Como se desculpar de forma eficaz

Quem sou
Joe Dispenza
@joedispenza
FONTES CONSULTADAS:

wikipedia.org

Seja uma pessoa que tenta desculpar-se com seu parceiro por ter tido um comportamento inadequado ou uma multinacional se desculpando por causar poluição ambiental, é certo que o mecanismo subjacente é sempre o mesmo. De qualquer forma, a psicologia está curiosa sobre isso e tenta determinar qual é a maneira mais eficaz de fazer um pedido de desculpas.

Os pesquisadores Ryan Fehr e Michele Gelfand, da Universidade de Maryland, tentaram explorar completamente os aspectos psicol√≥gicos por tr√°s do mecanismo de desculpas. Dessa forma, eles descobriram que existem principalmente tr√™s tipos diferentes de formas de desculpas e que seu impacto varia muito, dependendo do car√°ter da v√≠tima. As tr√™s maneiras mais comuns de se desculpar seriam: - Remunera√ß√£o: aquele em que as pessoas colocam uma forma de remediar antes de seu comportamento errado, por exemplo: ‚ÄúMe desculpe quebrei sua janela, vou pagar pelo conserto‚ÄĚ. - Emp√°tico: aquele onde quem errou se coloca no lugar do outro, fazendo com que ele entenda que entende o que est√° sentindo, por exemplo: ‚ÄúLamento muito ter machucado voc√™ com o que eu disse, entendo que a partir de agora vai ser dif√≠cil para voc√™ confiar em mim ‚ÄĚ. - Reconhecimento de viola√ß√£o das regras: neste caso, as pessoas simplesmente reconhecem que violaram certas regras (impl√≠citas ou expl√≠citas), tais como: "Eu quebrei o juramento hipocr√°tico de n√£o causar dano". Os pesquisadores consideram que a efic√°cia das diferentes formas de desculpas depende de como se considera a pessoa que sofreu o dano. Para testar essa hip√≥tese, os pesquisadores avaliaram o conceito de self que 175 alunos diferentes t√™m e, em seguida, pediram-lhes que avaliassem as diferentes formas de se desculpar. Um estudo subsequente avaliou a considera√ß√£o pessoal de 171 alunos adicionais e sua capacidade de perdoar em uma situa√ß√£o fict√≠cia em que diferentes formas de desculpas foram oferecidas, al√©m de cair acidentalmente e quebrar um laptop. A partir desses dois experimentos, os pesquisadores descobriram que as pessoas que preferiam desculpas compensat√≥rias tendiam a ser mais individualistas; por outro lado, aqueles que consideravam as desculpas emp√°ticas mais eficazes tendiam a se ver da mesma forma que eram vistos pelos outros, enquanto os alunos que consideravam desculpas em que reconheciam a viola√ß√£o das normas vigentes tendiam a se autoavaliar como uma engrenagem que fa√ßa parte da comunidade, colocando os interesses do grupo acima dos seus. Desse modo, a mensagem que os pesquisadores deixam √© que, muito al√©m do que cada pessoa pode preferir sobre a forma do pedido de desculpas, para que o pedido de desculpas seja eficaz, √© necess√°rio considerar as caracter√≠sticas peculiares do acidentado. Claro, como nem sempre √© poss√≠vel saber em detalhes o car√°ter da v√≠tima, os pesquisadores antecipam que desculpas detalhadas que incluem tanto o plano emocional quanto a ideia de compensa√ß√£o s√£o geralmente as mais eficazes. Por√©m, Fehr e Gelfand reconhecem que seu trabalho tem limites j√° que o cen√°rio utilizado era fict√≠cio, e no futuro se prop√Ķem a refazer o experimento em um contexto real. Pessoalmente, considero que al√©m da teoria e das rela√ß√Ķes que existem entre a concep√ß√£o de si e a forma de se desculpar, o que √© realmente importante √© reconhecer que cometemos um erro e que o lamentamos sinceramente, procurando nos certificar de que o nosso desconforto ao acidentado e a busca de uma solu√ß√£o que seja ideal para ambos.



Adicione um coment√°rio do Como se desculpar de forma eficaz
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.