Lidar com pensamentos negativos: como fazer?

Lidar com pensamentos negativos: como fazer?

A nossa comunica√ß√£o interna, e em particular no que diz respeito ao tratamento que reservamos a n√≥s pr√≥prios, condiciona em grande medida o nosso estado de esp√≠rito. Estamos falando, portanto, de um caminho que pode nos afundar quando nos maltratamos, mas que tamb√©m pode nos salvar de circunst√Ęncias adversas quando nos tratamos com carinho.

Lidar com pensamentos negativos: como fazer?

Última atualização: 14 março 2020

Como escolhemos lidar com pensamentos negativos afeta a forma como nos percebemos e como interpretamos o que est√° acontecendo ao nosso redor. Isso tamb√©m afeta nosso comportamento em determinadas circunst√Ęncias. Por exemplo, se eu penso constantemente que uma apresenta√ß√£o de neg√≥cios vai dar errado, √© poss√≠vel que essa inseguran√ßa esteja me impedindo de ir t√£o bem quanto eu esperava.



Aaron Temkin Beck, psiquiatra norte-americano, argumenta que os pensamentos negativos são sabotadores da melhor parte de nós mesmos e que se não aprendermos a controlá-los acabam criando uma situação de insegurança, ansiedade e raiva que por sua vez geram novos pensamentos negativos automaticamente. . Um círculo vicioso do qual não é fácil sair, no qual os pensamentos negativos se repetem continuamente.

De certa forma, eles se transformam em uma bola de neve que rola cada vez mais rápido, ficando cada vez maior, até sair da estrada. Tornam-se obsessivos, absorvem nossa energia. Como podemos pará-los?

Lidar com pensamentos negativos é uma maneira de se comunicar

Comunicar-se conosco ou, em outras palavras, nossa linguagem interior (comumente referida como pensamento) é uma conversa contínua com nosso ser, com nós mesmos. E essa conversa em que nos envolvemos afeta a maneira como nos relacionamos com o mundo ao nosso redor, enquanto nos diz muito sobre como nos tratamos.



Consequentemente, a linguagem que escolhemos para nós mesmos (pensamentos) é uma forma de comunicação, assim como conversar com alguém.

Na linguagem interior h√° uma ampla gama de pensamentos, tanto positivos como negativos. Nossa mente permanece mais tempo no que mais valorizamos e no que passamos mais tempo. Assim, esses pensamentos negativos podem ganhar cada vez mais terreno, como passageiros que entram em nossa mente e n√£o deixam fluir nenhum outro tipo de pensamento.

Devemos ter em mente que maltratar a si mesmo tem o mesmo efeito que maltratar algu√©m pr√≥ximo a n√≥s. Por exemplo, se um membro da fam√≠lia nos dissesse repetidamente que somos est√ļpidos, in√ļteis e que n√£o prestamos para nada... Como nos sentir√≠amos?

Deve-se dizer que a sensa√ß√£o de desconforto causada por uma pessoa que nos faz coment√°rios negativos pode ser equivalente a quando endere√ßamos esses coment√°rios a n√≥s mesmos. Eles se transformam em pensamentos obsessivos e cont√≠nuos, que nos privam de energia. 

Como lidar com pensamentos negativos?

A Universidade de Rhode Island publicou um estudo de pesquisa na revista Pshychology and Aging com o objetivo de descobrir como os pensamentos negativos tendem a nos afetar em cada fase da vida.

Os resultados mostram que n√£o √© a idade que importa, visto que esses pensamentos geram ang√ļstia e s√£o muitas vezes a causa de muitas doen√ßas, tanto para os jovens como para os idosos. 

O desconforto e a frustra√ß√£o causados ‚Äč‚Äčpelas emo√ß√Ķes negativas despertadas por esse padr√£o de pensamento podem abrir as portas para a ansiedade e a depress√£o, se prolongadas ao longo do tempo. Por isso, √© essencial aprender a gerenci√°-los. Abaixo, falaremos sobre algumas maneiras de combater os pensamentos negativos.


Identifique os pensamentos negativos

Às vezes, talvez não tenhamos consciência de nossas crenças e de tudo o que elas causam em nós. Às vezes até pensamos que estão estabelecidos e acreditamos, quando a realidade é bem diferente.


Assim, para uma identificação mais precisa, você pode tente tomar nota de seus pensamentos negativos mais recorrentes. O que você diz para si mesmo, como você diz para si mesmo e em que situação? Colocá-lo por escrito pode ajudá-lo a fazer uma análise melhor.

Feito isso, reflita sobre o caminho desses pensamentos, de onde eles se originam, quão recorrentes são e quais podem ser as consequências, como faria um observador externo. Se um amigo lhe confessasse que tem esses pensamentos negativos, o que você diria a ele? Ter outro ponto de referência pode nos ajudar a ver as coisas de outro ponto de vista.

Ao mesmo tempo, assim como √© importante identificar os pensamentos negados, tamb√©m √© importante aceit√°-los. Aceite que eles s√£o necess√°rios em determinadas circunst√Ęncias. N√£o esque√ßamos que em certos momentos, tentar constantemente bloque√°-los, evit√°-los e elimin√°-los cria um efeito bumerangue.


Reformule seu pensamento

Depois de identificá-los, você pode tentar embaralhar esses pensamentos para começar aos poucos e torná-los mais realistas e positivos. Então pergunte a si mesmo:

  • De que outra forma esses pensamentos poderiam ser interpretados?
  • Poderia haver outras interpreta√ß√Ķes, mais realistas, l√≥gicas e positivas? Pode ajudar a reformul√°-los em uma lista.

Tendo questionado cada pensamento negativo, é hora de apresentar outros, igualmente válidos em uma determinada situação, mas mais positivos, realistas e mais adaptativos. O objetivo não é eliminar os pensamentos negativos, mas percebê-los de acordo com outra abordagem e aprender a questioná-los perder terreno em nossa mente.

Aprender a lidar com o pensamento negativo leva tempo, prática e persistência.

Fortaleça sua autoestima

Em alguns casos a baixa autoestima d√° origem a pensamentos negativos, fruto da inseguran√ßa e da sensa√ß√£o de desamparo. Por esta raz√£o, surgem d√ļvidas cont√≠nuas sobre n√≥s e sobre o que fazemos, o que √© um √≠m√£ para pensamentos desse tipo.


Um bom ponto de partida pode ser perguntar a nós mesmos que ideia temos sobre nossa pessoa (autoconceito) e se isso afeta o tipo de pensamentos que nos prendem.

Trata-se de ouvir nossos pensamentos negativos, como far√≠amos com nosso melhor amigo: com paci√™ncia, com carinho, tentando responder a esses pensamentos de forma racional, positiva, desmantelando as poss√≠veis distor√ß√Ķes cognitivas em que podemos ter ca√≠do.

Adicione um coment√°rio do Lidar com pensamentos negativos: como fazer?
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load