close
    search Buscar

    Força interior - como desenvolvê-la?

    Quem sou
    Joe Dispenza
    @joedispenza
    FONTES CONSULTADAS:

    wikipedia.org

    Comentários sobre o item:

    aviso de conteúdo

    Apesar das dificuldades, dos obstáculos que inicialmente pareciam intransponíveis e dos problemas aparentemente insolúveis, temos a incrível capacidade de superar as adversidades e seguir em frente. O que nos guia nas situações mais difíceis da vida é a nossa força interior.

    A força interior ajuda-nos a recuperar de uma doença grave, a sair da depressão causada pela perda de um ente querido e a recomeçar depois de um fracasso que nos destruiu. Graças à força interior, não apenas resistimos às adversidades, mas emergimos fortalecidos das circunstâncias mais difíceis.



    O que exatamente é força interior?

    A força interior é um recurso psicológico que promove o bem-estar e facilita a cura. É a capacidade de nos protegermos das adversidades, mantendo uma atitude positiva, confiante e otimista, que nos permite projetar-nos no futuro, contando com os nossos recursos para enfrentar o problema.

    A força interna se apóia em três pilares fundamentais:

    1. Resiliência. É a força que nos empurra para a sobrevivência mesmo nas condições mais difíceis, que se alimenta da confiança nas nossas capacidades e recursos para seguir em frente. Envolve um equilíbrio entre a perseverança - manter nosso caminho apesar de tudo e de todos - e a flexibilidade para adaptar nosso pensamento e comportamento às circunstâncias, por mais duras que sejam. A resiliência permite que nos dobremos sem quebrar, nos transformando em sobreviventes.
    1. Significado da vida. É a capacidade de encontrar sentido na vida, de nos explicar o que está acontecendo e de entender as circunstâncias mais difíceis, para que possamos escolher as estratégias de enfrentamento mais adequadas para lidar com situações estressantes. Também implica a plena consciência de que somos livres para escolher nossa atitude diante do que acontece, o que nos permite fortalecer e manter um certo grau de controle sobre a situação.
    1. Autotranscendência. É a habilidade de mover-se intra, inter e transpessoalmente além de nós mesmos. Envolve a superação de interesses pessoais, para que possamos assumir uma distância psicológica que nos ajude a colocar tudo o que nos acontece em perspectiva para ir além das preocupações. Graças à autotranscendência, podemos expandir os limites pessoais e até mesmo lidar com experiências aparentemente mais negativas com humor. Desta forma, podemos passar por momentos difíceis sem desmoronar, assumindo as dificuldades com maior integridade.

    Por que precisamos desenvolver força interior?

    A força interior é uma das ferramentas mais valiosas da vida. É o que nos mantém confiantes e nos encoraja a continuar, o que permanece quando tudo o mais desmorona. Não só nos permite superar as adversidades, mas nos ajuda a seguir em frente, mantendo uma atitude positiva que nos permite continuar a confiar em nossas habilidades.



    Um estudo desenvolvido na Universidade de Åland, por exemplo, descobriu que à medida que as mulheres envelhecem, o risco de sofrer de depressão aumenta em 20%. No entanto, a força interior é um fator protetor que não apenas os protege da depressão, mas também os leva a realizar atividades positivas e significativas que melhoram sua saúde.

    Outro estudo realizado na Universidade de Utah revelou que a força interior é um dos fatores mais importantes na determinação da qualidade de vida das pessoas que sobrevivem ao câncer, pois permite enfrentar a doença com maior integridade e positividade.

    Precisamos pensar na força interior como um investimento para a vida. Quanto mais problemas enfrentarmos, maior será nossa confiança em nosso potencial para seguir em frente, aconteça o que acontecer, e mais preparados seremos capazes de enfrentar problemas futuros sem desabar. Embora não tenhamos um plano de ação, embora nunca tenhamos enfrentado o obstáculo, a força interior nos dá o impulso necessário para não vacilar.

