Eu senti mais necessidade do que amor

Eu senti mais necessidade do que amor

Eu senti mais necessidade do que amor

Última atualização: 22 de junho de 2016

Eu realmente amo ou apenas preciso? Às vezes acontece de descobrir que não amamos realmente aquela pessoa que dissemos amar tanto. Então, estamos vivendo em uma mentira? Nós dois mentimos para a outra pessoa e para nós mesmos?

Hoje queremos tentar responder a essas perguntas, entender qual é o limite que separa a necessidade do amor. E se esse limite não existir? Existe uma relação entre amor e necessidade?



Talvez n√£o fosse amor, talvez fosse apenas a pequena necessidade de tentar algo diferente. Algo que, por um momento, marcou minha vida.

Amor ou necessidade?

O amor é um sentimento que não tem nada a ver com conceitos antiquados como posse. Sabemos que é um sentimento tão forte que é capaz de superar qualquer obstáculo. Podemos até amar uma pessoa que não está fisicamente conosco porque, como acabamos de dizer, amar não significa ter ou possuir.

Mas quando nos encontramos vivendo com o amor de nossa vida, podemos descobrir que nossa necessidade dele é mais forte do que o próprio amor. Pense nisso: por que você precisa do seu parceiro? Em quais aspectos da sua vida ela é essencial para você? Você certamente perceberá que precisa do seu parceiro para muitas coisas na vida.

Por exemplo, você pode precisar cuidar dos filhos, fazer compras, preparar comida, ou ocasionalmente dar uma carona... Não percebemos, mas às vezes a necessidade desempenha um papel muito mais importante do que o amor mesmo.


O amor n√£o √© cego, o que √© cego √© a necessidade de se sentir amado ou pr√≥ximo de algu√©m... E essa necessidade cega √© o que te faz ficar com algu√©m mesmo quando voc√™ sabe que n√£o deveria.


√Č a√≠ que voc√™ deve parar e pensar se ainda ama seu parceiro, porque talvez tenha chegado o momento em que voc√™ s√≥ precisa dele. E voc√™ sabe o que vai acontecer quando voc√™ n√£o precisar mais dele? Que o relacionamento vai come√ßar a rachar e, em algum momento, vai acabar.

A melhor maneira de ser feliz com alguém é aprender a ser feliz sozinho. Só assim a empresa pode se tornar uma escolha, e não uma necessidade. Eu precisava... e você?

Se, por outro lado, você descarta a possibilidade de haver um problema psicológico que o leva a procurar um parceiro, podemos passar para outra questão. Em qualquer relacionamento há uma parte da "necessidade" da qual precisamos estar cientes. Claro, essa necessidade nunca deve ser mais importante do que o amor.

Se a necessidade é mais forte que o amor, é bom repensar nosso relacionamento para entender onde estamos errando... Porque, às vezes, acreditamos que a necessidade é o amor e não percebemos que não é.

Amor em toda a sua essência

O amor é tão difícil de descrever precisamente porque é um conjunto de muitas coisas, até mesmo de necessidade. Uma necessidade que sempre será um pouco egoísta, pois surge do desejo de alcançar nosso bem-estar e nos sentirmos bem.


Mas o amor tamb√©m √© liberdade, porque n√£o conhece r√≥tulos nem barreiras, √© um sentimento puro que voa. Tentar reprimi-lo ou apreend√™-lo √© um grave erro. √Č normal precisar do seu parceiro, mas nem sempre essa necessidade est√° relacionada ao amor.


Abandonar uma situação ou uma pessoa não significa ignorá-la, mas aceitá-la sem precisar controlá-la. Deixar ir deve se tornar um ato de amor, não de medo.

Pergunte a si mesmo toda vez que sentir necessidade: senti mais necessidade do que amor? Se a resposta for sim, é importante dar um passo atrás e começar a mudar as atitudes que te trouxeram até aqui. A necessidade é uma área confortável e muitas vezes agradável, mas também é uma área muito egoísta.


Devemos aprender a equilibrar amor e necessidade se quisermos que nossos relacionamentos sejam felizes, para também pensar nas necessidades do outro. Todo mundo gosta de vez em quando que os outros precisam de nós, mas nos deixa ainda mais felizes que eles nos amam.

Adicione um coment√°rio do Eu senti mais necessidade do que amor
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.