24 regras para a vida

Quem sou
Joe Dispenza
@joedispenza
FONTES CONSULTADAS:

wikipedia.org

A coleção completa de 24 princípios éticos baseados na biologia, mitologia, religião, literatura e pesquisa científica pelo Prof. Jordan Peterson.

Se eu tivesse que citar o autor que mais influenciou minha trajet√≥ria de crescimento pessoal nos √ļltimos 5 anos, sem d√ļvida escolheria o psic√≥logo cl√≠nico canadense e professor universit√°rio. Jordan Peterson.

Em uma crise de identidade no Ocidente e em uma sociedade cada vez mais líquida, Peterson nos lembra daqueles valores e aqueles princípios profundas que norteiam o ser humano há milênios. Valores que muitas vezes tomamos como certos ou que, pior, estamos dispostos a sacrificar em nome do "politicamente correto".



Suas in√ļmeras li√ß√Ķes sobre Youtube e suas conversas √† beira do rio como convidado nos podcasts internacionais de maior sucesso foram vistas e ouvidas centenas de milh√Ķes de vezes, tornando-o um dos intelectuais mais influentes do Ocidente em apenas alguns anos.

Portanto, √© f√°cil se perder no material intermin√°vel compartilhado pelo ex-professor de Harvard nos √ļltimos 5 anos.

Felizmente, a partir de 2018, o Prof. Peterson publicou dois livros:

  1. 12 regras para a vida: um ant√≠doto para o caos .
  2. Além da ordem: mais 12 regras para a vida.

Nestes dois textos são recolhidos os 24 princípios ponto central do pensamento de Peterson.

Tendo concluído recentemente a leitura do segundo texto ("Além da Ordem"), pensei em compartilhar a lista completa de Regras 24, acompanhado por meu breve comentário.

√Č um resumo-lembrete que fiz para mim e espero que seja √ļtil para voc√™ tamb√©m ūüėČ

Isso é bem compreendido, no entanto ... sintetizar leva inevitavelmente à simplificação.



Cada capítulo dos dois livros de Peterson é na verdade um pequeno tratado sobre teologia, biologia, filologia e psicologia coloque junto.

Longe de mim querer banalizar as palavras de Peterson. Se você tiver essa impressão nos próximos minutos, será mais um motivo para ler a versão estendida dessas regras encontradas nos livros originais.

Tendo esclarecido este ponto, vamos começar com a primeira sequência de 12 regras do primeiro livro de Peterson:

1. Fique em linha reta com os ombros para tr√°s

Mantenha um postura ereta não é apenas um bom conselho de "fisioterapia".

Encarar a vida com a cabe√ßa erguida e as costas retas significa assumir suas responsabilidades. Significa n√£o ter medo de expressar seus pensamentos. √Č ter a coragem de viver plenamente, ciente dos riscos, mas nunca paralisada por eles.

A postura a que Peterson se refere é uma postura metafísica, mas puxar o peito para fora e endireitar os ombros é um gesto físico capaz de desencadear uma nova atitude mental.

Isso nos ajuda a mudar a percepção que temos de nós mesmos, mas também ajuda o mundo a nos ver com novos olhos.

2. Trate-se como se tratasse com aqueles que confiam em você

Às vezes, somos nossos próprios piores carrascos.

Na verdade, o paradoxo é que, como seres humanos, somos capazes de sentir muito mais empatia para os outros (ou mesmo para os animais), do que fazemos para nós mesmos.


Às vezes, devemos apenas silenciar nosso eu excessivamente crítico e começar a cuidar de nós mesmos como faríamos com nosso melhor amigo.

3. Escolha amigos que desejam o melhor para você

As pessoas com quem você anda fazem de você uma pessoa melhor ou pior?


Não é uma pergunta difícil e por dentro você já sabe a resposta.

Se seus círculos sociais atuais são um terreno fértil para hábitos destrutivos atitudes negativo ou, em geral, levam você a pensar, se comportar e viver abaixo do seu real potencial, você tem a responsabilidade de mudar relacionamentos.

Sua vida est√° em jogo.

