close
    search Buscar

    Os 3 idiotas mentais que você precisa parar (agora)

    Quem sou
    Joe Dispenza
    @joedispenza
    FONTES CONSULTADAS:

    wikipedia.org

    Coment√°rios sobre o item:

    aviso de conte√ļdo


    Levante a mão se você nunca deu uma grande punheta mental! Neste artigo, veremos os 3 piores e como se livrar deles.

    "O pensamento é como uma faca: você pode passar manteiga no pão ou cortar a garganta."


    Ainda me lembro daquele dia no Feltrinelli em Bolonha quando encontrei este livrinho com um t√≠tulo estranho em minhas m√£os: Como parar de se masturbar e aproveitar a vida. O autor, Giulio Cesare Giacobbe, √© uma personalidade multifacetada: fil√≥sofo, especialista renascentista, psicoterapeuta, profundo conhecedor das disciplinas orientais, mas sobretudo um escritor "sui generis". H√° quem ame e h√° quem odeie o seu estilo, pessoalmente sempre apreciei o tom coloquial, ir√≥nico e por vezes humor√≠stico com que Giulio Cesare Giacobbe trata mesmo as complexas quest√Ķes psicol√≥gicas. Eu tamb√©m estaria mentindo se dissesse que ler as letras dele n√£o influenciou a maneira como falo sobre crescimento pessoal aqui no GetPersonalGrowth.



    Ok, colocamos o par√™ntese hist√≥rico-nost√°lgico, √© hora de voltar ao tema deste artigo: o infame serras mentais. Talvez a express√£o n√£o seja das mais elegantes e desaconselho a utiliz√°-la no caso de ser convidado para um ch√° pela Rainha Elizabeth II, mas certamente d√° a ideia. As serras mentais nada mais s√£o do que aqueles pensamentos indesej√°veis ‚Äč‚Äčque entopem nossas cabe√ßas e dos quais gostar√≠amos de nos livrar ou, de alguma forma, calar a boca.

    Em um post recente, vimos como se livrar das preocupa√ß√Ķes (um √≥timo exemplo de serragem mental) usando o famoso √°rvore de problemas. No artigo de hoje, gostaria de falar com voc√™ sobre 3 serras mentais muito difundido e perigoso, mas acima de tudo gostaria de lhe dar algumas id√©ias pr√°ticas para lidar com GetPersonalGrowth esses pensamentos indesej√°veis. Venha comigo que estou spieco voc√™!


    Serra mental n¬ļ 1: meditando sobre o que voc√™ n√£o pode controlar

    “Se você pode resolver um problema, não se preocupe. Se você não conseguir resolver um problema, não se preocupe. "


    Lao Tzu.

    Pensando no ver√£o aqui na Espanha, n√£o sei se foram mais os mil√≠metros de √°gua que ca√≠ram no ch√£o ou os posts no Facebook que falavam disso. Dedicamos uma quantidade quase embara√ßosa de tempo e energia mental a fatos e eventos sobre os quais temos um controlar pouco ou nenhum: condi√ß√Ķes clim√°ticas, pol√≠tica nacional e internacional, tend√™ncias macroecon√īmicas, o corte de cabelo mais recente de Paris Hilton. Todos esses pensamentos s√£o um exemplo perfeito do primeiro tipo de punheta mental sobre o qual quero falar: pensar continuamente sobre o que n√£o temos controle.

    Sempre que focamos esses pensamentos, estamos na verdade abrindo mão de nosso poder pessoal, permitindo que a insegurança assuma o controle de nossa vida. Para se livrar desta categoria de serragem mental, você precisa estar ciente de 3 esferas de controle.

    As 3 esferas de controle

    Aprendi pela primeira vez o conceito de esferas de controle no livro "Os 7 H√°bitos das Pessoas Altamente Eficazes‚ÄĚPor Stephen Covey. Na verdade, o modelo que vou propor √© um pouco diferente, mas a ess√™ncia da quest√£o n√£o muda. Conforme mostrado no gr√°fico abaixo, podemos identificar 3 esferas de controle:

    As 3 esferas s√£o, portanto:

    1. A esfera de interesse. Ele coleta tudo o que você tem interesse ou preocupação, mas sobre o qual você tem controle zero ou, pelo menos, controle limitado.
    2. A esfera de influência. Inclui tudo e todos sobre os quais você pode ter um impacto direto, mas ainda não consegue controlar 100%.
    3. A esfera de controle. Inclui o que voc√™ tem controle total, ou seja: suas decis√Ķes e a√ß√Ķes subsequentes.

