Dizer a verdade ou proteger o relacionamento - o que é mais importante?

Dizer a verdade ou proteger o relacionamento - o que é mais importante?

"Sempre diga a verdade" √© um mantra que freq√ľentemente ouvimos e repetimos para n√≥s mesmos. Sem d√ļvida, √© importante expressar nossos sentimentos, ideias e percep√ß√Ķes, mas o que acontece quando as opini√Ķes geram conflito nos relacionamentos? Como permanecer verdadeiro consigo mesmo e aut√™ntico sem prejudicar o relacionamento com os outros? Como proteger os relacionamentos sem viver em um clima de desonestidade?

Quando "dizer as coisas como s√£o" magoa os outros

Falar francamente pode ser cat√°rtico e tamb√©m transmitir uma sensa√ß√£o de poder. √Č bom expressar nossos sentimentos, necessidades e ideias. √Č um al√≠vio poder dizer o que sentimos sem ter que nos preocupar com o impacto que nossas palavras ter√£o nas outras pessoas.



Mas √†s vezes podemos chegar a adotar uma atitude narcisista que nos impede de perceber como nossa verdade afeta as pessoas ao nosso redor. Na verdade, muitas vezes tamb√©m nos sentimos orgulhosos de ‚Äúdizer as coisas como elas s√£o‚ÄĚ, mesmo se as dissermos como pensamos que deveriam ser, independentemente das consequ√™ncias.

No entanto, devemos ter cuidado para não entrar nessa zona vermelha onde nossa liberdade de expressão pode se tornar tóxica, tanto para os outros quanto para nós mesmos. Nessa zona de perigo, a verdade se transforma em espada com a qual podemos ferir o outro.

A teoria do apego indica que precisamos de um m√≠nimo de seguran√ßa para manter relacionamentos satisfat√≥rios. N√£o basta apenas estabelecer um v√≠nculo afetivo, a rela√ß√£o tamb√©m deve transmitir seguran√ßa e confian√ßa, devemos sentir que a outra pessoa valida nossas emo√ß√Ķes, o que significa que devemos nos sentir compreendidos e aceitos. Tamb√©m significa que a outra pessoa n√£o deve mentir para n√≥s, porque assim perder√≠amos a confian√ßa e o relacionamento se desintegraria. √Č preciso encontrar um ponto intermedi√°rio, que se encontra na autenticidade assertiva.



Autenticidade assertiva: fale com o coração, sem prejudicar os relacionamentos

A ideia de dizer a verdade, custe o que custar para alguém que se sente magoado, inclui basicamente alguma rigidez mental. Envolve supor que existe verdade absoluta e que os pontos de vista, idéias ou crenças dos outros estão errados. Quem assume essa atitude não entende que existe uma terceira via: pode-se ser autêntico e, ao mesmo tempo, empático.

Na verdade, na mesma medida em que nutrimos nossa Intelig√™ncia Emocional, nossa capacidade de nos expressarmos autenticamente sem ferir os outros ou prejudicar nossos relacionamentos tamb√©m aumentar√°. Isso significa que podemos desenvolver a capacidade de expressar nossos sentimentos e opini√Ķes de forma genu√≠na, respeitando os sentimentos e opini√Ķes dos outros.

A esse respeito, John Gottman, um dos mais famosos especialistas em relacionamentos interpessoais e de casal, descobriu que o fator que prediz o sucesso e a duração de qualquer relacionamento é o nível de consciência da influência que nossas atitudes e comportamentos têm sobre os outros. .

Ter consciência do poder de nossas palavras pode nos ajudar a pará-las e avaliá-las antes mesmo de pronunciá-las. Podemos, portanto, decidir conscientemente qual ideia queremos transmitir e fazê-lo da melhor maneira possível, sem prejudicar os outros. Isso implica ser capaz de se autocontrolar e não cair em atitudes críticas e de censura. Portanto, é possível falar a nossa verdade e ser autênticos, tendo uma atitude de respeito e sensibilidade para com os outros.


Dizer a primeira coisa que vem à mente não é um sinal de autenticidade, mas de falta de autocontrole e empatia. Reservar um tempo para refletir e expressar nossa mensagem com sensibilidade nos permitirá desenvolver um estilo de comunicação menos agressivo e gerar confiança, fortalecendo assim nossos relacionamentos.


Afinal, nossa liberdade e até nossa verdade acabam onde começa a liberdade e a verdade do outro.

  • 21
Adicione um comentário do Dizer a verdade ou proteger o relacionamento - o que é mais importante?
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load