close
    search Buscar

    Esta é a atitude em relação ao dinheiro que o deixará rico e feliz

    Quem sou
    Louise Hay
    @louisehay
    FONTES CONSULTADAS:

    wikipedia.org

    Comentários sobre o item:

    aviso de conteúdo


    Depois de falar sobre a regra 70/30, uma estratégia para alcançar o liberdade financeira, hoje eu quero te dar algumas idéias para abordando o dinheiro com a filosofia certa.

    As pessoas geralmente têm uma atitude em relação ao dinheiro que inevitavelmente leva a frustração. Eles acham que a única atitude possível é a de experimentar alguma adversidade ao ter que enfrentar despesas: odeiam pagar impostos, odeiam pagar contas, odeiam consumir; para concluir, eles odeiam desistir de algum de seu dinheiro.



    Essa atitude em relação ao dinheiro às vezes resulta emimplorando reais ou em qualquer caso na busca do "subterfúgio" visando não pagar ou pagar menos. Não estou apenas me referindo a sonegadores fiscais, mas também para todos aqueles que na dinâmica social do quotidiano procuram sempre "fugir" na hora de pagar ou devolver um empréstimo. Você provavelmente também conhece alguém particularmente mesquinho ou alguém a quem você emprestou dinheiro e que nunca o devolveu, talvez fingindo ter esquecido. Essas pessoas são tão estreitamente apegadas ao dinheiro que, mesmo diante de números modestos, correm o risco de causar uma impressão realmente ruim.

    Se o dinheiro correr rápido, todas as portas se abrem.

    William Shakespeare

    Qual é a atitude certa em relação ao dinheiro?

    É principalmente uma escolha de estilo de vida. Existem maneiras e maneiras de encarar o dinheiro e de viver. Então por que não você adota uma filosofia que lhe dá alegria em vez de frustração? É simples! Por exemplo, tente mudar a atitude em relação ao dinheiro dizendo: “Gosto de pagar impostos porque isso ajuda a criar a sociedade em que vivo. E para a empresa funcionar, existem algumas coisas que não consigo fazer sozinho. Não posso construir um pedaço de estrada ou um hospital. É por isso que existe uma administração pública composta por pessoas que fazem coisas em nome de todos nós, cidadãos, que não podemos ou não queremos fazer. Já que as ruas, as calçadas, a polícia, os bombeiros, o judiciário são todos serviços que precisam de dinheiro, eu concordo em pagar imposto. E o faço com o coração feliz porque estou contribuindo para a segurança, a justiça e a liberdade da sociedade em que vivo ”. Então continue nesta direção: em vez de considerar o dinheiro para as contas apenas como uma despesa "maldita" a ser incorrida, e reclamar ao ver os valores, você poderia ser estimulado por esta despesa. Se você notar que suas despesas aumentam, talvez seja hora de você se ocupar para aumente sua renda. Não se preocupe, pois o que você ganha hoje deve ser o que ganhará no futuro também. Já sugeri que você possa investir 10% do que ganha em outro negócio para garantir uma segunda fonte de renda além do seu emprego principal. E eu consumo? Talvez não sejam uma forma de colocar seu dinheiro em circulação e contribuindo assim para a construção de uma economia dinâmica e para a difusão do bem-estar financeiro? Uma sociedade mais rica talvez não seja ainda mais segurança?



    Pense sobre essas coisas e pergunte-se se não é melhor você viver aprendendo a gostar de gastar dinheiro em vez de odiá-lo. Acredite em mim se eu te contar isso atitude em relação ao dinheiro terá um efeito extraordinariamente positivo em você, levando você à felicidade.


    Lembre-se: ganhar dinheiro, como qualquer outra conquista, requer disposição correta da mente. Você não pode alcançar o liberdade financeira se você for dominado e poluído por uma alma atitude em relação ao dinheiro negativo. Você acredita que uma pessoa rica, mas mesquinha, é financeiramente livre? Não, isso é escravidão financeira! Liberdade genuína, aquela que transmite alegria e gratificação, é o que você obtém fazendo seu dinheiro trabalhar para o seu bem, para as pessoas ao seu redor e para a sociedade em que você vive. Ser livre, enfim, também para gastar (para si) e doar (para os outros); e não só e exclusivamente para acumular.



    Adicione um comentário do Esta é a atitude em relação ao dinheiro que o deixará rico e feliz
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.