N√£o se julgue com os olhos dos outros

V√°rios cr√≠tico eles podem ser devastadores. Na verdade, √© prov√°vel que, se voc√™ vasculhar seu passado, se lembre de uma frase que o marcou ao longo de sua vida. Tamb√©m √© prov√°vel que essa frase contivesse cr√≠ticas destrutivas. E √© igualmente prov√°vel que a frase seja ativada de vez em quando, principalmente nos momentos mais dif√≠ceis, quando voc√™ sente que falhou e n√£o tem mais for√ßas para ir mais longe ou est√° cheio de d√ļvidas. Sem saber, aquela frase marcou sua vida, te definiu como pessoa e continua sendo um obst√°culo. Por√©m, se voc√™ quer ser verdadeiramente livre e atingir seu pleno potencial, √© fundamental que aprenda a se julgar de acordo com suas pr√≥prias regras, esquecendo-se as cr√≠ticas doentias e as demais. Voc√™ tem que olhar para dentro de si mesmo e parar de se criticar usando o padr√£o que os outros usam. Claro, isso n√£o √© uma tarefa f√°cil, especialmente porque fomos submetidos a duras cr√≠ticas desde a inf√Ęncia, tanto de nossos pais quanto de professores e colegas, e logo aprendemos que certos padr√Ķes deveriam ser cumpridos a fim de sermos aceitos por alguns pessoas. Isso n√£o apenas significava que t√≠nhamos que seguir suas regras, mas tamb√©m que, aos poucos, est√°vamos assumindo sua vis√£o de mundo. Dessa forma, deixamos de nos julgar pelo que somos para faz√™-lo de acordo com os crit√©rios dos outros. Paramos de gostar das coisas que gost√°vamos de fazer e das coisas que os outros gostavam. Naquele momento substitu√≠mos o prazer pelo dever porque ca√≠mos em uma espiral negativa que foi nos tirando, aos poucos, alguns de nossos bens mais preciosos: a autoestima e a autoconfian√ßa.

Por que não deveríamos nos julgar de acordo com as regras dos outros?

1. Porque nunca seremos capazes de satisfazer a todos. Cada pessoa √© diferente, tentar agradar a todos √© imposs√≠vel. Alguns sempre discordar√£o de suas decis√Ķes porque todos o julgam com base em seus valores e em seus pr√≥prios crit√©rios. Na verdade, Woody Allen disse uma vez: "N√£o sei qual √© a chave do sucesso, mas a chave do fracasso √© tentar agradar a todos."
2. Porque ficaremos sem energia para fazer o que realmente importa. Ao tentar agradar a todos, você perde uma energia preciosa. Ao tentar entender as expectativas que os outros colocaram em você e se esforçar para agradá-los, você consome muito de sua energia, energia que pode ser usada em projetos que lhe dão verdadeira satisfação pessoal e o fazem crescer.
3. Por que você está perdendo seu tempo. Tentar agradar aos outros e julgar a si mesmo de acordo com seus critérios não é apenas exaustivo, mas também uma enorme perda de tempo. Ao seguir as regras e os sonhos dos outros, o tempo passa inexoravelmente, então você corre o risco de chegar ao fim da sua vida ao perceber que viveu uma vida que não o satisfez, você se arrependerá de sempre ter vivido para os outros.
4. Porque nos perderemos. Um dos principais problemas de se julgar com os olhos dos outros √© que, ao fazer isso, voc√™ perde suas coordenadas. √Ä medida que voc√™ faz o seu pr√≥prio sistema de valores e adota a vis√£o de mundo deles, voc√™ se afasta de sua ess√™ncia, at√© que chega um momento em que se desconecta completamente. Portanto, n√£o √© surpreendente que, quando perguntam a algumas pessoas o que realmente desejam, elas n√£o saibam como responder. Eles tornaram seus os desejos dos outros, perdendo-se no labirinto das conven√ß√Ķes sociais.
5. Porque nunca seremos felizes. A felicidade não é algo externo a nós, ela vem de dentro. Portanto, seguir as regras dos outros é o caminho mais direto para a infelicidade. Cada vez que você desiste de um sonho, você negligencia suas necessidades e perde o gosto pela vida, e a felicidade diminui cada vez mais.

Como aprender a se julgar usando seu próprio critério pessoal?

Nosso sistema de valores, objetivos e at√© mesmo nossas expectativas s√£o influenciados pela sociedade. N√£o podemos viver sem ele. Na verdade, n√£o √© algo ruim porque, afinal, vivemos em sociedade. Mas podemos aprender a nos reconectar com nossa ess√™ncia. Ouvir o que nosso corpo e cora√ß√£o nos dizem, em um sentido metaf√≥rico. No in√≠cio voc√™ dificilmente os ouvir√° porque eles sussurram, j√° que voc√™ n√£o prestou aten√ß√£o a eles por anos, mas eles v√£o recuperando a confian√ßa e suas vozes ficar√£o mais altas. Ent√£o voc√™ pode descobrir o que voc√™ realmente quer, entender o que o torna voc√™ feliz., te excita e te faz sentir vivo. Nesse ponto, voc√™ estar√° pronto para se julgar de acordo com seus pr√≥prios crit√©rios e descobrir√° que eles s√£o muito diferentes do que lhe ensinaram. Lembre-se de que a vida n√£o se mede por quantas vezes voc√™ respira, mas pelos momentos que o deixam sem f√īlego.
  • 7
Adicione um coment√°rio do N√£o se julgue com os olhos dos outros
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.