7 técnicas para superar o medo

Quem sou
Joe Dispenza
@joedispenza
FONTES CONSULTADAS:

wikipedia.org

Autor e referências

Alguns pensam que o medo é uma emoção típica de pessoas inseguras, mas na realidade todos nós o experimentamos. Na verdade, o medo pode ser classificado como um sentimento positivo, pois é uma espécie de alarme que nos diz que devemos nos proteger de uma situação que consideramos perigosa. O problema começa quando o medo nos paralisa, quando nos impede de seguir em frente e nos condena à imobilidade, gerando sentimentos de insatisfação. Nesse ponto é necessário enfrentá-lo.

Claro, superar o medo nem sempre √© f√°cil, especialmente quando se trata de preocupa√ß√Ķes que est√£o profundamente enraizadas em n√≥s. No entanto, considere que, assim como com a raiva, o medo pode ser superado com uma interpreta√ß√£o diferente da situa√ß√£o que representa uma suposta amea√ßa. Por√©m, para superar o medo √© necess√°rio aprender a administrar nossas emo√ß√Ķes e descobrir os pensamentos que est√£o por tr√°s delas e intensific√°-las.



Aprenda a gerenciar emo√ß√Ķes, pensamentos e sentimentos

1. Perceba o medo. Quanto mais vago e difundido o medo, mais ele causa sofrimento. Portanto,
é importante determinar qual é a causa exata do seu medo. Será difícil no início, pois também é provável que você não queira reconhecê-lo conscientemente, mas tente introspectar. Um guia para começar a procurar é focar nas coisas que são realmente importantes, pois muitas vezes os medos que nos paralisam são gerados pelo medo de nos expor aos outros ou de perder algo ou alguém que nos é de grande valor.

2. Analise o medo. Depois de saber do que tem medo, pergunte-se por qu√™. Voc√™ provavelmente n√£o encontrar√° uma resposta imediata; talvez precise de alguns dias para pesquisar seu inconsciente. No entanto, sempre tenha em mente que muitas vezes o medo da probabilidade de um determinado evento acontecer √© pior do que o pr√≥prio evento. Na verdade, estamos acostumados a exagerar as consequ√™ncias negativas das situa√ß√Ķes, mas quando as vivemos, costumamos reconhecer que a realidade n√£o √© t√£o negativa quanto imagin√°vamos. Portanto, pergunte-se sempre: qual a pior coisa que poderia acontecer?



3. Lidar com o medo. Imagine a pior situa√ß√£o poss√≠vel e pense em como voc√™ poderia sair dela. Afinal, √© muito prov√°vel que outras pessoas tenham vivenciado situa√ß√Ķes semelhantes no passado e tenham conseguido sair fortalecidas. N√£o √© necess√°rio se atirar de cabe√ßa no problema que nos assusta, mas √© aconselh√°vel come√ßar a dar pequenos passos para se aproximar do objetivo e superar o medo. Por exemplo, se voc√™ tem medo de falar em p√ļblico, √© contraproducente come√ßar com um discurso na frente de um audit√≥rio lotado, mas voc√™ pode come√ßar fazendo uma breve apresenta√ß√£o na frente de um pequeno grupo de pessoas. Aos poucos vamos nos acostumando com a situa√ß√£o e nos convencendo de que n√£o √© t√£o perigoso.

4. Viva seu medo. Quase sempre negar as emo√ß√Ķes e tentar escond√™-las √© contraproducente. Portanto, a melhor alternativa √© experimentar o pr√≥prio medo. A princ√≠pio essa ideia pode nos parecer assustadora, mas aos poucos voc√™ perceber√° que, quando os sentimentos desagrad√°veis ‚Äč‚Äčatingirem seu pico, come√ßar√£o a diminuir sem causar mais complica√ß√Ķes. Deixe o medo atac√°-lo e, ao faz√™-lo, concentre-se em como o seu √©
corpo reage √†s sensa√ß√Ķes que voc√™ experimenta.

5. Domine seu corpo. Quando sentimos medo, toda uma s√©rie de rea√ß√Ķes √© desencadeada em n√≠vel fisiol√≥gico, algumas delas t√™m um forte componente de automatismo e n√£o podemos control√°-las, como dilata√ß√£o da pupila e sudorese, enquanto outras podem ser influenciadas, como tens√£o muscular. e falta de ar. Enquanto voc√™ sente medo, concentre-se em como seu corpo reage. Voc√™ notar√° que a respira√ß√£o est√° dif√≠cil e os m√ļsculos tensos. Ap√≥s essas mudan√ßas corporais, nosso c√©rebro percebe que estamos prontos para enfrentar o perigo. No entanto, se aprendermos t√©cnicas de relaxamento e controle da respira√ß√£o, seremos capazes de quebrar o c√≠rculo vicioso.



6. Mude as id√©ias que refor√ßam o medo. Freq√ľentemente, quando sentimos medo, nossa mente √© atravessada por diferentes pensamentos que refor√ßam o medo. Quase sempre essas ideias se referem √†s nossas habilidades, tais como: ‚ÄúN√£o consigo‚ÄĚ ou ‚ÄúN√£o tenho condi√ß√Ķes‚ÄĚ. Essa atitude s√≥ serve para nos deixar em p√Ęnico. Em vez disso, devemos pensar: "Vou tentar de todas as maneiras" ou "Vou dar o melhor de mim". N√£o se trata de aplicar o positivismo extremo pensando: "Eu posso fazer o que eu quiser", porque muitas vezes esse pensamento contradiz nossas cren√ßas e acaba sendo rejeitado pelo nosso inconsciente. √Č criar coragem para enfrentar a situa√ß√£o. Pode-se tamb√©m refletir sobre o fato de que mesmo existindo o perigo, vale a pena tentar pelas vantagens que poder√£o ser obtidas.


7. Reviva experi√™ncias reconfortantes. Para superar os sentimentos que geram medo, muitas vezes √© √ļtil pensar em situa√ß√Ķes nas quais voc√™ se sentiu confort√°vel. Quando se imagina em detalhes uma experi√™ncia na qual nos sentimos seguros e protegidos, o sentimento de medo desaparece e um sentimento de paz toma seu lugar. Obviamente, voc√™ n√£o pode deixar espa√ßo para a improvisa√ß√£o procurando uma nova experi√™ncia toda vez que sentir medo, porque isso n√£o vai ajudar. Em vez disso, √© prefer√≠vel escolher um dia em que se sinta relaxado para procurar na mem√≥ria uma experi√™ncia que nos tenha feito sentir seguros e tranquilos. Em seguida, recrie todos os detalhes e certifique-se de que sejam o mais vivos poss√≠vel. Mergulhe neste sentimento e deixe-o preench√™-lo. Agora voc√™ j√° tem sua experi√™ncia reconfortante e pode us√°-la sempre que precisar.


Descubra como curar a ansiedade de maneira eficaz e natural, por meio de dez etapas simples claramente ilustradas neste livro.

Adicione um comentário do 7 técnicas para superar o medo
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.