Ser diferente: necessidade, virtude ou desafio?

Ser diferente: necessidade, virtude ou desafio?

Às vezes, destacar-se da multidão torna-se fundamental para o desenvolvimento psíquico. E você, se considera diferente? Em quê? Você gosta ou só acha importante?

Ser diferente: necessidade, virtude ou desafio?

Última atualização: 23 setembro, 2020

Cada um de n√≥s √© √ļnico e irrepet√≠vel. N√£o h√° duas personalidades iguais, todos temos uma maneira diferente de sentir, agir, pensar e tomar decis√Ķes. A combina√ß√£o de vari√°veis ‚Äč‚Äčgen√©ticas e ambientais - nossa hist√≥ria passada, nossas experi√™ncias, nosso contexto etc. - determina nosso jeito de ser. Mas o que significa para voc√™ ser diferente?



Ser diferente pode ser vivenciado como positivo ou negativo, dependendo do momento e do estágio de desenvolvimento em que você se encontra. Há momentos na vida em que nos esforçamos para ser o mais semelhante possível aos outros.

Outras vezes, porém, destacar-se da multidão torna-se fundamental para o desenvolvimento psíquico. E você, se considera diferente? Em quê? Você gosta ou só acha importante?

Ser diferente √© uma necessidade que acompanha desde a inf√Ęncia

O psic√≥logo Margaret Mahler desenvolveu um modelo dos est√°gios do "nascimento psicol√≥gico" da crian√ßa. Ap√≥s a fase simbi√≥tica, na qual a crian√ßa ainda n√£o consegue se perceber como um ser diferente da m√£e, passamos para a fase de separa√ß√£o-individua√ß√£o. Essa fase √© crucial para a aquisi√ß√£o da identidade, para se perceber como um ser √ļnico.

Nesta fase ocorrem dois processos (o mesmo que lhe dá o nome). Por meio da separação, a criança faz uma distinção intrapsíquica com a mãe; graças à individuação, que é o sentimento de ser, o pequeno assume suas próprias características individuais.

Ren√© Spitz, por sua vez, descreve os organizadores ps√≠quicos da crian√ßa: o sorriso, a ang√ļstia do estranho e o ‚Äún√£o‚ÄĚ dos temidos 2 anos. Por mais irritante que seja essa fase de constante oposi√ß√£o, ainda √© uma est√°gio necess√°rio para seu amadurecimento e desenvolvimento.



A nega√ß√£o constante se deve ao fato de a crian√ßa come√ßar a se perceber diferente e independente. √Č completamente necess√°rio que voc√™ comece a tomar consci√™ncia de sua identidade como um ser individual. De certa forma, o mesmo acontece com os adolescentes tamb√©m.

"N√£o devemos permitir que as percep√ß√Ķes limitadas dos outros definam quem somos."

-Virginia Satir-

Ser diferente na adolescência pode ser um desafio

A adolesc√™ncia √© um per√≠odo da vida em que ser igual aos outros assume particular import√Ęncia. Nessa fase surge o medo de ser diferente, de n√£o ser aceito e, portanto, discriminado. A participa√ß√£o no grupo √© percebida como fundamental e geralmente afeta muito a forma como o adolescente forma seu autoconceito.

No entanto, os adolescentes convivem com a cren√ßa de que s√£o √ļnicos, fen√īmeno conhecido como "conto pessoal". David Elkind descreve esse processo como o sentimento do adolescente de ser √ļnico ou diferente. Isso o faz acreditar que seus pensamentos e cren√ßas s√£o diferentes dos dos outros.

Elkind tamb√©m descreveu outro fen√īmeno que pode estar associado √† import√Ęncia dada a ser ou n√£o ser diferente. √Č o conceito de ‚Äúp√ļblico imagin√°rio‚ÄĚ, que √© a preocupa√ß√£o extrema da imagem projetada l√° fora, aquela que os outros t√™m de n√≥s. Os adolescentes sentem que est√£o constantemente sendo observados por outros.

Diante desse sentimento de constante observação, espera-se que muitos adolescentes, principalmente aqueles com baixa autoestima ou autoconceito, fazer o máximo para passar despercebido, fazer parte do amontoado, não parecer diferente; uma vez que poderia ser percebido negativamente e gerar rejeição por parte dos pares.


"Quando você concorda com a maioria, é hora de parar e pensar."


-Marc Twain-

Nem necessidade nem desafio... √Č uma virtude imensa!

Quando você é jovem, muitas vezes sente a necessidade de ser diferente, e graças a Deus! Mostrar essa parte da identidade que está se formando é um dos maiores presentes que pode ser dado a si mesmo e aos outros, como é uma grande demonstração de sinceridade.

Al√©m disso, aumenta a criatividade e auxilia na tomada de decis√Ķes. Ser diferente permite que voc√™ aprecie melhor e se adapte √† diversidade. Isso o torna mais flex√≠vel e aberto.

Defender as pr√≥prias ideias, mesmo que diferentes das dos outros, permite que o indiv√≠duo cres√ßa mantendo-se fiel aos seus princ√≠pios e, portanto, adquira uma forte auto-estima e autoconfian√ßa. Ser √ļnico √© um dom e como tal devemos aprender a apreci√°-lo. √Č uma das maiores virtudes que uma pessoa pode ter.


"A pessoa que segue a multidão normalmente não vai além da multidão, a pessoa que anda sozinha provavelmente chegará a lugares onde ninguém nunca esteve antes."

-Albert Einstein-

Adicione um coment√°rio do Ser diferente: necessidade, virtude ou desafio?
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load