4. Compare-se com quem você era ontem, em vez de se comparar com outra pessoa

Constantemente nos confrontando com a vida filtrada e editada que milh√Ķes de outras pessoas est√£o postando por conta pr√≥pria agora canais sociais inevitavelmente nos leva a tentar inv√≠dia, ansiedade de desempenho e sensa√ß√£o de inadequa√ß√£o.

N√£o podemos, entretanto, comparar a p√°gina 100 do "livro da vida" de outra pessoa com a p√°gina 1 (ou 10) de nosso "livro".

Em geral, as vidas de duas pessoas, por mais semelhantes que sejam, nunca s√£o realmente compar√°veis.

Se realmente queremos confrontar alguém, esse alguém deve ser quem éramos ontem ou no ano passado.

Crescemos, amadurecemos e melhoramos em compara√ß√£o com ele ou ela? Este √© o √ļnico verdadeiro benchmark que dever√≠amos ter.

5. N√£o deixe seus filhos fazerem algo que os agradar√° menos

√Č f√°cil reclamar ou culpar nossos filhos pelo que n√£o gostamos neles. Primeiro porque "s√£o filhos √ļnicos", depois porque "a adolesc√™ncia √© uma idade dif√≠cil".


√Č ineg√°vel que o com√©rcio de paternidade √© uma das mais dif√≠ceis e, na aus√™ncia de ensaios gerais, muitas vezes √© aprendida na pele dos filhos.

Mas lembre-se de que você é o adulto, não eles.

Se voc√™ n√£o consegue suportar suas a√ß√Ķes ou atitudes, pense em quantos estranhos n√£o os amam tanto quanto voc√™ pode. E que consequ√™ncias isso pode ter na vida adulta.


Definir regole chiare.

O papel dos pais não é ser amigo dos filhos, mas fornecer-lhes uma orientação sólida e as ferramentas para se tornarem adultos maduros, funcionais e acolhedores na sociedade.

Criar pessoas que você aprecia, respeita e admira (e também ama, como qualquer pai) é o que em inglês chamaríamos de ganha-ganha-ganha: para você como pai, para a sociedade e, acima de tudo, para seus próprios filhos.

6. Certifique-se de que sua casa est√° em perfeita ordem antes de criticar o resto do mundo

"Somos governados por um bando de incompetentes!"
"Meu chefe n√£o entende um clube!"
"Culpa da Europa!"
"O capitalismo est√° destruindo o mundo!"

Lendo certos coment√°rios sobre as not√≠cias do momento nas redes sociais, muitas vezes fica-se com a impress√£o de que √© um pa√≠s de 60 milh√Ķes de pessoas que acordam treinadores da sele√ß√£o √†s segundas-feiras, virologistas √†s ter√ßas-feiras, especialistas em geopol√≠tica √†s quartas-feiras e ganhadores do Nobel √†s quartas-feiras. Quintas-feiras.

E alguns mais, outros menos, todos somos culpados dessa atitude.

Em suma, estamos sempre prontos para criticar (da poltrona de casa) aqueles que têm responsabilidades de governo ou de decisão, mas dificilmente mostramos em nosso pequeno modo que conseguimos fazer o que está sob nosso controle funcionar: de nosso da forma física ao nosso trabalho, da nossa família à nossa conta bancária.

O direito de criticar é conquistado com o suor dos resultados.

7. Procure o que tem significado, n√£o vantagem pessoal

“O que distingue uma pessoa de sucesso? A capacidade de sacrificar "

No GetPersonalGrowth, tenho conversado com voc√™ h√° anos sobre gratifica√ß√£o instant√Ęnea e por que o sacrif√≠cio de desistir do que o deixa satisfeito hoje pode torn√°-lo mais feliz amanh√£.

A quest√£o central ent√£o se torna esta: o que devemos sacrificar para nos livrar do sofrimento?

Segundo Peterson, a resposta est√° em buscar o que tem um significado intr√≠nseco, o que d√° sentido √† vida mesmo nos momentos mais dif√≠ceis, evitando o que √© apenas r√°pido, instant√Ęneo ou conveniente.

Construir uma base sólida custa muito mais esforço, tempo e energia do que enterrar a poeira debaixo do tapete ou passar a batata quente para outra pessoa (às vezes o seu futuro eu).

