Saudade: um estado emocional profundo

Saudade: um estado emocional profundo

Saudade: um estado emocional profundo

Última atualização: 16 setembro, 2017

Saudade √© sentir o vazio deixado pela dist√Ęncia da pessoa amada, aquela chama que arde dentro de n√≥s e que jamais se apagar√°... o vento profundo que reacende a mem√≥ria da nossa p√°tria ou a melancolia que se gera sabendo que algo ou algu√©m pode nunca mais voltar ao nosso lado.

Saudade √© a presen√ßa da aus√™ncia. O desejo por algu√©m ou algo que lembramos com carinho, mas que sabemos que dificilmente voltaremos √† nossa vida. Um estado emocional profundo que mistura tristeza com afeto, deixando-nos com um sentimento agridoce, embora ainda tenhamos esperan√ßa.



“Saudade de um irmão que mora longe.
Saudade de uma cachoeira da inf√Ęncia.
Saudade com o sabor de uma fruta agora inalcançável.
Saudade do pai que morreu e do amigo imagin√°rio que nunca existiu...

Saudade de uma cidade.
Saudade de nós mesmos, quando vemos que o tempo não nos perdoa.
Todas essas saudadas doem.

Mas a saudade que mais dói é a de alguém que você ama"

-Miguel Falabella-

Saudade - uma palavra poderosa

Nenhuma palavra em italiano é capaz de encerrar o sentimento gerado pela memória cheia de afeto, mas que ao mesmo tempo dói. Na língua portuguesa essa sensação é representada, aliás, pela palavra saudade.

Uma palavra misteriosa, carregada de um significado amplamente estudado por fil√≥logos e linguistas na tentativa de estabelecer sua origem, sem, no entanto, chegar a uma resposta compartilhada. √Č tamb√©m por isso que √© t√£o complexo definir seu significado.

Mais do que um objeto concreto, esta palavra representa um conjunto de emo√ß√Ķes e sensa√ß√Ķes que se estendem ao passado e tamb√©m ao presente. Uma ess√™ncia que Manuel Melo, escritor portugu√™s, descreve como "bem que se padece y mal que se disfruta" (√© bom sofrer e mau alegrar-se).



Saudade √© uma palavra profundamente emocional que certamente √© dif√≠cil de entender em um √ļnico significado

Por outro lado, do ponto de vista filos√≥fico, Ram√≥n Pi√Īeiro, intelectual e pol√≠tico espanhol, descreveu este termo como um estado de esp√≠rito resultante de um sentimento de solid√£o. Desta forma, as diferentes formas de solid√£o derivam de tantos modelos de saudade: aquele que deriva das circunst√Ęncias (objetivo) e aquele ligado √† nossa vida mais √≠ntima (subjetiva).

Outras explica√ß√Ķes vinculam-no √† tentativa de retorno √† seguran√ßa b√°sica, atrav√©s da puls√£o de morte, ou √†s sensa√ß√Ķes ligadas ao local de origem. Como podemos ver, existem muitas defini√ß√Ķes diferentes que fluem para o aspecto psicol√≥gico.

Oltre la saudade 

Embora a saudade seja identificada como nostalgia ou melancolia, sua ess√™ncia mais profunda vai al√©m desses significados. Perceber isso n√£o s√≥ nos faz sofrer, mas nos permite adquirir consci√™ncia da import√Ęncia que certas pessoas ou momentos espec√≠ficos da nossa vida tiveram para n√≥s. Esteja ciente de que nada ser√° como antes e as situa√ß√Ķes que j√° vivemos e compartilhamos.

Como dissemos, esta palavra alude √† quebra das ondas na costa de nossa consci√™ncia. Um bater de mar que permite que a aus√™ncia se fa√ßa presente, inundando nosso esp√≠rito. √Č ent√£o que evocamos os olhos com os quais nunca mais voltaremos a nos conectar, √† pele que nunca mais voltaremos a acariciar e ao cheiro caracter√≠stico do lugar onde crescemos, o teatro de nossa inf√Ęncia, enquanto assistimos a um t√≠mido mas inexor√°vel queda do sol no horizonte, que cria sombras. A saudade √© o ponto de encontro entre a alegria da mem√≥ria e a tristeza da aus√™ncia.


Os rom√Ęnticos entenderam isso muito bem. Porque, como diz o escritor Miguel Falabella, a saudade que mais d√≥i est√° ligada √† mem√≥ria de uma pessoa que ainda amamos. Corresponde ao sentimento de vazio que antecede a consci√™ncia da impossibilidade de voltar a ficar juntos, mas ao mesmo tempo aceitar o destino, lembrando como fomos felizes juntos enquanto uma brisa de tristeza acaricia nossas cabe√ßas. Uma maneira bonita, mas dolorosa, de amar.



“A saudade que mais dói é a da pessoa amada. Da pele, do cheiro, dos beijos. De sua presença e sua ausência "

-Miguel Falabella- 

Alivie o sabor agridoce da memória

A saudade d√≥i, mas tamb√©m est√° ligada √† felicidade por meio de suas arinhas, porque ao perceber, espalhamos o que sentimos. Vamos mais longe para lembrar a felicidade e sentir a tristeza, sabendo que √© imposs√≠vel recuperar as sensa√ß√Ķes agrad√°veis ‚Äč‚Äčdos dias que foram. √Č como aprender a saborear o lado agridoce da mem√≥ria. Aquele que integra seus p√≥los opostos e encontra um equil√≠brio que √†s vezes nos consola...


"Saudade é o sentimento que percebi ao escrever esses versos e que você, lendo-os, provavelmente está experimentando..."

-Miguel Falabella-

Finalmente, saudade é sentir a vida com todos os poros da pele e aprender a dar o devido valor a tudo que nos cerca. Cada momento, cada detalhe, cada pessoa pode dar origem a esse estado emocional que nos coloca entre a dor e a felicidade.

E você... quando é que a saudade pega?

Adicione um coment√°rio do Saudade: um estado emocional profundo
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load