O envelhecimento do cérebro segue nossa personalidade

Quem sou
Louise Hay
@louisehay
FONTES CONSULTADAS:

wikipedia.org

Autor e referências

Sabemos que o cérebro envelhece, como qualquer outro órgão do corpo humano. Mas nem todos os cérebros envelhecem da mesma maneira, em grande parte depende de como usamos nossas habilidades e como fomos capazes de tirar proveito de nosso potencial cerebral (sem negligenciar o papel da genética e da biologia, é claro).

Um estudo recente, desenvolvido pela Washington University em St. Louis, sugere que nossas peculiaridades personol√≥gicas podem desempenhar um papel importante naenvelhecimento c√©rebro. A pesquisa em quest√£o envolveu 79 volunt√°rios com idades entre 44 e 88 anos. Essas pessoas fizeram exames de resson√Ęncia magn√©tica e uma s√©rie de testes para determinar seus tra√ßos de personalidade. O estudo enfocou basicamente as regi√Ķes pr√©-frontais temporais e mediais do c√≥rtex cerebral, por serem as √°reas que mais sofrem altera√ß√Ķes com o envelhecimento e que est√£o envolvidas nos processos de aten√ß√£o, mem√≥ria e emo√ß√£o. Assim, tamb√©m apoiado nas estat√≠sticas, foi poss√≠vel observar que as pessoas que apresentavam tra√ßos neur√≥ticos tamb√©m apresentavam menores volumes de massa cinzenta nas regi√Ķes cerebrais: frontal e temporal medial, em compara√ß√£o com aquelas pessoas que n√£o apresentavam esses tra√ßos personol√≥gicos. O c√≥rtex orbitofrontal, cujas fun√ß√Ķes s√£o essenciais para o processamento socioemocional, apresentou resultados semelhantes. De um modo geral, pessoas neur√≥ticas sempre mostraram menos volume cerebral. Para dizer a verdade, estes resultados n√£o s√£o novidade sob o sol, dado que um ano antes um grupo de especialistas de Madrid, ap√≥s estudar 121 casos diferentes, afirmou que a mesma diminui√ß√£o foi observada em pacientes com esquizofrenia e transtorno bipolar. n√≠veis. Embora o estudo seja interessante e os resultados mere√ßam considera√ß√£o, uma quest√£o ancestral ainda permanece sem resposta: s√£o as peculiaridades personol√≥gicas que levam a mudan√ßas no c√©rebro ou s√£o as mudan√ßas no c√©rebro que levam ao desenvolvimento de certos tra√ßos de personalidade? Claro que, uma vez que nada em psicologia apresenta uma rela√ß√£o simples e linear, atrevo-me a dizer que tanto a predisposi√ß√£o mental como a forma como nos relacionamos com o meio envolvente afetam-se mutuamente, o que explicaria porque, com a idade, tanto mais acentuada a personologia caracter√≠sticas parecem ser ainda mais fortalecidas.



Adicione um comentário do O envelhecimento do cérebro segue nossa personalidade
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.