close
    search Buscar

    Falta de confiança: 10 dicas para mudar de marcha

    Quem sou
    Louise Hay
    @louisehay
    FONTES CONSULTADAS:

    wikipedia.org

    Comentários sobre o item:

    aviso de conteúdo

    La Falta de auto confiança é um dos principais obstáculos que nos impede de "dar o nosso melhor" e expressar a nossa personalidade da melhor forma possível. Aqui estão 10 dicas práticas para realmente mudar as coisas.

    A falta de confiança um dos "obstáculos" mais comuns e importantes à realização profissional e social, com repercussões significativas na saúde e no bem-estar.

    Mas há outra coisa que você deve perceber: muitas pessoas sentem falta de confiança em suas habilidades, mas muito poucos reagem. Porque?



    A verdade está, a meu ver, ligada à preguiça de hábitos e à incapacidade de romper com o passado, condições necessárias para abraçar novos comportamentos que custariam muito esforço.

    Em suma, saia da zona de conforto que construímos não é um caminho agradável e / ou rápido. Porém, é a melhor forma de renovar a autossatisfação, que recomendo que você tome o mais rápido possível: os resultados não tardarão a chegar e você começará a olhar a sua vida com olhos mais otimistas e conscientes.

    Na esperança de agradar, eu coletei 10 dicas práticas que podem ser certas para você.

    Se você quiser saber ainda mais, basta ler Autoestima passo a passo, o curso para recuperar a autoconfiança feito por "nosso" GetPersonalGrowth Giuliodori, agora um best-seller no assunto!

    1) Você não é o melhor, mas também não é o pior

    O primeiro passo para obter melhor autoconfiança é aceitá-lo exatamente por quem você é.

    Tente refletir sobre o fato de que todos temos mais ou menos falhas e que ninguém é perfeito. Depois de compreender que a perfeição é uma utopia, será mais fácil aceitar seus erros.



    Claro que isso não significa chafurdar em suas falhas! Lembre-se de que a melhor maneira de ganhar autoconfiança é aprecie os resultados que você alcançou no passado, especialmente se você alcançou objetivos com paciência e perseverança.

    2) A comparação com os outros é uma faca de dois gumes

    Embora um confronto "positivo" tenha efeitos benéficos sobre sua auto-estima, por outro lado, um confronto "negativo" só trará arrependimento.

    Às vezes, nossa falta de confiança surge simplesmente porque estamos muito focados em acompanhe os outros, ofuscando o que alcançamos.

    Portanto, tente evitar confronto. Comparar suas realizações e fracassos com as de outras pessoas não fará nenhum bem! Em vez disso, tente entender que cada um de nós tem seus próprios pontos fortes e suas próprias deficiências, com objetivos e motivações diferentes.

    Tente descobrir quais são os seus prioridade e construir um projeto realista e sustentável. Competir com os outros não levará você a lugar nenhum - muito melhor para construir e definir limites desafiadores, mas alcançáveis, e construir sobre eles!

    3) Você não pode agradar a todos

    Você não pode agradar a todos. Embora seja uma verdade muito difícil de aceitar, é bom fazê-lo o mais rápido possível.

    Tentar agradar o maior número de pessoas possível pode aumentar sua autoconfiança no curto prazo, mas terá um impacto negativo no longo prazo. Por outro lado, imagine como é cansativo buscar necessariamente a aceitação e a satisfação dos outros: um objetivo que o levará a fazer coisas cada vez mais "impressionantes" e, talvez, cada vez menos próximas do seu jeito de ser.



    Tente definir "limites" e aprenda a dizer "não". Pode não ser agradável, mas geralmente é uma necessidade.

    Além disso, tente se cercar de pessoas que têm uma abordagem positiva da vida. Ouça sobre suas experiências. Tente entender como eles transformaram seus fracassos em resultados - esses exemplos lhe darão a inspiração certa para uma visão positiva da vida.

    Conseqüentemente, tente passar o menos tempo possível com pessoas "negativas" e excessivamente críticas, que irão diminuir seu nível de autoconfiança e reduzir as chances de você se sentir totalmente feliz!

    4) Cuide-se

    Se cuida tem implicações impressionantes para o bem-estar psicofísico de uma pessoa. Por isso aconselho você a prestar mais atenção ao seu estilo de vida. Mas como?

