Confiar nos outros - por que vale a pena?

Quem sou
Joe Dispenza
@joedispenza
FONTES CONSULTADAS:

wikipedia.org

Com esses tempos, confiar nos outros se torna cada vez mais dif√≠cil. Sobretudo porque no imagin√°rio comum se estabeleceu uma cren√ßa equivocada: os est√ļpidos s√£o os que confiam, que mordem facilmente a isca, enquanto os inteligentes, os mais astutos, s√£o os que desconfiam e nunca se deixam enganar. N√£o √© por acaso que existe o ditado famoso ‚Äúconfiar √© bom, mas n√£o confiar √© melhor‚ÄĚ.

No entanto, existem alguns erros básicos por trás dessa crença. Confiar não significa morder a isca, assim como desconfiar não significa necessariamente evitar ser enganado. Há uma grande diferença entre confiar e ser enganado, uma diferença que um estudo conduzido pela Universidade de Oxford explicou cuidadosamente.



De acordo com este estudo de psicologia social, as pessoas que confiam mais nos outros também são mais felizes e saudáveis. Eles são mais propensos a empreender novos projetos e criar grupos de sucesso, pois têm maior inteligência emocional.

Pessoas que n√£o confiam em ningu√©m s√£o aquelas que vivem no verdadeiro inferno. Eles precisam se proteger a cada passo, porque t√™m certeza de que sempre encontrar√£o algu√©m disposto a engan√°-los, mentir ou roub√°-los. Assim, eles adotam uma atitude hipervigilante e se fecham em si mesmos. Em √ļltima an√°lise, essa forma de administrar o relacionamento interpessoal √© muito cansativa e gera um enorme estresse.

Se você não pode confiar em um amigo e lhe contar um problema, quem lhe oferecerá uma nova perspectiva?

Se você não pode confiar em sua equipe, como o projeto avançará?

Se você não confia em seu parceiro, como pode amá-lo plenamente?

O problema é que se você não confiar nas pessoas ao seu redor de uma forma ou de outra, eles perceberão isso e, por sua vez, não confiarão em você. Cria-se assim um círculo de desconfiança e individualismo que confirma a sua imagem de mundo, uma visão em que todos querem tirar proveito de você e é desagradável.



Os benefícios de confiar superam os problemas que a confiança pode causar, portanto, uma boa ideia é se acostumar a confiar nos outros.

Obviamente, não se trata de confiar no primeiro que passa, mas de começar a ampliar seu círculo de confiança. Converse mais com amigos e familiares, diga-lhes o que o preocupa e como se sente, verá que eles responderão positivamente a esta abordagem. Aos poucos, o círculo de confiança se ampliará e você perceberá que começará a ficar mais relaxado e até mesmo passará a confiar em quem passa na rua.


√Č interessante notar que quanto mais voc√™ aumenta sua confian√ßa nos outros, mais sua confian√ßa tamb√©m aumenta. Portanto, voc√™ entrar√° em um c√≠rculo virtuoso que lhe dar√° uma nova for√ßa, permitindo que voc√™ descanse quando mais precisar. Afinal, ter um ombro para chorar √© nosso maior tesouro e tamb√©m nos d√° uma incr√≠vel sensa√ß√£o de prote√ß√£o.


Adicione um coment√°rio do Confiar nos outros - por que vale a pena?
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.