Exercício para auto-estima por Henry Ward Beecher

Quem sou
Louise Hay
@louisehay
FONTES CONSULTADAS:

wikipedia.org

Autor e referências


Existem exercícios para melhorar nossa autoestima? Eu conheço HW Beecher's e garanto-lhes que está acima de qualquer psicopata lido até agora.

 

"Se você se valoriza baixo, tenha certeza de que o mundo não aumentará o preço."

An√īnimo.

Melhorar oestima é uma das etapas fundamentais do nosso caminho de crescimento pessoal. Se não acreditamos em nós mesmos, como podemos esperar que os outros acreditem em nós e em nossos projetos?



Embora tenhamos consci√™ncia dessa verdade inelut√°vel, vivemos em constante temor de que os outros n√£o nos aceitem; ent√£o decidimos nos conformar com o que acreditamos ser as coisas certas de terr√≠vel e fazer (... beijo, carta e vai XD). Mas no fundo da nossa cabecinha uma vozinha fica repetindo que h√° algo de errado com tudo isso, que devemos ter a coragem de ser n√≥s mesmos, que felicidade √© viver uma vida que realmente sentimos nossa (falo sobre isso no meu guia APP - Autoestima passo a passo introdu√ß√£o do "Princ√≠pio da Autenticidade").

Essa vozinha é a nossa auto-estima. Quanto mais fraco for, mais tenderemos a silenciá-lo, continuando a abaixar a cabeça diante de tudo e de todos. Quanto mais forte for, mais lhe daremos espaço no pensamento, continuando a enfrentar tudo e todos de frente.

Algumas semanas atr√°s, eu propus a voc√™ 16 estrat√©gias pr√°ticas de auto-estima. Na postagem de hoje, gostaria de compartilhar um simples com voc√™ exercer o que, repetido diariamente, pode ajud√°-lo a dar for√ßa √†quela vozinha. Mas para lhe contar sobre este exerc√≠cio, devo primeiro lhe contar uma hist√≥ria ...

HW Beecher e a lição inesquecível de autoestima

Henry Ward Beecher chiii ?! Eu não te culpo se você nunca ouviu falar HW Beecher; com toda a franqueza, também descobri esse personagem há alguns meses. Beecher foi um proeminente político americano, um dos primeiros a ingressar no Hall da Fama dos Grandes Americanos. Mas deixando uma pequena lição de história à parte, hoje quero contar uma anedota sobre a vida de Beecher, que espero que ajude você a cultivar o auto confiança. Nós lemos isso?



Um dia, o jovem Beecher foi questionado por sua professora de literatura, que lhe pediu que repetisse diante de toda a classe um poema que havia explicado na aula anterior. Hesitante, mas ciente de que havia estudado muito, o jovem Beecher se levantou na frente de todos os seus companheiros e começou a repetir.

Assim que chegou a hora de pronunciar as primeiras estrofes do poema, queNÃO'categórica, pontuada pelo professor severo, ecoou dentro das paredes da sala de aula. Aterrorizado, o jovem Beecher começou tudo de novo, mas mais uma vez veio o terrível 'NÃO'. Humilhado, Henry parou e voltou a sentar-se com os olhos fixos na secretária.

Questionado pela professora, um segundo menino, John, levantou-se para recitar o mesmo poema. Mais uma vez, quando o menino começou a repetir, a professora gritou um seco 'NÃO'. Companheiro de Beecher embora ele continuou repetindo, até o final do poema. Quando voltou a sentar-se, a professora disse satisfeita: 'Muito bom!'.

Henry, irritado, protestou com a professora: 'Isso não é justo, eu recitei os mesmos versos que John.'

A professora de literatura, nada surpresa, respondeu ao jovem Beecher: 'Não basta saber a lição, Henry, você deve estar seguro de sua preparação. Quando você me deixou impedi-lo, você fez isso porque não tinha certeza de que estava preparado o suficiente. Se o mundo gritar com você 'Não', é seu dever responder'Sim', e provar suas habilidades'.

O jovem Henry aprendeu naquele dia uma lição que o acompanhou pelo resto da vida e que o tornou um dos mais importantes fundadores dos Estados Unidos da América.


Quando o mundo diz 'n√£o'

Ao longo de sua vida, você receberá milhares de 'nãos'.


Não! Você não pode fazer isso!
Não! Você está errado!
Não! Você é muito velho!
Não! Você é muito jovem!
Não! Você está muito fraco!
N√£o! Isso nunca vai funcionar!
N√£o! Voc√™ n√£o tem as qualifica√ß√Ķes!
Não! Você não tem experiência!
Não! Você não tem dinheiro suficiente!
N√£o! Isso n√£o pode ser feito!