    Todos os pensamentos relativos a quest√Ķes fora de sua esfera de controle e esfera de influ√™ncia s√£o serras mentais. Para se livrar dele, voc√™ essencialmente tem que mudar sua aten√ß√£o da esfera externa para a mais interna. Isso √© alcan√ßado:



    • Concentrando-se em sua esfera de controle. Se sua mente est√° focada em elaborar mil mand√≠bulas mentais relacionadas ao clima, economia ou pol√≠tica, ela n√£o ter√° tempo material para se concentrar nas √ļnicas duas coisas que impactam diretamente na sua qualidade de vida: as decis√Ķes que voc√™ toma e as a√ß√Ķes que voc√™ pegue. Olho, n√£o estamos falando aqui de sistemas m√°ximos, mas das dezenas de pequenas escolhas e atividades que caracterizam o seu dia: a hora que voc√™ acorda, o que voc√™ come, o trabalho que voc√™ faz (ou que voc√™ decide procrastinar) e assim por diante. . Quanto mais aten√ß√£o voc√™ dedica √†s decis√Ķes e a√ß√Ķes di√°rias, menos seiva voc√™ torna dispon√≠vel para serras mentais. N√£o somente. Concentrar-se no que voc√™ pode controlar tamb√©m o ajudar√° a aumentar sua auto-estima, fortalecendo a sua pr√≥pria Locus de controle interno.
    • Trabalhando constantemente em sua esfera de influ√™ncia. Ao contr√°rio do que dizem os v√°rios para-gurus, voc√™ n√£o √© o arquiteto do seu destino, ou pelo menos n√£o √© 100%. Como vimos, as √ļnicas coisas sobre as quais realmente temos controle s√£o nossas decis√Ķes e a√ß√Ķes - voc√™ n√£o pode ter controle total sobre sua nota no exame, a promo√ß√£o no escrit√≥rio, sua sa√ļde, seus relacionamentos ou suas pr√≥prias finan√ßas. Aceitar a possibilidade de que, apesar de seus melhores esfor√ßos, algo possa dar errado ir√° livr√°-lo de muitos cortes mentais desnecess√°rios. Aceita√ß√£o, por√©m, n√£o corresponde a rendi√ß√£o: seja pr√≥-ativo, ou seja, suas decis√Ķes e a√ß√Ķes contribuam continuamente para aumentar as chances de obten√ß√£o de determinado resultado dentro de sua esfera de influ√™ncia. Voc√™ quer melhorar sua sa√ļde? Voc√™ quer ganhar dinheiro? Voc√™ quer ter relacionamentos gratificantes? Use sua esfera de controle para trabalhar continuamente nesses objetivos.
    • Ignorando todo o resto. Ignorar a esfera de interesse n√£o significa ser ego√≠sta ou indiferente ao que acontece no mundo: √© exatamente o contr√°rio. Quando decidimos deliberadamente ignorar o que n√£o podemos mudar, tamb√©m assumimos a responsabilidade de fazer tudo ao nosso alcance para dar uma contribui√ß√£o positiva para a sociedade. Como vimos, por exemplo, no postagem anterior, voc√™ n√£o pode fazer nada para mudar a din√Ęmica da economia global, mas pode fazer muito para mudar a din√Ęmica da sua economia pessoal, criando algo de valor para quem o segue.

    "Dê-me serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para mudar o que posso e sabedoria para reconhecer a diferença."



    R.Niebuhr.

    Agora, vamos passar para a segunda categoria de serras mentais.