    É muito simples! Começa a:

    • dormir melhor;
    • exercício;
    • cuidar da sua saúde, resolvendo pequenos e grandes problemas que você vem adiando há muito tempo;
    • comer de forma saudável e equilibrada.

    Com isso você obterá benefícios extraordinários para o corpo e a mente, obtendo maior autoconfiança e uma sensação de maior bem-estar.

    5) Libere as emoções certas

    Uma das principais causas da baixa autoconfiança é que você tende a pense em algo negativo, muitas vezes até sem motivo. Ou nos concentramos muito em remorso ou arrependimento, em oportunidades perdidas, em trens anteriores e nunca pegos. O resultado é que você acaba com o sinta pena de si mesmo e acredite que você não tem as habilidades certas para ter sucesso.


    Meu conselho é para não segure seus sentimentos, especialmente com seus entes queridos e aqueles que fazem você se sentir melhor. Converse com seus contatos mais próximos, compartilhe seus sentimentos com eles. Ria se você tiver que rir. E chore se precisar chorar. Em ambos os casos, você não estará mostrando suas fraquezas, mas estará mostrando que está confortável com seus sentimentos, sem nada a esconder.


    6) Recompensado

    Receber um prêmio ou gratificação é sempre um prazer. Mas não espere que os outros sempre os dêem a você!

    É bom permitir-se, de vez em quando, pequenos ou grandes prêmios para comemorar as conquistas. Portanto, definir uma meta alcançável (mas “desafiador!) e, uma vez alcançado, recompense-se com algo que você goste. Pode ser um livro, umas férias, um jantar.

    Recompensar-se pelos resultados alcançados ajuda a aumentar a autoconfiança!

    7) Cultive apaixonadamente um passatempo

    Nem todo mundo tem a sorte de ganhar a vida fazendo o que amamos. Isso não significa que você tenha que desistir de seus hobbies e paixões.

    O fato de você não poder fazer o que gosta profissionalmente não deve ser motivo para desistir de seus sonhos. Pesquisar em vez de persiga o seu hobby de forma consistente: você vai precisar dele para fazer uma pausa na vida cotidiana, criando um espaço de ação em um recinto de criatividade no qual você se sinta à vontade.

    8) Trabalhar na auto-ironia

    O auto-ironia é uma arma muito poderosa para melhorar a autoconfiança!

    Portanto, da próxima vez que alguém tentar tirar sarro de você, ao invés de ficar amuado enrolado em um canto, tente ria de si mesmo.

    Provar um boa dose de auto-ironia permitirá que os outros o vejam sob uma luz completamente diferente e aumentará a auto-estima em relação a você mesmo. Também é uma excelente arma de defesa: permitirá que você impeça que outros se aproveitem de sua vulnerabilidade.

    9) Não perca seu espírito de bebê

    Crescer e se tornar "adultos" (seja lá o que isso signifique!) Freqüentemente significa perder a curiosidade, o espírito de exploração e experimentação.

    Você quer uma dica? Não cometa este grande erro! Tente manter uma parte de sua alma mais jovem, cultivando-a curiosidade para explorar culturas, aprender sobre diferentes estilos de vida, viajar, conhecer novas pessoas, fazer perguntas, entender o que está à sua frente.

    Esta pesquisa contínua, apaixonada e imaginativa irá ajudá-lo a enriquecer suas experiências pessoais e ter maior consciência do que está ao seu redor.

    Se você acabar se isolando, você se "desconectará" do mundo real e não será capaz de desenvolver as habilidades sociais certas que permitirão que você melhore sua autoestima e autoconfiança!

    10) Peça ajuda

    Se você aplica essas dicas há algum tempo, mas sente que nada mudou, não tenha medo de pedir uma ajuda profissional. Não há nada de errado em pedir a opinião de um especialista, na verdade, ao fazê-lo, você demonstrará que se preocupa com o seu bem-estar e que deu o primeiro passo em direção a uma maior autoconfiança: entender que existe um problema.

    Dito isso, só posso deixar uma pequena conclusão final:

    Melhorar sua autoconfiança não é nada fácil, mas se esforçar todos os dias vai lhe dar ótimos resultados!

    Adicione um comentário do Falta de confiança: 10 dicas para mudar de marcha
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.