No entanto, √© a melhor maneira de garantir mudan√ßas sustent√°veis ‚Äč‚Äče duradouras e bem-estar ao longo do tempo.

8. Diga a verdade, ou pelo menos n√£o minta

‚ÄúN√£o se contam mentiras‚ÄĚ √© um canto que nos acompanha desde que √©ramos crian√ßas. No entanto, quase nunca somos explicados por qu√™.

Segundo Peterson, na mentira não escondemos apenas um lado da realidade, mas também um lado de nossa personalidade.

Tornamo-nos parte de n√≥s turvos, renunciando a oferecer ao mundo aquela contribui√ß√£o √ļnica e aut√™ntica que temos para dar.

Nessa mentira, nessa tentativa desajeitada de preservar a imagem que gostaríamos de projetar de nós mesmos, perdemos a oportunidade de construir quem realmente somos.

Não apenas deixamos de nos revelar aos outros, mas, mais importante, da oportunidade de nos revelarmos a nós mesmos.

Uma pequena mentira após a outra, construímos um muro de mentiras que se torna uma máscara entre nós e o mundo.

Falar a verdade, para nós mesmos e para os outros, fortalece nosso caráter e toda a sociedade.

9. Sempre pense que a pessoa com quem você fala pode saber algo que você não sabe

Diz-se que a vida é curta demais para aprender apenas com os próprios erros; o sábio também aprende com os dos outros.

Ao ouvir as hist√≥rias e experi√™ncias de outras pessoas, voc√™ pode aprender essas li√ß√Ķes sem pagar o pre√ßo de ter que lidar com os mesmos problemas e sofrimentos. Pela primeira vez, vale a pena seguir um atalho ūüėČ

Mas tenha cuidado: ouvir ativamente significa transformar sua mente em uma tela em branco.

O que n√£o significa jogar o esp√≠rito cr√≠tico para fora da porta. Mas use as palavras e experi√™ncias de outras pessoas como janelas para um novo mundo, ao inv√©s de um espelho para confirmar suas verdades, id√©ias ou interpreta√ß√Ķes.

Ouça sem interromper, sem pensar na sua resposta e respeitando a experiência e a perspectiva da outra pessoa.

E, acima de tudo, n√£o se apegue ao que voc√™ sabe; em vez disso, use cada intera√ß√£o como uma explora√ß√£o m√ļtua de territ√≥rios ainda desconhecidos. √Č assim que voc√™ expande seus limites (e sua mente).

10. Fale com precis√£o

Como tamb√©m acontece nas rela√ß√Ķes conjugais, as pequenas coisas (h√°bitos irritantes, administra√ß√£o do lar, filhos ou finan√ßas ...) tendem a crescer quando n√£o s√£o tratadas na hora, transformando pequenas pedras em montanhas de mal-entendidos e brigas.

Evitar essas conversas o impede de abordar as causas b√°sicas dos problemas. E adivinha? A realidade n√£o pode ser mudada ignorando-a.

O remédio? Seja o máximo possível específico e sincero possível em dar um nome ao que é para ti causa de aborrecimento ou sofrimento e admitir a sua existência. Só quando os problemas são revelados é que é possível resolvê-los e passar do caos à ordem.

Pense no que você diz e diga o que você pensa. Seja com os outros ou, ainda mais, consigo mesmo.

11. Deixe as crianças que andam de skate sozinhas

Vivemos em uma sociedade em que o conceito de paternidade é cada vez mais o esforço para evitar todos os tipos de filhos desconforto, perigo o risco.

Quando um adolescente pratica skate, bicicleta ou outras atividades consideradas perigosas pela atitude protetora dos pais, sugerir que eles façam outra coisa é a coisa mais perigosa que podemos fazer. Porque não prepara o futuro adulto para os perigos do mundo, para viver com independência e encontrar o seu próprio caminho.

Como escrevi anos atrás na história da borboleta:

‚ÄúPor meio das dificuldades, a natureza nos torna mais fortes e dignos de realizar nossos sonhos‚ÄĚ.

Deixe as crian√ßas que andam de skate sozinhas: elas t√™m que viver suas quedas, seus hematomas e ossos quebrados. Freq√ľentemente, s√£o as √ļnicas li√ß√Ķes que est√£o dispostos a ouvir.

