Respiração consciente: 3 técnicas úteis

Respiração consciente: 3 técnicas úteis

Nós respiramos desde que nascemos. A respiração é um ato de vida em si. Na maioria das vezes, no entanto, fazemos isso automaticamente. Neste artigo, apresentamos três técnicas de respiração úteis que podem melhorar nosso bem-estar físico e emocional.

Respiração consciente: 3 técnicas úteis

Última atualização: 15 de fevereiro de 2021

Respirar é sinônimo de vida, faz parte de nossa existência desde o momento em que nascemos até “respirarmos até o fim”. Fazemos isso automaticamente, mas a respiração é um dos processos fisiológicos básicos sobre os quais podemos ter algum controle. Neste artigo apresentaremos três técnicas úteis de respiração consciente para melhorar a percepção de nossas respirações.



Estar ciente de sua respiração é o primeiro passo para aprender a cuidar de si mesmo. Isso, de fato, nos permite bloquear todos os pensamentos que prendem nossa mente e manter o diálogo interno irritante à distância. Mas há muito mais: estar ciente de sua respiração permite gerenciá-la e direcioná-la.

A respiração inadequada pode causar fadiga, depressão ou ansiedade. A respiração consciente ajuda a resolver esses problemas, melhorando a condição física e mental. Existem inúmeras técnicas de respiração consciente através das quais se pode controlar a mente e mudar os pensamentos e o humor. Nas linhas seguintes apresentamos três.

Algumas orientações sobre respiração consciente

Nossa respiração varia de acordo com a atividade que estamos fazendo ou nosso estado de espírito. Quando realizamos a respiração consciente, o primeiro efeito que produzimos é um controle sobre nossos pensamentos, que por sua vez afetam nossas emoções.

Ao realizar qualquer técnica de respiração, recomenda-se não exceder trinta minutos de prática diária.


A respiração consciente ocorre sempre pelo nariz, tanto para inspirar quanto para expirar, mesmo quando a técnica envolve respirações lentas. É comum pensar que uma abundância de oxigênio no sangue é saudável, mas esse não é o caso.


O objetivo da respiração consciente é manter a oxigenação celular correta e que os níveis de CO2 presentes no sangue permitam que as funções vasodilatadoras normais sejam realizadas.

Caso contrário, você entrará em um estado de hiperventilação em que os níveis de CO2 no sangue diminuirão; como resultado, os vasos sanguíneos irão se contrair. Este é o caso da respiração holotrópica. Este último tipo de respiração deve ser realizado sob a supervisão de um profissional.

3 técnicas de respiração consciente

Respiração abdominal lenta

Se observarmos a forma como respiramos, perceberemos que em muitos casos o ar que inalamos entra apenas na parte superior dos pulmões. Se, por outro lado, observarmos a respiração de uma criança, veremos que o ar que ela inala incha sua barriga.

Com o tempo, na verdade, tendemos a perder a capacidade de respirar profundamente e com calma. Recuperar a respiração abdominal é o objetivo desta técnica.

Ao trazer o ar para o abdômen e perceber como ele incha, usamos a capacidade pulmonar total. Com a respiração abdominal, permitimos que o ar atinja até a parte mais baixa dos pulmões.

É muito importante fazê-lo devagar, para ser exato você tem que contar até cinco tanto ao inspirar quanto ao expirar. Esta é a técnica mais simples para começar a tomar consciência de sua respiração. Além disso, acalma a ansiedade.

Mantenha a respiração

Para realizar esta técnica, você precisa respirar fundo e segurar o ar nos pulmões por 10 segundos. Após este tempo, podemos liberar o ar lentamente. Esta técnica é amplamente utilizada para aliviar a tensão.



A respiração de retenção reversa consiste em fazer dez exercícios de respiração lenta, expelindo o máximo de ar possível na décima primeira expiração. Tente manter seus pulmões vazios pelo maior tempo possível antes de inalar o ar normalmente novamente.

Este exercício é realizado sequencialmente entre dez e quinze vezes. É especialmente indicado para quem tem problemas de insônia.

Técnica de aumento da frequência respiratória

Esta técnica tem várias variações, mas todas consistem em realizar um ciclo respiratório de dois segundos: um segundo para inspirar e um segundo para expirar. É usado quando você sente falta de energia. Esta técnica de respiração consciente tem o mesmo efeito estimulante que o café.


Uma variação desse tipo de respiração é visualizar-se mentalmente expelindo preguiça e apatia cada vez que expira. Pessoas que tendem a sofrer de ansiedade ou pressão alta devem evitar essa técnica porque aumenta a frequência cardíaca.

Adicione um comentário do Respiração consciente: 3 técnicas úteis
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

×
Deja aqui tu email para recibir nuestra newsletter semanal, llena de ofertas y novedades de tu ciudad