close
    search Buscar

    Metade do cérebro fica alerta quando você não dorme em sua cama

    Quem sou
    Robert Maurer
    @robertmaurer
    FONTES CONSULTADAS:

    wikipedia.org

    Comentários sobre o item:

    aviso de conteúdo

    A maioria das pessoas reclama quando viaja porque não dorme bem. Independentemente de termos escolhido um confortável quarto de hotel ou uma casa tranquila de parentes, dormir bem em uma cama que não é a nossa é difícil para nós, pelo menos até nos acostumarmos com isso. Na verdade, mesmo que consigamos dormir, no dia seguinte acordamos com uma forte sensação de sonolência e cansaço, por não termos descansado o suficiente. Agora, pesquisadores do Georgia Institute of Technology descobriram a causa disso problema. Parece que quando dormimos em uma cama desconhecida, longe de casa, um de nossos hemisférios cerebrais permanece alerta, não se desconecta completamente, permanece alerta para nos proteger dos perigos potenciais que podemos encontrar em um ambiente desconhecido.

    O efeito da primeira noite

    Os pesquisadores recrutaram 35 jovens e monitoraram sua atividade cerebral enquanto eles dormiam no laboratório com técnicas avançadas de neuroimagem. Esses neurocientistas faziam as pessoas ouvirem um bipe no ouvido direito, que normalmente as acordava. Mas as pessoas não perceberam o mesmo sinal quando ele foi enviado para o ouvido esquerdo. Isso indica que um hemisfério permanece em alerta enquanto o outro está desconectado. Esses resultados sugerem que durante o sono profundo o hemisfério esquerdo não estava completamente desconectado. Na verdade, não é a primeira vez que esse tipo de assimetria cerebral é documentado. Alguns animais, como os golfinhos, são conhecidos por serem capazes de descansar desconectando alternadamente cada um dos hemisférios do cérebro. Assim, enquanto um hemisfério está desconectado, o outro assume e cuida da vigilância.Este experimento revelou outro fato interessante: esse fenômeno só foi encontrado na primeira noite. Assim que a pessoa se acostuma com a nova cama e ambiente, ela pode dormir profundamente e os dois hemisférios são desconectados. Isso é conhecido como "efeito da primeira noite".

    Por que o hemisfério esquerdo não está desconectado?

    Os pesquisadores acreditam que esta é uma estratégia evolucionária, séculos atrás dormir profundamente pode representar um sério perigo. Portanto, seria um legado de nossos ancestrais, uma espécie de sexto sentido noturno que é ativado quando dormimos em uma cama desconhecida, em um ambiente que não nos é familiar. Além disso, no experimento verificou-se que este "vigia noturno "é realmente eficaz porque na presença de pistas auditivas incomuns, o hemisfério esquerdo enviaria um sinal de alarme para acordar a pessoa e colocá-la em segurança. Neste ponto, você provavelmente se perguntará por que o hemisfério esquerdo é responsável pelo monitoramento. Neurocientistas acreditam a explicação está na rede neural padrão, que envolve certas regiões do cérebro para mantê-la funcionando quando não estamos totalmente conscientes, como quando dormimos, somos anestesiados ou deixamos a mente vagar livremente. Essa rede é responsável por nos preparar para reagir a situações perigosas. Na prática, é ativado para nos proteger quando nos desligamos da realidade ou conscientemente baixamos a guarda. Também se sabe que as conexões do hemisfério esquerdo com a rede neural padrão são mais fortes do que as estabelecidas pelo hemisfério direito, que é por que é compreensível que essa parte do cérebro permaneça alerta, porque seria mais eficaz nos acordar em caso de perigo.

    Como evitar o efeito da primeira noite?

    Os pesquisadores sugerem que esse efeito não pode ser completamente evitado, mas existem alguns truques para tentar enganar o cérebro para que ele desapareça. Por exemplo, você pode levar seu travesseiro com você e dormir com ele ou usar uma fragrância que lembra o cheiro de sua casa. Esses detalhes darão a você uma sensação de familiaridade, para que seu cérebro se sinta mais confortável e seguro.Se você viaja com frequência, uma solução é escolher quartos semelhantes sempre que possível. Isso reduz a sensação de novidade que alarma o cérebro e impede o descanso.
    Adicione um comentário a partir de Metade do cérebro fica alerta quando você não dorme em sua cama
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.