12. Se você encontrar um gato na rua, pare e acaricie-o

A √ļltima regra do primeiro livro de Peterson deriva de sua observa√ß√£o de um gato vadio e de um paralelo que ele tra√ßa com nossas vidas.

Navegar pelos mares de nossa existência é um pouco como a tentativa de um gato vadio de chegar ao fim do dia. Existem várias dificuldades a serem superadas, com certeza, mas a verdadeira questão é: o que você vai fazer para se adaptar ao mar agitado?

Em tempos dif√≠ceis, √© importante reconhecer o √Ęncoras para se agarrar e o o√°sis felizes para nos refrescarmos.

Quer seja um brilho de luz no escuro ou a doçura de acariciar um gato ou cachorro, lembre-se do que realmente importa e aproveite todas as oportunidades para tornar sua vida mais leve e brilhante.

Bem, agora vamos ver as outras 12 regras √©ticas contidas no √ļltimo best-seller do Dr. Peterson: "Al√©m da ordem - mais 12 regras para a vida".

Conforme mencionado, o livro, recém-lançado, ainda não foi traduzido para o espanhol, portanto não posso garantir que o texto das normas seja o mesmo que você encontrará na tradução oficial, mas fizemos o possível para respeitar as palavras e o significado escolhido, pelo psicólogo clínico canadense, sempre muito atento à precisão da linguagem.

Vamos l√°.

13. N√£o denigre institui√ß√Ķes sociais ou realiza√ß√Ķes criativas

O equil√≠brio entre ordem e caos √© um dos temas centrais do Pensamento Peterson. Os mesmos dois textos publicados nos √ļltimos anos representam um l'pedido (o livro branco das 12 primeiras regras), o outro o caos (o novo livro negro das outras 12 regras).

Com isso em mente, o psicólogo canadense aplaude aqueles indivíduos altamente criativos que são capazes de mostrar novos paradigmas à sociedade: de artistas a empreendedores inovadores, de cientistas a defensores dos direitos civis.

Ao mesmo tempo, por√©m, Peterson alerta contra aqueles que est√£o dispostos a desmantelar as institui√ß√Ķes sociais tradicionais com muita facilidade. No entanto, essas institui√ß√Ķes existem por uma raz√£o e se elas sobreviveram por d√©cadas ou mesmo mil√™nios √© porque s√£o capazes de desempenhar certas fun√ß√Ķes sociais de forma muito eficaz.

A regra 13 também pode ser aplicada à esfera pessoal.

Na verdade, é importante nos expormos continuamente a novas ideias, novos projetos, novas experiências, novas pessoas.

Mas é igualmente importante dar estrutura aos nossos dias através hábitos saudáveis, uma boa organização do nosso tempo e, em geral, aqueles comportamentos que nossa avó recomendaria.

14. Imagine quem você pode ser e, em seguida, mire resolutamente nessa direção

Muitas vezes, absorvidos pela rotina diária, paramos de imaginar quem poderíamos nos tornar "quando crescermos".

E é assim que chegamos ao final dos nossos dias exaustos, mas sem conseguir lembrar o que realmente alcançamos e em que direção caminhamos.

Neste capítulo do novo livro, Peterson destaca que todo ser humano é em parte natureza (DNA, genes, etc.) e em parte cultura (história, religião, mitologia), há uma passagem em particular que me impressionou:

“Aprendemos a ver o mundo e a sermos os heróis das histórias que são capazes de nos capturar. Essas histórias revelam capacidades escrito profundamente em nosso DNA, habilidades que podem permanecer dormentes se não forem desenvolvidas de maneira adequada. Somos portanto aventureiros, amantes, líderes, artistas e rebeldes esperando para ser acordado, e o primeiro passo para perceber isso é ver o reflexo de tudo o que podemos ser nos olhos de nossos heróis. "

Aqui, muitas vezes nos esquecemos dos heróis que cochilam dentro de nós, rendendo-se a uma vida medíocre que muitas vezes é estreita.

Devemos voltar a imaginar quem podemos realmente nos tornar em nossa vida e nos dedicar de corpo e alma para tornar essa imagem uma realidade.

