Olhar fixo: por que isso nos incomoda?

Quem sou
Louise Hay
@louisehay
FONTES CONSULTADAS:

wikipedia.org

Vamos imaginar que estamos sentados em um parque e de repente percebemos que uma pessoa est√° olhando para n√≥s. O que n√≥s vamos fazer? N√≥s olhamos para ele por alguns segundos, mas imediatamente separamos a vis√£o com algum constrangimento. Depois de alguns segundos, n√£o conseguimos resistir √† tenta√ß√£o e vamos voltar para ver se essa pessoa ainda est√° olhando para n√≥s. Se ele ainda est√° olhando para n√≥s provavelmente nos perguntamos o porqu√™, vamos nos sentir um pouco incomodados e at√© ficar um pouco alarmados. Por que nos sentimos assim? Devemos buscar a resposta em nosso passado mais remoto. Essa forma de olhar √© uma amea√ßa para muitos animais e at√© mesmo para os humanos. √Č uma luta real, mas com o olhar. Um estudo desenvolvido pela Universidade de Delaware enquanto estudava a comunica√ß√£o entre humanos e primatas, descobriu que quando as pessoas se aproximavam das gaiolas olhando para os animais, eles imediatamente come√ßaram a mostrar os dentes e balan√ßar a cabe√ßa amea√ßadoramente. No entanto, se as pessoas sacudissem a gaiola, mas mantivessem os olhos fechados, os macacos estavam alertas, mas n√£o amea√ßadores. Tem a ver com a for√ßa do olhar fixo que pode ser encontrado ao longo da hist√≥ria da humanidade, de fato em muitas culturas diferentes existem lendas sobre o "mau-olhado", um olhar que causa danos a quem o sofre. Mesmo em algumas t√°buas de argila atribu√≠das ao terceiro mil√™nio A. C. foram encontradas refer√™ncias a uma divindade que enviou o "mau-olhado". Havia tamb√©m outra cren√ßa paralela de que olhar tinha a propriedade de magia protetora. Na verdade, at√© 1947 a maioria dos barcos que navegavam para o Mediterr√Ęneo normalmente ostentava pinturas no casco dos olhos protetores. Por que existe esse tabu no olhar fixo? Uma das poss√≠veis explica√ß√Ķes que surgem refere-se a uma reminisc√™ncia da heran√ßa biol√≥gica que compartilhamos com os animais. Alguns experimentos realizados com rec√©m-nascidos mostraram que as primeiras rea√ß√Ķes visuais que os beb√™s experimentam ocorrem na frente de dois olhos ou qualquer outra configura√ß√£o semelhante, como um par de pontos em um cart√£o branco que imita dois olhos. Alguns te√≥ricos consideram isso uma evid√™ncia de que a resposta humana ao olhar √© inata. No entanto, h√° outra explica√ß√£o. O lugar para onde uma pessoa olha nos diz qual √© o objeto de sua aten√ß√£o, mas n√£o nos mostra quais s√£o suas inten√ß√Ķes, e isso √© motivo suficiente para ficarmos nervosos. Mesmo essa ideia explicaria por que √†s vezes sentimos certo desconforto na frente de uma pessoa cega. Simplesmente porque o movimento dos olhos n√£o nos diz quais s√£o suas inten√ß√Ķes. Jean Paul Sartre sugeriu em uma ocasi√£o que: ‚Äúo contato visual √© o que nos torna realmente conscientes da presen√ßa de outra pessoa como ser humano, que tem sua pr√≥pria consci√™ncia e inten√ß√Ķes‚ÄĚ. Quando os olhos √†s vezes se entrela√ßam, cria-se entre duas pessoas uma esp√©cie de compreens√£o, e √© preciso reconhecer que, muitas vezes, preferimos evitar essa intimidade talvez porque nos assuste mostrar a nossa alma. O olhar fixo no olho descobre uma parte de n√≥s, ou assim imaginamos e, portanto, √© a mesma coisa. √Č por isso que, quando um oficial repreende seu soldado, ele o for√ßa a ficar em posi√ß√£o de sentido, olhando para o horizonte. Assim, ele pode evitar entend√™-lo em sua ess√™ncia humana e ter empatia por ele. Apoiando a tese de que o olhar √© inc√īmodo, porque revela parte de nossa personalidade, h√° dados que mostram como o olhar √© mais comum entre as mulheres do que entre os homens, visto que estes t√™m menos dificuldade em mostrar suas emo√ß√Ķes. Ainda assim, o olhar n√£o tem apenas suas desvantagens. Uma das descobertas mais recentes diz respeito ao prazer que uma pessoa sente por outra pessoa. Quando algu√©m gosta de outra pessoa, √© muito prov√°vel que a observe com mais frequ√™ncia e que seus olhares sejam longos. Da mesma forma, quando estamos conversando e nosso interlocutor nos observa com o olhar fixo, isso pode ser um sinal de grande aten√ß√£o para n√≥s. No entanto, antes de colocar a palavra "fim" nesta reflex√£o, devemos lembrar que o olhar fixo n√£o significa a mesma coisa em todas as culturas. Para os norte-americanos, muitas vezes significa desejo sexual, enquanto nas sociedades orientais √© simplesmente um sinal de falta de educa√ß√£o.



Adicione um coment√°rio do Olhar fixo: por que isso nos incomoda?
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.