Frieza entre os membros da família, por que isso acontece?

Frieza entre os membros da família, por que isso acontece?

Desentendimentos, valores diferentes, palavras que n√£o s√£o esquecidas... A dist√Ęncia entre alguns membros da fam√≠lia pode ser devido a diferentes causas. E isso acontece com mais frequ√™ncia do que pensamos.

Frieza entre os membros da família, por que isso acontece?

Última atualização: 13 de abril de 2022

A frieza entre os membros da fam√≠lia n√£o acontece da noite para o dia. Geralmente macera lentamente depois de acumular um excesso de decep√ß√Ķes, rancores silenciosos em rela√ß√£o a certos comportamentos, palavras ditas ou sil√™ncios que arrepiam as emo√ß√Ķes. Essas din√Ęmicas podem ocorrer na unidade familiar e deixar feridas que n√£o cicatrizam.



Pais e filhos, irm√£os, tios, primos, av√≥s... Provavelmente, n√≥s mesmos experimentamos essa realidade com mais de um membro da fam√≠lia. A dist√Ęncia f√≠sica, e especialmente a dist√Ęncia emocional, ocorre com mais frequ√™ncia do que pensamos.

Um familiar que já não vem nos visitar, que não nos deseja um aniversário ou liga para saber como estamos. Para muitos é natural. Não é fácil conviver com todos da família.

No entanto, esta situação torna-se mais problemática quando surge entre pais e filhos. Embora seja claro que laços de sangue não garantem afeto nem são uma imposição para manter o relacionamento, tal situação pode ser vivida com certa tristeza.

Frieza entre os membros da família, quais são as causas?

O distanciamento afetivo na família é um tema negligenciado na literatura científica. Tem-se, por exemplo, o trabalho feito pelo neuropsiquiatra Richard Conti, da Kean University, em Nova Jersey.

Pesquisas revelam que essas situa√ß√Ķes ocorrem com frequ√™ncia e em maior medida entre primos, tios e sobrinhos. No entanto, √© na unidade familiar pr√≥xima (pais e filhos) que ocorrem a ansiedade e o esgotamento psicol√≥gico.


Isso tamb√©m acontece entre figuras p√ļblicas, que falam sobre isso publicamente, mostrando que o afastamento de suas respectivas fam√≠lias √© uma situa√ß√£o comum. √Č o caso do duque e da duquesa de Sussex que deixaram a fam√≠lia real brit√Ęnica para come√ßar a vida em outro pa√≠s. Anthony Hopkins, por exemplo, afirmou mais de uma vez que n√£o fala com a filha h√° quase vinte anos.


Visto de fora, pode parecer triste e at√© incompreens√≠vel. No entanto, as din√Ęmicas que se entrela√ßam em uma casa e entre um grupo de pessoas podem ser muito complexas.

Salvador Minuchin, um proeminente psiquiatra e terapeuta familiar, disse que crescer e amadurecer significa aprender a separar. No entanto, h√° separa√ß√Ķes que acontecem de forma dolorosa e at√© distorcida, criando feridas eternas. Vamos agora tentar entender quais s√£o as causas do distanciamento emocional na fam√≠lia.

Diferentes expectativas e valores

Como concebemos a vida? O que esperamos de nós mesmos? Quais são os nossos valores? Muitas vezes, quando respondemos a essas perguntas, descobrimos que nossos parentes têm ideias opostas às nossas.

No entanto, isso não deve ser um problema. As melhores famílias não são aquelas que sempre se dão bem, mas aqueles que são respeitados apesar das diferenças.

No entanto, isso raramente acontece. A frieza entre os membros da fam√≠lia muitas vezes se deve ao choque de valores e expectativas irreconcili√°veis. H√° pais que depositam grandes expectativas em seus filhos e filhos que n√£o se encaixam nas opini√Ķes de seus pais.

Comportamentos que desgastam os relacionamentos

M√£es emocionalmente frias, pais autorit√°rios, filhos ego√≠stas, comunica√ß√£o violenta e comportamento impulsivo... Um n√ļmero infinito de din√Ęmicas doentias podem ser combinadas em um lar, muitas das quais muitas vezes causadas por dist√ļrbios psicol√≥gicos n√£o diagnosticados. Outros para estilos de personalidade que se chocam.


A diversidade de caráter e comportamento pode criar mal-entendidos ao criar, ferir e tornar a convivência insuportável. Pouco a pouco, o distanciamento torna-se cada vez mais evidente.

Os filhos saem de casa e as visitas e os contatos são escassos até chegar o momento em que o vínculo se esgota para sempre.

Muitas vezes voc√™ pode sentir al√≠vio √† dist√Ęncia, por n√£o se encontrar em situa√ß√Ķes dolorosas e problem√°ticas. Apesar do sil√™ncio, no entanto, √†s vezes a sombra de tristeza e decep√ß√£o continua a pesar.



Companheiro dos filhos, divórcio ou morte de um dos pais

A frieza entre os membros da família pode ser explicada pela presença de novas figuras na unidade familiar ou, por sua vez, pela ausência de uma delas.

  • As vezes os companheiros dos filhos obrigam a reformula√ß√£o do v√≠nculo familiar.
  • O mesmo acontece no caso de separa√ß√£o ou div√≥rcio dos pais. Se um dos pais tiver um novo parceiro, a rela√ß√£o entre os membros da fam√≠lia pode mudar.
  • Quando um dos pais morre, o relacionamento com os que sobrarem tamb√©m pode esfriar. Isso ocorre principalmente se os filhos tiveram um bom relacionamento com o genitor falecido, o que resulta em din√Ęmicas conflitantes com o genitor com quem nunca se deram bem.

Situa√ß√Ķes traum√°ticas e frieza entre os familiares

l√° outro fator decisivo na origem do distanciamento afetivo na fam√≠lia: o trauma. Abusos f√≠sicos ou psicol√≥gicos, maus-tratos, uso de √°lcool ou drogas e a din√Ęmica resultante muitas vezes causam feridas intranspon√≠veis que explicam a ruptura progressiva do v√≠nculo.


Muitos são os gatilhos para a ruptura da relação entre os membros de uma unidade familiar. No entanto, deve-se notar que esse distanciamento geralmente é justificado: conflitos, sofrimento, violência doméstica.

Embora a dist√Ęncia √†s vezes seja necess√°ria, a sociedade continua a ver isso com desaprova√ß√£o. A fam√≠lia √© concebida como uma institui√ß√£o sagrada, mas √†s vezes pode ser o teatro e a origem da nossa infelicidade.

Adicione um comentário do Frieza entre os membros da família, por que isso acontece?
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load