close
    search Buscar

    Você precisa - dar e receber - 5 elogios para cada crítica

    Quem sou
    Louise Hay
    @louisehay
    FONTES CONSULTADAS:

    wikipedia.org

    Comentários sobre o item:

    aviso de conteúdo

    Às vezes, mesmo que não percebamos, mantemos um estilo de comunicação muito crítico e até hostil. Criticar vem naturalmente, aprender a não fazer julgamentos de valor e aceitar sem julgar são habilidades mais complexas que requerem preparação.

    Para isso, proponho um exercício muito simples: tente descobrir o rosto triste na imagem que aparece abaixo.

    Você provavelmente terá feito isso em breve. A maioria das pessoas acha seus rostos tristes facilmente. E está provado que o mesmo acontece conosco no dia a dia.



    Na prática, percebemos mais os eventos negativos, seu impacto é maior do que os positivos. Se uma pessoa está de mau humor, ela tende a se lembrar das experiências negativas que teve e será mais difícil para ela se lembrar dos bons momentos.

    Da mesma forma, um único ato negativo pode ter um efeito desproporcional na reputação de alguém e pode levar anos para que essa pessoa recupere sua imagem. Um elogio pode inflar momentaneamente nosso ego, mas uma crítica pode ter efeitos devastadores ao longo da vida.

    Por isso é importante prestar atenção à nossa fala, principalmente no contexto da relação de casal, com nossos filhos, pais ou amigos, pois algumas palavras podem magoar profundamente, muito mais do que imaginamos.

    São necessários 5 elogios para cancelar uma crítica

    O psicólogo John Gottman passou mais de três décadas analisando os fatores que predizem que um casal permanecerá junto e será feliz. Ele descobriu uma coisa muito curiosa ao examinar os comentários das pessoas: a frequência dos comentários positivos deve ultrapassar a dos negativos, na proporção de 5: 1.

    Em outras palavras, são necessários cinco comentários positivos, mostrando compreensão e apoio, para poder cancelar um único comentário negativo que tenha um tom de desprezo, hostilidade ou crítica negativa.



    Surpreendentemente, Gottman também descobriu que o nível de feedback positivo costuma ser muito baixo. Por quê?

    A resposta é muito simples: quando uma pessoa nos faz um comentário positivo, por mais trivial que seja, tendemos a agradecê-la. Mas nem sempre respondemos com outro comentário positivo, então quebramos o "círculo das boas vibrações".

    Por outro lado, quando recebemos um comentário negativo, temos a tendência de responder imediatamente com um comentário mais severo, que por sua vez desencadeia mais hostilidade. Dessa forma, a situação rapidamente sai do controle e pode terminar em uma discussão. Na verdade, você provavelmente se lembra da última briga com seu parceiro que começou por um motivo estúpido.

    Obviamente o problema é que esse mecanismo ocorre automaticamente, não percebemos que estamos rompendo o círculo positivo e desencadeando um círculo vicioso de negatividade.

    Se você não quer se tornar uma pessoa tóxica, com quem ninguém quer ser, é melhor começar a tomar consciência desse mecanismo. Simplesmente não alimentar o ciclo de negatividade com comentários cortantes e críticos melhorará muito seus relacionamentos interpessoais e, a longo prazo, aumentará seu bem-estar.

    Como fazer isso?

    - Inclua palavras positivas em seu discurso

    Um estudo conduzido na Universidade do Texas recrutou 80 casais que haviam começado seu relacionamento recentemente. Durante três meses, eles coletaram as mensagens que essas pessoas enviaram umas às outras. Os psicólogos descobriram que os casais que escreveram em termos mais positivos não apenas permaneceram juntos, mas também se sentiram satisfeitos com o relacionamento.

    Porém, aqueles que usaram mais palavras negativas, criticaram ou simplesmente referiram-se às atividades cotidianas, não só se sentiram mais insatisfeitos, mas muitos deles já haviam se desintegrado.


    Portanto, a mensagem é clara: é importante que você se esforce todos os dias para incluir palavras de compreensão, encorajamento ou apoio em seu discurso.



    - Use o pensamento comparativo

    Psicólogos da Universidade de Groningen questionaram se o pensamento comparativo poderia ser usado como uma ferramenta para melhorar as relações interpessoais e evitar atritos. Portanto, eles recrutaram casais que estavam em um relacionamento estável e pediram que pensassem um no outro de duas maneiras diferentes. Um grupo foi solicitado a explicar em poucas palavras por que seu relacionamento era satisfatório. O segundo grupo foi solicitado a pensar em outros relacionamentos que não eram tão satisfatórios e a explicar por que o deles era melhor.

    Na prática, as duas tarefas eram idênticas: explicar por que os relacionamentos eram satisfatórios. Porém, o caminho era diferente. Ao final constatou-se que quem fez a comparação destacou mais aspectos positivos do parceiro.


    Portanto, a estratégia é simples: para se manter na positividade por muito tempo, é útil fazer comparações e lembrar de tudo que pode dar errado. Desse modo, perceberemos que nossa realidade não é tão negativa quanto a percebemos.

    Adicione um comentário a partir de Você precisa - dar e receber - 5 elogios para cada crítica
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.