15. Não esconda o que você não quer no nevoeiro

O evitamento é uma das estratégias mais clássicas que implementamos como seres humanos diante de um problema ou medo (a famosa procrastinação de que venho falando com meus leitores há anos se enquadra nessa área)

Às vezes, ficamos tão inconscientemente perturbados por uma situação que quase evitamos identificá-la.

A sugestão de Peterson é limpar a névoa a qualquer custo e descobrir se alguma pedra pontiaguda está realmente se escondendo.

Em alguns casos, descobriremos que n√£o h√° nada e, portanto, n√£o temos nada a temer.

Em outros casos, porém, as rochas pontiagudas estão realmente esperando por nós, mas, finalmente, poder vê-las nos permite evitá-las.

Em geral, quando paramos de ignorá-los e decidimos nomear nossos problemas, estamos efetivamente nos fortalecendo para resolvê-los.

16. Lembre-se de que a oportunidade espreita onde as responsabilidades foram negligenciadas

Outro dia eu estava lendo a história de um "millennial" (adjetivo agora usado em demasia) que se tornou contadino.

Essa pessoa falou com entusiasmo sobre os desafios de trabalhar a terra de acordo com os ditames org√Ęnicos e a satisfa√ß√£o de um contato redescoberto com a natureza. Entre outras coisas, sua fazenda estava tendo um sucesso consider√°vel.

Aqui, diante de um desemprego juvenil descontrolado, que dificilmente melhorará na pós-pandemia, esta história me lembrou do Dr. Peterson:

"Onde as pessoas pararam de assumir responsabilidades, grandes oportunidades est√£o escondidas."

Ou seja, se estivermos dispostos a assumir, com dedicação, compromissos que outras pessoas estão se esquivando ou enfrentando grosseiramente neste momento, podemos construir uma carreira e uma vida plena de satisfação.

17. Não faça o que você odeia

Vinculado à regra anterior, é importante lembrar que assumir responsabilidades que os outros tendem a evitar não significa nos obrigar a fazer coisas que odiamos.

Como costumo lembrar aos meus leitores, é inevitável ter que lidar com atividades muito pálidas e odiosas, mesmo no caminho para nossos sonhos mais brilhantes.

No entanto, isso n√£o significa que devemos aceitar a ideia de dedicar nossa vida a uma carreira ou, em geral, a atividades que basicamente desprezamos.

Deixe-se guiar por suas emo√ß√Ķes ao escolher seus projetos e, ent√£o, use sua disciplina para realiz√°-los.

18. Abandone a ideologia

Abri este artigo afirmando que Peterson foi um dos autores que mais influenciou minha trajet√≥ria de crescimento pessoal nos √ļltimos 5 anos.

Isso n√£o significa que aprecie todas as suas id√©ias ou afirma√ß√Ķes e, como j√° aconteceu no passado, n√£o excluo que no futuro ele possa rever minha posi√ß√£o sobre o autor canadense.

Ao mesmo tempo, por√©m, muitas das cr√≠ticas freq√ľentemente dirigidas a Peterson surgem de preconceitos ideol√≥gicos de um determinado partido pol√≠tico ou grupo de interesse.

Ouvindo essas pessoas, tem-se a impress√£o de que j√° est√£o repetindo frases, chav√Ķes e conceitos pr√©-embalado, como se, casando-se com uma ideologia espec√≠fica, tivessem decidido delegar sua liberdade de pensamento e cr√≠tica.

E esse é o perigo das ideologias: encontrar uma resposta (a mesma e muitas vezes errada) para qualquer problema do mundo, o que equivale a não enfrentar realmente nenhum problema.

Abandone a ideologia.

Não assuma uma posição preconceituosa sem primeiro mergulhar nela por conta própria, lendo com os olhos e ouvindo com os ouvidos.

19. Tente o m√°ximo que puder em pelo menos uma coisa e veja o que acontece

As uvas devem ser esmagadas para fazer vinho.
As sementes crescem no escuro.
Os diamantes s√£o formados sob enorme press√£o.
As azeitonas devem ser esmagadas para fazer o azeite.

Nada de valor é criado sem uma dose adequada de estresse.

