Geopolítica: como o mundo funciona

Geopolítica: como o mundo funciona

Geopolítica: como o mundo funciona

Última atualização: 17 setembro, 2019

Os bares t√™m v√°rias fun√ß√Ķes, sendo a mais importante tornar o mundo um lugar melhor. Caf√© e cerveja s√£o apenas pretextos para discutir problemas de import√Ęncia global. As negocia√ß√Ķes pol√≠ticas mais importantes acontecem em bares, e com uma bebida sempre ficam melhores. No entanto, se nossa inten√ß√£o √© refinar nossa estrat√©gia para tornar as propostas mais relevantes para a realidade, basta aproximar-se da geopol√≠tica.



A geopol√≠tica √© uma disciplina que estuda os efeitos da geografia, humana e f√≠sica, na pol√≠tica e nas rela√ß√Ķes internacionais. √Č um m√©todo de estudar a pol√≠tica "de fora" para entender, explicar e prever o comportamento pol√≠tico das na√ß√Ķes a partir de vari√°veis ‚Äč‚Äčgeogr√°ficas. Se voc√™ quer ser o mais brilhante neste tipo de debates ou pelo menos aqueles que t√™m as ideias mais claras, basta ler os par√°grafos a seguir.

De acordo com a geopol√≠tica, existem quatro regras n√£o escritas. Essas regras simples condicionam as atividades pol√≠ticas das diferentes na√ß√Ķes, de fato, toda atividade pol√≠tica deve tentar levar em conta essas regras. A primeira √© que todos os pa√≠ses desejam alcan√ßar e manter um certo n√≠vel de poder. A segunda √© que para qualquer pa√≠s o mais importante √© salvaguardar a unidade territorial, raz√£o pela qual todos defendem as suas fronteiras (terceira regra). A √ļltima regra √© que todos os pa√≠ses precisam estabelecer rela√ß√Ķes com outras na√ß√Ķes "confi√°veis" que durem no tempo.

A geopol√≠tica √© uma disciplina que estuda os efeitos da geografia na pol√≠tica e nas rela√ß√Ķes internacionais.

Objetivos da geopolítica

Alcançar e manter um certo grau de poder

O principal objetivo de qualquer pa√≠s √© sobreviver, e a regra b√°sica para isso √© manter um n√≠vel adequado de poder. Ter poder significa influenciar outros pa√≠ses, induzi-los a fazer qualquer coisa, mesmo que n√£o tenham a inten√ß√£o de faz√™-lo, mesmo ao custo de comprometer sua pr√≥pria estabilidade. Embora o poder militar seja o mais √≥bvio, n√£o √© a √ļnica for√ßa que as na√ß√Ķes podem alavancar. Existem tamb√©m os "poderes brandos", como cultura, educa√ß√£o, acordos, inova√ß√£o, etc. Para influenciar outros pa√≠ses, tamb√©m √© poss√≠vel usar esses poderes.



Obter poder n√£o significa ser o pa√≠s mais poderoso, portanto basta ser mais poderoso do que os pa√≠ses com os quais compete, atingindo um n√≠vel de poder adequado. Nesse sentido, √© poss√≠vel intervir na pol√≠tica interna ou aumentar a for√ßa econ√īmica e militar do pa√≠s, mas tamb√©m √© poss√≠vel forjar ou eliminar alian√ßas com outros estados.

Estratégias para aumentar o poder

Entre as estratégias mais utilizadas para aumentar o poder encontramos:

  • Contrapeso: esta estrat√©gia consiste em distribuir o poder entre os v√°rios pa√≠ses para criar um equil√≠brio. No caso do Oriente M√©dio, tenta-se igualar o poder da Ar√°bia Saudita ao do Ir√£. Se houver equil√≠brio, nenhum deles pode assumir o controle da regi√£o e √© mais f√°cil negociar com eles.
  • Chantagem: Quando voc√™ tem mais poder do que outro pa√≠s ou tem recursos dispon√≠veis que outros pa√≠ses n√£o t√™m, voc√™ pode chantage√°-los. Por exemplo, amea√ßando-os de ir √† guerra ou estabelecer rela√ß√Ķes comerciais mais favor√°veis ‚Äč‚Äčcom outros pa√≠ses.
  • Sangrar: se um pa√≠s est√° em uma situa√ß√£o dif√≠cil ou em guerra e nada √© feito para ajud√°-lo, √© como deix√°-lo sangrar e perder o poder. Neste caso, os outros pa√≠ses seriam fortalecidos.
  • Passe a testemunha: ou seja, deixar outra pessoa cuidar dos problemas. Se um pa√≠s vizinho est√° com problemas, sempre se pode esperar que outro estado intervenha.
  • Combatente: entrar em guerra com outros pa√≠ses pode aumentar seu poder em caso de vit√≥ria. Acima de tudo o poder sobre o pa√≠s contra o qual √© combatido. No entanto, essa estrat√©gia √© desaprovada e envolve grandes investimentos de dinheiro e recursos.

Manter o poder

Na esteira da primeira regra fundamental da geopolítica, há outras que nos ajudam a respeitá-la. Por exemplo, todos os países tentam salvaguardar a sua unidade territorial. Nenhum Estado gostaria de enfrentar conflitos internos que só acabariam por prejudicar sua imagem aos olhos dos outros e enfraquecer o poder que conquistou. Um exemplo claro desta situação é fornecido pela Espanha com a questão da Catalunha, os movimentos separatistas são uma ameaça real à sobrevivência dos países.



Para sobreviver, os Estados s√£o obrigados a proteger suas fronteiras, o que eles podem representar uma amea√ßa quando o pa√≠s vizinho √© um inimigo. Por exemplo, as fronteiras entre Espanha e Marrocos, localizadas nas cidades de Ceuta e Melilla, t√™m sido objeto de in√ļmeras discuss√Ķes. O objetivo da Espanha √© manter est√°veis ‚Äč‚Äčas rela√ß√Ķes com o Marrocos. Agir na dire√ß√£o oposta pode ser uma amea√ßa para o pa√≠s, j√° que o Marrocos pode deixar de vigiar suas fronteiras e deixar passar milhares de pessoas.


Em √ļltima an√°lise, terminada tamb√©m a fase de aumento de poder, outra regra √© garantir as rela√ß√Ķes externas. A manuten√ß√£o das rela√ß√Ķes comerciais √© necess√°ria para a sobreviv√™ncia de todos os pa√≠ses. Importar os bens que faltam no seu estado e exportar os produtos que s√£o abundantes s√£o necess√°rios para reanimar a economia. Boas rela√ß√Ķes comerciais podem certamente aumentar o prest√≠gio e o poder de um Estado.

Com base nas quatro regras descritas, √© poss√≠vel interpretar o comportamento de v√°rios pa√≠ses e suas rela√ß√Ķes internacionais. Se ao fazermos as nossas considera√ß√Ķes levarmos tamb√©m em conta a geografia, as representa√ß√Ķes gr√°ficas da terra e as v√°rias fronteiras, ent√£o falaremos de geopol√≠tica.


Estrat√©gias de manipula√ß√£o de massa Noam Chomsky √© um dos intelectuais mais respeitados do mundo. Uma de suas principais contribui√ß√Ķes √© ter proposto e analisado as estrat√©gias de manipula√ß√£o de massa. Consulte Mais informa√ß√£o "
Adicione um comentário do Geopolítica: como o mundo funciona
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load