    7 características de pessoas que têm força interior

    1. Eles têm um locus de controle interno. “Ore como se Deus se importasse com todos, mas aja como se tudo dependesse de você”, diz um ditado popular. E as pessoas que possuem uma enorme força interior literalmente o colocam em prática. Eles desenvolvem um locus de controle interno, o que significa que assumem o controle de suas vidas e suas responsabilidades. Eles não culpam os outros ou o mundo por seus problemas, eles tentam resolvê-los.
    1. Eles não se importam com o que não podem mudar. Temos a tendência de pensar que a força de vontade é inesgotável, mas não é o caso. Se tivermos passado o dia todo exercendo estrito autocontrole, seremos mais autocomplacentes no final do dia. Isso significa que a força de vontade é uma qualidade que devemos aprender a dosar. Por esse motivo, pessoas com força interior adequada costumam focar no que realmente importa e evitar causas perdidas no início ou que estejam além de seu controle. Essa atitude permite que eles concentrem suas energias e atinjam seus objetivos. São pessoas pragmáticas que contribuem como podem e não se martirizam quando não podem fazer mais.
    1. Eles não reclamam o tempo todo. Ocasionalmente, as reclamações podem ter um poder catártico, mas reclamar constantemente - uma característica endêmica de nossa sociedade - serve apenas para enfocar os aspectos negativos das situações e, ao mesmo tempo, desperdiçar energia e tempo extremamente preciosos. Pessoas que têm força interior adequada assumem uma atitude diferente: elas não se sentam e choram por causa do leite derramado, elas usam essa energia para se reagrupar e voltar à carga. Eles são capazes de concentrar seus recursos no que é realmente útil.
    1. Eles são capazes de se adaptar às circunstâncias, por mais duras que sejam. Pessoas com força interna adequada são muito flexíveis. Embora permaneçam fiéis ao seu sistema de valores, eles conseguem reorganizar seu comportamento quando as circunstâncias mudam. Em vez de lutar contra o vento e as marés desperdiçando energia preciosa, eles seguem o fluxo natural das coisas para atingir seus objetivos. E quando isso não for possível, eles podem mudar seu objetivo para um mais acessível e racional. Isso não significa renunciar, mas ser sábio e maduro, significa saber distribuir recursos entre as coisas que vão dar frutos.
    1. Eles não tentam impressionar ninguém, seu objetivo é se superar. Em uma cultura competitiva como a nossa, muitas pessoas agem por motivos extrínsecos. Ou seja, buscam os resultados como se fossem medalhas para pendurar no peito, medalhas que lhes garantem a aprovação e a admiração de outras pessoas. Pessoas que têm força interior adequada não pretendem impressionar ninguém, têm autoconfiança suficiente para perseguir seus sonhos. Seu objetivo não é ser melhor do que os outros, mas ultrapassar seus limites.
    1. Eles vêem o passado como uma fonte de informação - nada mais. A maioria das pessoas vive ligada, de uma forma ou de outra, ao seu passado. Mas muitas vezes o passado se torna um fardo muito pesado que os impede de seguir em frente. Já as pessoas com força interior adequada não ficam presas ao passado, aprendem com os erros e seguem em frente. O passado não os define. Eles entendem que o fracasso é apenas uma oportunidade de aprender e fortalecer sua resiliência. Desta forma, o passado os fortalece, ao invés de gerar um sentimento de culpa.
    1. Eles aplicam gratidão. Pessoas com força interior adequada estão cientes do enorme poder da gratidão, por isso a praticam diariamente. Isso permite que eles se concentrem nas coisas positivas, em vez de apenas nos problemas e obstáculos da vida. Também permite que eles entendam melhor seu potencial e usem seus pontos fortes para enfrentar as adversidades. Aproveitando os efeitos da gratidão, essas pessoas encontram paz de espírito e coragem para abordar qualquer problema de uma perspectiva mais equilibrada.

    Como desenvolver força interior?

    - Escolha um problema. A chave é escolher um problema específico. Você pode pensar que a vida não é justa - e você está certo, às vezes não é -, mas isso não o ajudará a se concentrar em seus recursos psicológicos e a desenvolver sua força interior. Concentre-se em uma situação específica e analise como ela o está afetando psicologicamente. Verifique seu impacto em seu corpo. Como você reage fisicamente quando pensa sobre essa situação?



    - Tome uma distância psicológica. Nem todos os problemas são resolvidos da mesma maneira. Distanciar-se psicologicamente do que está acontecendo permitirá que você coloque as coisas em perspectiva. Você pode se perguntar: O que eu teria feito se tivesse esse problema quando era criança? E se aparecer quando eu for velho? Colocar-se no lugar de outra pessoa e descobrir o que você faria também pode ajudar.


    - Decida, sem demora. Muitas vezes ficamos presos em problemas porque não tomamos decisões. Corremos, assim, o risco de que o problema continue a crescer e, pior ainda, de que permaneça ativo como o ponto focal da atenção em nossa mente, causando forte tensão emocional. Portanto, você precisa ter certeza de não atrasar muito a decisão. Não espere pelo momento "certo", pois é provável que ele nunca chegue. E preste mais atenção à sua inteligência intuitiva.


    - Tire força do passado. Você pode usar o passado a seu favor para ativar a força interior. Você apenas tem que se lembrar de outra situação difícil em que se sentiu tão mal e de como saiu dela. Este exercício de memória irá ajudá-lo a reduzir o impacto do que está acontecendo com você, vai permitir que você entenda que no final tudo vem, tudo acontece e tudo passa, e servirá para ativar a confiança em você mesmo, na sua capacidade de fazer isto.

    Adicione um comentário a partir de Força interior - como desenvolvê-la?
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.