Se você quer se realizar em sua vida, comece comprometendo-se, mas comprometendo-se realmente, em um projeto, objetivo ou hábito, e veja o que acontece.

Você pode desencadear um ciclo virtuoso de mudanças que virará sua vida de cabeça para baixo.

20. Tente deixar um c√īmodo da sua casa o mais bonito poss√≠vel

De acordo com Peterson, o beleza não tem mera função estética, mas pode representar um forte impulso para melhorar o mundo que nos rodeia.

Especificamente, essa regra contida no novo livro est√° ligada ao princ√≠pio 6 j√° visto anteriormente (‚ÄúFa√ßa sua casa em perfeita ordem antes de criticar o resto do mundo‚ÄĚ).

Se estamos empenhados em manter at√© mesmo um √ļnico c√īmodo em nossa casa o mais arrumado poss√≠vel, e estamos satisfeitos e orgulhosos de como assumimos o controle desta pequena √°rea de nossa vida, isso provavelmente nos inspirar√° a introduzir novas mudan√ßas, mudan√ßas que pode tocar gradualmente. esferas cada vez mais importantes.

Ordem e beleza podem, portanto, tornar-se ferramentas reais para o aprimoramento pessoal.

21. Se as velhas memórias ainda o incomodam, escreva-as cuidadosamente e por completo

Quer tenhamos sido vítimas ou perpetradores em nosso passado, não podemos permitir que essas memórias continuem a nos assombrar.

Com base em sua própria experiência clínica, o psicólogo canadense sugere que scrivere (e descreva) essas memórias com o máximo de detalhes possível.

O ato de escrever nos ajudará a dar sentido a essas lembranças, mas também a privá-las de parte de sua energia emocional na passagem no papel.

Em geral, ter as memórias que nos perturbam em preto e branco é o primeiro passo para lidar com elas.

22. Organize-se e trabalhe com dedicação para manter o romance em seu relacionamento

Anos de filmes rom√Ęnticos de Hollywood nos convenceram de que nosso √ļnico existe l√° fora alma g√™mea, o parceiro perfeito que dar√° sentido √† nossa vida e com quem iremos finalmente ‚Äúviver felizes para sempre‚ÄĚ.

A realidade, porém, é um pouco diferente.

Com toda a probabilidade, entre 7 bilh√Ķes de indiv√≠duos, h√° muito mais almas g√™meas do que gostar√≠amos de admitir e, com toda a probabilidade, sempre haver√° (ou quase todos) um parceiro melhor do que seu parceiro atual.

Mas o vero amore n√£o surge do encontro de duas pessoas, mas sim do seu:

  • compara√ß√£o.
  • choque.
  • conforto.
  • di√°logo.
  • Eu trope√ßo.
  • ...

Enfim, amor √© o que constru√≠mos um com o outro e Peterson convida seus leitores a nutrirem o romantismo em um casal com compromisso e const√Ęncia, seja por meio de ‚Äúencontros‚ÄĚ, jantares galantes ou momentos de total aten√ß√£o.

23. N√£o se permita ficar ressentido, falso ou arrogante

Às vezes, a vida, outras pessoas ou a sociedade como um todo podem nos machucar e destruir de maneiras tão inesperadas quanto injustas.

O que nos tornamos após esses "traumas", no entanto, é nossa escolha.

Se decidirmos nos entregar ao ressentimento, faremos de nós mesmos e do mundo um lugar pior.

24. Seja grato apesar do seu sofrimento

Dizer a uma pessoa com dor que deve ser grata pelo resto da vida pode parecer uma "bofetada".

A mensagem que Peterson quer passar com essa 24¬™ regra, por√©m, √© diferente e nada tem a ver com gratid√£o ing√™nua diante dos infort√ļnios.

Assim como amamos nossos entes queridos apesar de seus defeitos (ou talvez por causa deles), podemos amar a vida apesar do sofrimento inevit√°vel.

Na verdade, s√£o precisamente esses sofrimentos que tornam os momentos de felicidade, bem-estar e sucesso ainda mais especiais.

Nossa vida se define pelos contrastes que vivemos e morremos na planura de uma existência sem dificuldades.

Adicione um coment√°rio do 24 regras para a vida
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.