DependĂȘncia de estresse, em que consiste?

DependĂȘncia de estresse, em que consiste?

Se a infĂąncia foi caracterizada por dramas estressantes e angustiantes, o conhecido vĂ­cio do estresse provavelmente serĂĄ experimentado na idade adulta.

DependĂȘncia de estresse, em que consiste?

Última atualização: 26 de julho de 2022

VocĂȘ se sente entediado em seu relacionamento? Mesmo que esteja tudo bem, vocĂȘ faz o impossĂ­vel para se auto sabotar? Se a resposta a essas perguntas for "sim", vocĂȘ provavelmente sofre de um vĂ­cio em estresse. Para confirmar isso, no entanto, Ă© preciso examinar a histĂłria da famĂ­lia.



Muitas pessoas tendem a escolher parceiros que as machucam e quando encontram alguém que é exatamente o oposto, acabam se entediando. Essa dicotomia não é de forma alguma absurda. Encontra explicação na infùncia, onde o primeiro exemplo de relacionamento - o dos pais - foi caracterizado por traiçÔes, gritos, estresse e muitos dramas.

O modelo tomado como exemplo e as experiĂȘncias da infĂąncia explicam por que alguĂ©m se sente atraĂ­do por algumas pessoas e nĂŁo por outras. Que tipo de parceiro tendemos a escolher se sofremos de um vĂ­cio em estresse?

VĂ­cio em estresse: a busca pelo drama

Se sofremos de vĂ­cio em estresse, isso significa que nossos pais tiveram um relacionamento bastante tempestuoso, ou pelo menos vivĂ­amos assim. Certamente foi caracterizado pelo drama.

Geralmente, são pessoas emocionalmente imaturas que não entendem como o estresse e a ansiedade permeiam o espaço de vida de seus filhos. Eståvamos com medo de que eles lutassem? Eles nos cutucaram contra o outro pai? Eles tinham atitudes passivo-agressivas?

Apesar de tudo isso, amĂĄvamos nossos pais. TambĂ©m Ă© possĂ­vel que apenas um dos pais estivesse se comportando mal, enquanto o outro repetia frases como “vocĂȘ tem que amar papai/mamĂŁe, afinal ele Ă© uma boa pessoa”. Este Ă© o amor que conhecemos na infĂąncia, por isso quando conhecemos uma pessoa que nos faz reviver uma dinĂąmica semelhante, nos apaixonamos por ela.



Qualquer tipo de vĂ­cio Ă© ruim.

-Carl Gustav Jung-

O mecanismo reforço-recompensa

Quando vocĂȘ nasce em uma famĂ­lia como a descrita, um mecanismo de recompensa de reforço Ă© ativado por isso a ansiedade, o estresse e a adrenalina aparecem quando os pais discutem, gritam ou criam situaçÔes de abuso.

A contrapartida, por outro lado, estå na tranquilidade e bem-estar experimentados quando tudo estå bem. Isso causa a secreção de serotonina e dopamina, que levam ao desenvolvimento do vício em estresse.

DependĂȘncia de estresse e tĂ©dio

Se vocĂȘ sofre de um vĂ­cio em estresse, vocĂȘ fica entediado quando vocĂȘ encontra uma pessoa que ama e trata bem. Por isso, tendemos a pensar que nĂŁo amamos realmente essa pessoa, acabando por abandonĂĄ-la ou traĂ­-la.

Mas isso pode ser um erro; não a amamos? Na maioria das vezes este não é o caso. Adoramos, mas porque igualamos o amor a outra coisa, confundimos o tédio com um sinal de desinteresse.

Isso acontece quando o amor estĂĄ associado a constantes picos de adrenalina, nĂŁo tranqĂŒilidade ou mesmo monotonia. Por esse motivo, muitas vezes nos irritamos sem motivo, nos traĂ­mos ou inventamos qualquer desculpa para que o relacionamento atinja aquele pico de adrenalina ao qual estamos expostos desde a infĂąncia.

Este Ă© certamente um problema que nos impede de criar relacionamentos saudĂĄveis ​​e pacĂ­ficos. Embora pareça difĂ­cil sair de um vĂ­cio em estresse, com a ajuda certa Ă© possĂ­vel.

O vício em estresse pode nos levar a encerrar relacionamentos potencialmente positivos para procurar outras pessoas que nos façam experimentar um turbilhão de emoçÔes.


Conhecimento

O vĂ­cio em estresse Ă© apenas isso, um vĂ­cio. Tomar consciĂȘncia disso, olhar a situação de outras perspectivas e pedir ajuda de um psicĂłlogo pode nos ajude a perceber quando caĂ­mos em nossas prĂłprias armadilhas.


Quando estamos com uma pessoa e começamos a nos sentir entediados, sabendo que é uma armadilha, não tomaremos decisÔes precipitadas, como terminar o relacionamento, fugir ou deixå-lo para alguém que nos garanta a adrenalina, o estresse e o desconforto que estão segurando. .

É difĂ­cil sair de um vĂ­cio, mas nĂŁo Ă© de forma alguma impossĂ­vel. HĂĄ muitas pessoas que tĂȘm relacionamentos trĂĄgicos e que os tornam infelizes. Relacionamentos em que a mentira, a infidelidade e a manipulação estĂŁo sempre presentes, nĂŁo deixando espaço para tranquilidade e calma.


Se nossa infĂąncia foi caracterizada por um ambiente semelhante, Ă© natural desenvolver tal vĂ­cio. No entanto, sempre Ă© possĂ­vel reprogramar essa ideia nociva de amor. Claro, sempre com a ajuda de um profissional.

Adicione um comentĂĄrio do DependĂȘncia de estresse, em que consiste?
ComentĂĄrio enviado com sucesso! Vamos analisĂĄ-lo nas prĂłximas horas.