close
    search Buscar

    Ser quem mais ama no casal: vantagem ou maldição?

    Quem sou
    Joe Dispenza
    @joedispenza
    FONTES CONSULTADAS:

    wikipedia.org

    Comentários sobre o item:

    aviso de conteúdo

    O relacionamento ideal é aquele em que ambos os membros se comprometem no mesmo nível e se amam da mesma maneira. Porém, não vivemos em um mundo ideal e às vezes, por vários motivos, um dos dois está mais comprometido do que o outro; às vezes isso acontece porque uma das duas pessoas está envolvida em um projeto importante que leva muito tempo ou simplesmente porque ela não está pronta para lhe dar amor incondicional. Na verdade, amar incondicionalmente é muito assustador e nem todo mundo é capaz disso.De uma forma ou de outra, a verdade é que quem ama mais costuma se sentir em desvantagem, principalmente porque nos ensinaram que devemos amar assim. é estúpido, que não é bom mostrar seus sentimentos porque a outra pessoa poderia tirar vantagem disso, e que é certo pedir ao outro que retribua a mesma quantidade de amor para nós (como se fosse um bem material que pertencesse para nós) Quero dizer sem preâmbulos: são bobagens, crenças que nos foram transmitidas e nas quais acreditamos cegamente, sem nunca parar para refletir sobre a questão. Aqueles que amam mais, na verdade, têm muito mais vantagens e podem obter muitos benefícios de seus sentimentos. Obviamente, todos nós gostamos de nos sentir amados, não estou me referindo ao não correspondido, mas àqueles relacionamentos em que um dos dois dá mais do que o outro, mas, até certo ponto, ambos estão comprometidos no relacionamento.

    Como você consegue ser quem mais ama?

    Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que o amor é um sentimento maravilhoso que nos mergulha numa espécie de limbo celestial, por isso se diz que o amor nos dá asas. Portanto, o mero fato de amar em si implica mudanças muito positivas. Não há nada de vergonhoso nisso.
    1. Comunique como você se sente.
    As pessoas costumam ficar tensas porque não querem ser as primeiras a dizer a frase "Eu te amo". É um pouco assustador, principalmente porque tememos ser rejeitados, mas ... não é pior esconder o que sentimos? Mostrar nossos sentimentos ao outro não é apenas um sinal de maturidade, mas também servirá para transmitir confiança e permitir que ele viva o relacionamento com menos medo e dúvida. Além disso, lembre-se de que o amor é expresso não apenas em palavras, mas também por meio de ações.
    2. Evite a mentalidade de dar e pedir.
    Erich Fromm disse que existem diferentes tipos de amor. Há um amor em que você dá algo para receber algo em troca e há um amor que você dá pela pura alegria de dar, porque assim você sente prazer sem esperar nada em troca. É um sentimento maravilhoso, muito melhor do que contar quantas vezes você disse "eu te amo" e quantas vezes o outro disse isso para você. Viver o amor desta forma não só é mais fácil, mas também nos permite crescer como pessoa.

    3. Dê-lhe algum espaço. Normalmente o apaixonado gostaria de estar constantemente com o outro, mas isso às vezes provoca uma reação de rejeição, pois o outro percebe que sua liberdade está sendo limitada. Na verdade, amar não é absorver, é procurar pontos em comum, mas de forma que ambos se sintam livres. O amor não é um vício, não é uma simbiose perfeita, mas sim a união de duas pessoas com sentimentos e interesses comuns, mas que, no final, permanecem duas pessoas.





    • 28 Obtenha crescimento pessoal
    Adicione um comentário a partir de Ser quem mais ama no casal: vantagem ou maldição?
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.