Educar o corpo para se encontrar

Educar o corpo para se encontrar

Educar o corpo para se encontrar

Última atualização: 20 de julho de 2018

80% das fibras do nervo vago que conectam o cérebro com muitos órgãos internos são aferentes. Isso significa que essas fibras serpenteiam do corpo externo para o cérebro. E isso implica que podemos controlar e educar o corpo, para ser exato o sistema de ativação, através da respiração e do movimento.

Desde a antiguidade, esta forma de educar o corpo tem sido um princ√≠pio fundamental na China e na √ćndia. A medicina oriental e alternativa descobriu novas maneiras de melhorar nosso estado de maneira mais natural, embora ainda seja visto com desconfian√ßa pela cultura geral.



Educar o corpo para se encontrar

Todos sabemos respirar, mas a respira√ß√£o calmante √© um recurso vital para recuperar a sa√ļde mental. Quando respiramos lenta e profundamente, conscientemente, ensinamos o corpo a desacelerar o SNP (sistema nervoso parassimp√°tico).

Ao trabalhar os efeitos do trauma e do abandono, por exemplo, a regula√ß√£o emocional faz uma grande diferen√ßa nos resultados. Um aspecto dessa regula√ß√£o √© o controle respirat√≥rio. Quanto mais nos concentramos em nossa respira√ß√£o, mais benef√≠cios obteremos.

Portanto, √© importante prestar aten√ß√£o ao in√≠cio e ao fim da respira√ß√£o e esperar um momento antes da pr√≥xima inspira√ß√£o. Observando como o ar sai e entra em nosso corpo, ser√° f√°cil entender a import√Ęncia desse ‚Äúato vital e natural‚ÄĚ.

Harmonizando o corpo e a mente através do yoga

Yoga parte de uma disciplina tradicional origin√°ria da √ćndia e significa "Uni√£o do bem-estar f√≠sico e mental". A palavra est√° associada a pr√°ticas de medita√ß√£o no hindu√≠smo, budismo e jainismo. Atrav√©s do trabalho corporal, uma aula de ioga pode nos ajudar a nos conectar com a parte mais profunda e esquecida de n√≥s mesmos. O Yoga √© muito mais do que apenas um exerc√≠cio ou t√©cnica de relaxamento e os principais benef√≠cios que pode oferecer s√£o:



  • Desenvolvimento da consci√™ncia. Ajuda a tomar consci√™ncia do pr√≥prio potencial e dos recursos naturais, bem como das pr√≥prias resist√™ncias e medos.
  • Paz interior. Promove uma vida tranquila e segura.
  • Aumentar a capacidade de estar presente em sua vida. Alivia a dor, reduz o estresse, melhora a respira√ß√£o ...
  • Melhorar as condi√ß√Ķes de sa√ļde. A lista de todos os benef√≠cios que o yoga pode nos oferecer √© realmente longa. Entre eles mencionamos: condicionamento cardiovascular, controle de peso, melhor respira√ß√£o, maior flexibilidade...

Pesquisa realizada pelo National Institutes of Health mostrou que dez semanas de yoga reduzem os sintomas de TEPT (Transtorno de Estresse P√≥s-Traum√°tico), especialmente no pacientes que n√£o responderam bem a outras abordagens e que melhoraram com ioga.

"Quando sentimos nosso corpo com respeito e sensibilidade, quando observamos nossa mente objetivamente e quando aprendemos a viver a partir de nossa realidade interior, √© ent√£o que alcan√ßamos os principais objetivos e benef√≠cios do yoga." 

Movimentos que melhoram a sa√ļde

Algumas culturas japonesas e coreanas d√£o grande √™nfase √† crescente conscientiza√ß√£o do movimento e do momento presente em que ele ocorre; habilidades que em pessoas que sofreram traumas, por exemplo, tendem a ser prejudicadas. Artes marciais, aikido, jud√ī, taekwondo, jujitsu, capoeira do Brasil... Todas estas t√©cnicas t√™m alguns aspectos em comum, nomeadamente o movimento f√≠sico, a respira√ß√£o e a medita√ß√£o.

Yoga, taichi, gigong na China ou at√© os sons r√≠tmicos dos tambores na √Āfrica baseiam-se na ideia de que a cura ocorre no autoconhecimento ou na autoconsci√™ncia. Jon Kabat-Zinn foi um dos pioneiros das interven√ß√Ķes que procuram explorar os canais de comunica√ß√£o que existem entre o corpo e a mente. Ent√£o, em 1979, ele criou um programa de redu√ß√£o de estresse baseado na conscientiza√ß√£o.



"Você pode pensar nesse processo de transformação imaginando a consciência como uma lente que coleta as energias dispersas e reativas de nossa mente e as concentra em uma fonte coerente de energia para a vida, resolvendo problemas e nos curando".


-Jon Kabat-Zinn-

Prestar aten√ß√£o √†s nossas sensa√ß√Ķes corporais nos permite reconhecer mais facilmente os altos e baixos de nossas emo√ß√Ķes e, portanto, ter mais controle sobre elas. A aten√ß√£o plena acalma o sistema nervoso simp√°tico e reduz as chances de responder lutando ou fugindo. A consci√™ncia corporal nos permite liberar sensa√ß√Ķes ou impulsos que em um determinado momento ficaram presos, com o objetivo de priorizar outras sensa√ß√Ķes e outros impulsos que s√£o mais importantes para nossa sobreviv√™ncia.

Nosso mundo sensorial nasceu antes de nós

Não podemos deixar de nos sentir seguros em nossa própria pele. Quando liberamos a tensão física, podemos fazer o mesmo com os sentimentos. O movimento ajuda a aprofundar a respiração e a liberar a tensão. Estudos realizados em crianças maltratadas, soldados com TEPT, vítimas de incesto, refugiados mostram que terapias expressivas podem ser eficazes.


O suporte para o estudo de novos protocolos de intervenção é obtido apenas para o que já foi demonstrado. Lembramos que quase quatro décadas se passaram desde a descoberta das propriedades antibióticas da penicilina por Alexander Fleming em 1928 e o entendimento definitivo de seu mecanismo em 1965.

Adicione um coment√°rio do Educar o corpo para se encontrar
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.