√Äs vezes, esses 'n√£o' ser√£o gritados com voc√™ por seus pais, por seus professores, por todo o mundo. √Äs vezes, voc√™ √© o √ļnico a pronunci√°-los em sua mente. E cada um desses 'n√£os' vai corroer um pouco o seu estima, at√© que voc√™ decida desistir, volte para o caminho seguro e viva a vida dehomem m√©dio. Mas h√° uma alternativa ...

Seu exercício diário para ter uma auto-estima de aço

Sempre que o mundo grita com você 'Não!', você responde a ele'Sim, e vou provar isso!'.

"Sim, e vou provar isso!"

Isso tamb√©m √© verdade quando voc√™ repete aqueles ‚ÄúN√£o!‚ÄĚ Para si mesmo. Lembre-se, cada um daqueles 'N√£o!' te torna mais fraco. Aprenda, todos os dias, a observ√°-los, a reconhec√™-los pelo que s√£o e a devolv√™-los ao remetente sem hesitar.

  • N√£o! Voc√™ n√£o pode fazer o seu Sonhe. H√° uma crise, n√£o √© o momento certo, na Espanha certas coisas n√£o podem ser feitas. A todas essas obje√ß√Ķes, responda: 'Sim, e vou prov√°-lo!'. Prove isso comprometendo-se com seu objetivo todos os dias. Prove isso enfrentando as dificuldades inevit√°veis. Prove isso hoje levantando sua bunda da cadeira, parando de procrastinar e aplicar o estrat√©gia de v√°cuo. Lembrar:

"Os sonhos que ficam na gaveta ... fazem o molde."


  • N√£o! Voc√™ n√£o pode graduado. O corpo docente que voc√™ escolheu √© muito dif√≠cil para voc√™, voc√™ nunca teve um m√©todo de estudo, voc√™ n√£o √© bom na universidade. A todas essas obje√ß√Ķes, responda: 'Sim, e vou prov√°-lo!'. Prove isso engajando-se seriamente em seu estudo. Prove isso apresentando-se na sala de aula todos os dias. Prove aperfei√ßoando as melhores estrat√©gias de aprendizado r√°pido e memoriza√ß√£o, talvez come√ßando com t√©cnica de cone.
  • N√£o! Voc√™ n√£o pode alcan√ßar o seu Peso ideal. Voc√™ tem um problema de constitui√ß√£o, na fam√≠lia somos todos assim, a alimenta√ß√£o tem benef√≠cios moment√Ęneos, no final voc√™ recebe de volta todos os quilos. Responda a todas essas obje√ß√Ķes. 'Sim, e vou prov√°-lo!'. Prove isso respeitando seu corpo como respeitaria o mais sagrado dos templos. Prove-o estando ciente da sua dieta alimentar. Prove isso come√ßando o dia correndo para si mesmo antes de correr para os outros.
  • N√£o! Voc√™ n√£o pode aprender ingl√™s. Voc√™ est√° velho demais, para falar fluentemente tem que gastar milhares de euros em cursos e estadias no exterior, voc√™ n√£o √© bom em l√≠nguas. A todas essas obje√ß√Ķes, responda: 'Sim, e vou prov√°-lo!'. Prove isso aprendendo pelo menos 3 palavras novas todos os dias. Prove lendo, assistindo e ouvindo material em ingl√™s diariamente. Prove ... testando a si mesmo com teste gratuito de SIM! ingl√™s ;-)

Talvez o que você aspira esteja em um desses exemplos, ou talvez não. A verdade é que você pode aplicar oexercício para a autoestima de Beecher de 1.000 maneiras diferentes. O que importa é demonstrar, todos os dias, para você mesmo e para os outros, do que você realmente é capaz.


Se você realmente deseja recuperar sua autoconfiança, esqueça os detalhes técnicos exagerados ou o comportamento explosivo. Este é um ponto em que insisto muito APP - Autoestima passo a passo: a autoestima se alimenta de prática diária. Voltamos a acreditar em nós mesmos quando fazemos o que nos propomos a fazer.

Esta semana, hoje, assim que você terminar de ler o post, feche o navegador, desligue seu smartphone e tablet, pense um pouco sobre aquele objetivo que você deseja alcançar mais do que qualquer outra coisa, pense nas dificuldades que você enfrentou até agora, em absoluto 'Não', eles foram jogados em você e, em seguida, diga estas palavras simples em sua mente: 'Sim, e vou provar isso'.

Adicione um comentário do Exercício para auto-estima por Henry Ward Beecher
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.