. É verdade, mas é necessário aplicar essa estratégia com moderação, porque se você exagerar pode se tornar muito frustrante ao quebrar qualquer conexão. Lembre-se das palavras de Jedd Daly: "Dois monólogos não fazem um diálogo".



    Você não pode gerar confiança em alguém se essa pessoa sentir que, toda vez que ela começar a falar, você intervirá. Você não só interromperá o discurso dele, mas também o fluxo emocional da conversa. É ainda pior se você tentar falar de si o tempo todo, pois daria a impressão de ser uma pessoa egocêntrica que não se importa com seu interlocutor.

    1. Cuidado com os comentários genéricos

    Mark Twain disse que "podemos descobrir o caráter de um homem pelos adjetivos que ele costuma usar em suas conversas". Nesse sentido, abusar de comentários genéricos é uma das maneiras mais diretas de dizer à outra pessoa que você não está interessado no discurso dela. Qualquer monossílabo pode se tornar um comentário genérico, como "sim", "grande" ou "interessante".

    Essas palavras costumam ser usadas para fingir que estamos ouvindo e podem se tornar bastante óbvias e irritantes. Todos nós os usamos em certas circunstâncias, mas se quisermos nos conectar com uma pessoa, simplesmente temos que praticar a escuta ativa, o que envolve estar totalmente presente.

    1. Não finja que sabe tudo

    Quando falamos com outras pessoas, especialmente estranhos, queremos causar uma boa primeira impressão, por isso utilizamos nosso conhecimento. O problema é que, ao fazer isso, nossa atitude pode ser considerada violência psicológica.

    É muito melhor ser autêntico, falar sobre o que sabemos e reconhecer o que não sabemos. A ansiedade de causar uma boa impressão costuma ter o efeito oposto. Além disso, reconhecer o que você não sabe é sinônimo de humildade. Foi demonstrado que pessoas que cometem pequenos erros tendem a ser mais simpáticas do que aquelas que se dão o ar de saber de tudo.


    1. Imite os movimentos do seu interlocutor

    Quando nos conectamos emocionalmente com alguém, sem perceber, sincronizamos nossos movimentos. O importante é que nos sentimos tão ligados à fala que também imitamos seus movimentos.


    Portanto, um truque simples para entrar em sintonia mais rápida com seu interlocutor é imitar alguns de seus movimentos, para facilitar a sincronização emocional. Preste atenção aos movimentos do corpo dela e reproduza-os suavemente.

    • 41-
    Adicione um comentário do 5 truques para se conectar com as pessoas que você acabou de conhecer
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.