Uma técnica para eliminar a ansiedade: falar na terceira pessoa

Uma técnica para eliminar a ansiedade: falar na terceira pessoa

Você está sentado e relaxado, mas de repente se sente estranho. Você acha difícil respirar e sente um aperto no peito. A ansiedade aumenta e você não consegue se concentrar, mesmo que tente. É uma sensação que quase todas as pessoas já experimentaram, pois, em maior ou menor grau, todos fomos vítimas de ansiedade. Mas o problema surge quando a ansiedade se torna uma condição constante, quando afeta nosso desempenho e limita significativamente a qualidade de vida. Como a ansiedade pode ser tratada?



Não é novidade que o consumo de ansiolíticos aumentou de forma alarmante em todo o mundo. Na verdade, estima-se que pelo menos um em cada três espanhóis tenha usado essas drogas no ano passado.

No entanto, os medicamentos para ansiedade devem ser o último recurso disponível. Seria melhor tentar outras técnicas primeiro, que não tenham efeitos colaterais e visem combater a raiz do problema, em vez de escondê-lo. Uma técnica para tratar a ansiedade nos é proposta por um estudo realizado na Universidade de Michigan.

Trate a ansiedade falando consigo mesmo na terceira pessoa

Falando sozinhos, mas na terceira pessoa, usando pronomes como "ela" ou "ele" ou o nosso próprio nome, podemos aliviar a ansiedade e melhorar nosso desempenho em situações estressantes, como quando falamos em público ou queremos fazer uma boa impressão em uma entrevista de emprego.

Quando nos referimos a nós mesmos na terceira pessoa, em vez de usar o "eu" clássico, estabelecemos uma distância, um espaço entre o "eu" que observa e reflete e o "eu" que é vítima da ansiedade. Essa simples mudança no diálogo interno nos permite ver a situação em perspectiva, para que possamos encará-la como um desafio, e não como um obstáculo.


No estudo em questão, os voluntários foram convidados a imaginar uma situação em que não se sentissem à vontade, o que gerava muita ansiedade. O nível de ansiedade foi avaliado e eles foram solicitados a escrever os pensamentos que vieram à mente.


Em seguida, foram instigados a fazer várias declarações para controlar sua ansiedade, que teriam de repetir em suas mentes. Tais como: "Vou pensar em outra coisa", "Enfrentar essa situação vai me fazer sentir bem", ou "Vou fazer bem". O truque é que alguns participantes tiveram que repetir essas afirmações na primeira pessoa, enquanto outros na terceira pessoa.

Assim, os psicólogos descobriram que aqueles que se engajaram em um diálogo interior de terceira pessoa reduziram seus níveis de ansiedade.

O poder do diálogo interno

As pequenas mudanças na linguagem que usamos para nos referir a nós mesmos podem ter uma influência decisiva em nossa capacidade de regular pensamentos, emoções e comportamento em situações estressantes.

Não se trata apenas de pequenas frases motivacionais como "Eu consigo", mas de aproveitar ao máximo o poder do diálogo interior. Na verdade, uma meta-análise que coletou dados de mais de uma dúzia de estudos concluiu que as autoinstruções são altamente eficazes para aliviar a ansiedade e abordar as preocupações.

As autoinstruções nada mais são do que comentários que fazemos em nossas mentes quando nos deparamos com uma tarefa difícil ou nova. Se pudermos gerenciar bem nosso diálogo interno durante situações estressantes que geram ansiedade, podemos:


  1. Concentre nossa atenção, focalizando os elementos importantes do negócio
  2. Ajuste o esforço que fazemos para tomar decisões sobre o que fazer, como e
    quando
  3. Gerenciar reações emocionais em caso de contratempos

Portanto, da próxima vez que você estiver dominado pela ansiedade ou nervosismo, coloque seu diálogo interior para funcionar. E não se esqueça de se referir a si mesmo na terceira pessoa. É uma forma de aproveitar o seu coach interno.


Adicione um comentário do Uma técnica para eliminar a ansiedade: falar na terceira pessoa
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load