Ler em voz alta ou silenciosamente?

Ler em voz alta ou silenciosamente?

Ler em voz alta ou silenciosamente?

Última atualização: 24 março 2022

Qual forma de estudo √© mais f√°cil para voc√™? Muitas pessoas estudam em sil√™ncio, outras preferem ler em voz alta. Se voc√™ est√° entre os √ļltimos, provavelmente depois de ler ou aprender os conceitos, voc√™ os expressa verbalmente; mais do que um mon√≥logo, voc√™ pode iniciar uma conversa real consigo mesmo. Mas o que √© mais eficaz: ler em voz alta ou silenciosamente?



Na verdade, sugerimos usar os dois m√©todos, de fato, como descobriremos a leitura em voz alta ou silenciosa serve para desenvolver diferentes aspectos. Embora cada um de n√≥s tenda a preferir e dar mais import√Ęncia a um dos dois, vamos ver como ambos s√£o √ļteis.

Estudar em silêncio e memória visual

Quando estudamos em sil√™ncio, o ideal √© fazer uma primeira leitura que vislumbre o sentido geral do texto a que nos dedicamos. √Č claro que o estudo n√£o pode parar por a√≠. Ap√≥s esta primeira leitura, √© importante sublinhar os pontos-chave, pare no que n√£o est√° claro e reflita ou procure em outro lugar informa√ß√Ķes para ajudar a dissipar d√ļvidas.

Sublinhar e anotar nas margens é fundamental, mesmo usando marcadores coloridos, pois ajuda a estimular nossa memória visual (lembre-se que a localização da informação facilita o processo de recuperação, ou seja, faz com que ela ressurja da nossa memória). O uso de cores também nos permite prestar mais atenção, focar nas partes do texto que consideramos mais importantes.

Para melhor fixar os conceitos, a leitura silenciosa deve ser completada com resumos e diagramas.

 

A import√Ęncia de estudar em sil√™ncio √© que podemos nos concentrar profundamente no texto √† nossa frente; no entanto, a leitura em si n√£o ser√° de muita utilidade. De fato, √© necess√°rio trabalhar ativamente com o elemento estudo, para torn√°-lo nosso. N√£o s√≥ lendo, mas tamb√©m anotando, anotando, escrevendo com nossas pr√≥prias palavras o que estamos assimilando. Da√≠ a ideia de que estudar em voz alta tem muito mais a nos oferecer.



Ler em voz alta aguça o conhecimento

Quando lemos em voz alta, ocorre um mecanismo diferente: o ouvido passa a fazer parte dessa experi√™ncia, favorecendo o despertar de habilidades cognitivas relacionadas √† mem√≥ria, aten√ß√£o, compreens√£o... Essa a√ß√£o ativa a capacidade de reter e armazenar informa√ß√Ķes que chegam ao c√©rebro.

No entanto, como na leitura silenciosa, acontece mais... Por que √© t√£o mais f√°cil para n√≥s ouvir uma explica√ß√£o da boca de outra pessoa do que ler notas? Isso acontece porque somos capazes de dar valor pessoal aos conceitos que lemos, os interpretamos com palavras diferentes, suscitando outras quest√Ķes, d√ļvidas, debates. Esse fen√īmeno enriquece o estudo e favorece o processo mnem√īnico.

Ler em voz alta nos permite fazer conex√Ķes. De repente, conectamos o que estamos dizendo com um conceito lido antes ou em outra p√°gina. Criamos um esquema mental para apoiar esquemas escritos ou de leitura realizados em voz baixa. √Č um elemento complementar perfeito para refinar o conhecimento e grav√°-lo em nossa mente.

Os benefícios de ouvir a si mesmo

Os dois grandes pesquisadores Colin MacLeod e Noah Farrin se dedicaram ao estudo dos efeitos da leitura em voz alta e sua rela√ß√£o com a aprendizagem. Desde 2010 se dedicam a essa √°rea at√© publicarem uma de suas pesquisas intitulada ‚ÄúOs benef√≠cios de ouvir a si mesmo‚ÄĚ na revista Mem√≥ria.

A pesquisa envolveu 100 estudantes da Universidade de Waterloo, no Canadá, que receberam 80 palavras que tiveram que reproduzir em voz alta. A maioria deles escreveu as palavras que não lembravam por segurança.


O teste seguinte envolveu a análise de 4 métodos diferentes para memorizar os termos: lê-los silenciosamente, ouvi-los gravando a voz de outras pessoas, ouvi-los gravando sua própria voz ou, finalmente, lendo-os em voz alta.



Os resultados foram surpreendentes e os autores chegaram a cunhar o chamado "efeito de produção". Duas semanas após o teste, os participantes receberam uma série de palavras para indicar se faziam parte daquelas lidas ou memorizadas durante o teste. As pessoas que leram em voz alta deram respostas mais precisas.

Ler em voz alta nos permite dar um car√°ter pessoal ao que estamos lendo, o que nos permite lembr√°-lo melhor.

No entanto, tamb√©m foi descoberto que ouvir grava√ß√Ķes de sua pr√≥pria voz ajuda. O terceiro m√©todo mais eficaz acabou sendo ouvir grava√ß√Ķes na voz de outras pessoas, o que sugere que quanto mais pessoal a grava√ß√£o, mais f√°cil √© lembrar.

Embora ler em voz alta seja uma ótima opção, não podemos descartar completamente as outras; muitas vezes o propósito do estudo é memorizar material com significado e não palavras isoladas. Uma combinação de vários métodos pode levar a resultados mais satisfatórios.


Algumas pessoas preferem estudar em sil√™ncio ou gravar a si mesmas lendo um texto e depois ouvir umas √†s outras novamente. Outros optam por ler em voz alta imediatamente e depois estudar em sil√™ncio escrevendo ou fazendo esbo√ßos sobre as no√ß√Ķes aprendidas. Tudo consiste em adotar a metodologia que permite a cada um de n√≥s obter o maior retorno.

Adicione um coment√°rio do Ler em voz alta ou silenciosamente?
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load