    Mental saw # 2: brainstorm sobre o que você não tem

    Voc√™ conhece a sua conex√£o ADSL que o faz invocar as divindades tutelares toda vez que tenta assistir um filme em streaming ?! Aqui, seu c√©rebro tamb√©m tem um largura de banda limitada. Isso significa que voc√™ s√≥ pode se concentrar em uma quantidade finita de informa√ß√Ķes e, para isso, sua mente consciente "apaga" automaticamente todas as outras informa√ß√Ķes √†s quais voc√™ decidiu n√£o prestar aten√ß√£o. Voc√™ n√£o acredita em mim? Tente fazer isso de forma simples teste de concentra√ß√£o. Se voc√™ conhece o truque √© trivial, mas garanto que 8 em cada 10 leitores, na primeira tentativa, ficam completamente maravilhados.

    Se nossa mente funciona assim, o que você acha que acontece quando a obstruímos com pensamentos sobre o que não temos?

    Pensar constantemente sobre o que est√° ausente em nossa vida √© uma delas serras mentais mais perigosas com certeza, porque nos priva do prazer de desfrutar o que h√° em nossa vida e pelo qual devemos ser gratos. No entanto, podemos neutralizar esses pensamentos indesejados com suas pr√≥prias armas. Ao colocarmos deliberadamente nossa aten√ß√£o no que j√° est√° presente em nossa vida, no que podemos ser gratos, automaticamente tiramos o corte mental. Se voc√™ quiser se aprofundar neste assunto, recomendo este post dedicado a poder de gratid√£o.

    Conclu√≠mos com o √ļltimo tipo de filme mental.

    Serra mental n¬ļ 3: repensar o passado e se preocupar com o futuro

    "Para parar de ser sacudido mentalmente, você precisa voltar sua atenção para o que está fazendo, para o que está acontecendo, para o mundo ao seu redor."

    GC Jacob.

    Uma das principais características das serras mentais é que elas estão ancoradas no passado ou no futuro. Se estivermos totalmente focados no momento presente, as serras mentais simplesmente derreterão como neve ao sol. Sim André, mas o que devo fazer de concreto ?!

    • O serrar mental sobre o passado √© chamado Rimpianti. Quando somos dominados por arrependimentos, n√£o fazemos nada al√©m de reviver em nossas cabe√ßas uma escolha errada do passado. Para se livrar desses pensamentos dolorosos, √© extremamente importante compreender as li√ß√Ķes que eles cont√™m. O arrependimento tem, de fato, uma fun√ß√£o psicol√≥gica fundamental: serve para nos lembrar que n√£o devemos cometer os mesmos erros. Para lidar com este tipo espec√≠fico de serra√ß√£o mental devemos nos colocar a seguinte pergunta: ‚Äúque li√ß√£o posso tirar hoje do erro que cometi ontem, para n√£o cometer novos amanh√£?‚ÄĚ. Esta pergunta simples √© estruturada de forma a deslocar o foco do passado para o presente e o futuro. Experimente us√°-lo e me diga como foi.
    • A vis√£o mental sobre o futuro √© chamada cuidado. J√° no in√≠cio desta postagem, sugeri que voc√™ abordasse suas preocupa√ß√Ķes usando a √°rvore de problemas. Se voc√™ est√° assombrado por preocupa√ß√Ķes, no entanto, sugiro que crie um momento de pausa usando o Estratagema de Bruce Lee: pegue uma folha de papel, fa√ßa uma lista de tudo o que te preocupa, amasse a folha de papel e‚Ķ ponha fogo. Por favor, seja cuidadoso! Quer voc√™ se torne respons√°vel por alguns milhares de inc√™ndios na Espanha!

    Neste post cobrimos muitos aspectos, mas antes de me despedir gostaria de compartilhar com vocês uma reflexão final: Espero que a leitura do artigo GetPersonalGrowth tenha se tornado um bom hábito para você. Mas não basta ler: se você não colocar em prática nem mesmo uma pequena técnica das que sugiro, todas essas palavras correm o risco de ser nada mais do que ... espasmos mentais e, como vimos, já temos o suficiente delas girando em nossas cabeças.


    Adicione um comentário a partir de Os 3 idiotas mentais que você precisa parar (agora)
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.