Dieta e hipotireoidismo


Assista ao vídeo

  • Assista ao video no youtube

Existe uma dieta contra o hipotireoidismo?

O papel central do iodo na promo√ß√£o do funcionamento adequado da tireoide e a preval√™ncia generalizada do dist√ļrbio fazem com que muitas pessoas com hipotireoidismo se perguntem se existe uma dieta eficaz para tratar essa condi√ß√£o.



Por sua vez, a medicina oficial responde que n√£o h√° dieta padr√£o contra hipotireoidismo, em primeiro lugar devido √†s diferentes origens desta doen√ßa caracterizada por uma s√≠ntese insuficiente dos horm√īnios da tireoide.

Hipotireoidismo e deficiência de iodo

Em todo o mundo, as deficiências dietéticas graves de iodo são uma das causas mais comuns de hipotireoidismo; por outro lado, não devemos esquecer que mesmo uma ingestão excessiva do mineral pode - a longo prazo - subverter a função tireoidiana normal, gerando hiper, mas também hipotireoidismo.



Com a mesma frequ√™ncia, o hipotireoidismo tem origem autoimune, porque est√° ligado a altera√ß√Ķes do sistema imunol√≥gico (veja tireoidite de Hashimoto); mais raramente, entretanto, a tireoide n√£o funciona devido √† estimula√ß√£o hipotal√Ęmica ineficaz ou devido √† sua aus√™ncia cong√™nita.

Suplementos de iodo: eles são bons para você?

Pelo que foi dito at√© agora, embora o uso de suplementos ricos em iodo seja particularmente √ļtil em casos de redu√ß√£o da ingest√£o alimentar, quando o hipotireoidismo N√ÉO tem origem alimentar, √© bom evitar qualquer suplementa√ß√£o espec√≠fica, j√° que um excesso de iodo pode at√© mesmo precipitar a condi√ß√£o. Em outros casos, esses produtos seriam completamente irrelevantes, tornando-se um desperd√≠cio de dinheiro in√ļtil.

Por esse motivo, quando se trata de dieta e hipotireoidismo, √© necess√°rio evitar generaliza√ß√Ķes:

uma vez que o dist√ļrbio reconhece diferentes causas de origem, a resposta √† suplementa√ß√£o oral de iodo pode ser diferente.

Sob supervisão médica, essa prática pode ter alguma utilidade apenas nos casos em que o hipotireoidismo é sustentado por deficiências alimentares, agora mais raras do que no passado devido à prática generalizada de adicionar iodo ao sal comum. A ingestão de minerais também pode ser aumentada por meio de uma dieta simples, simplesmente escolhendo alimentos ricos em iodo, como peixes do mar, algas marinhas, mariscos e sal marinho integral.


No entanto, uma suplementação específica oferece a vantagem de ser padronizada em doses, uma meta muito difícil de se atingir com a dieta comum.

Iodo em Alimentos

Existem também alimentos particulares (como repolho, brócolis, couve-flor, soja, sementes de linho, nabo, rabanete, milheto e tapioca) que - principalmente se ingeridos crus - aumentam significativamente a necessidade de iodo, perturbando o metabolismo. Esses alimentos, provérbios Gozzigeni, deve, portanto, ser consumido com moderação, mas apenas no caso de hipotireoidismo por deficiência de iodo.


Tireostimolante

Entre os suplementos mais usados ‚Äč‚Äčpara estimular a fun√ß√£o tireoidiana em indiv√≠duos saud√°veis ‚Äč‚Äčest√£o: guggulsteroni e Forskolina.
A medicina n√£o oficial tamb√©m recomenda o √≥leo de coco, porque parece ser capaz de estimular a fun√ß√£o da gl√Ęndula tire√≥ide e apoiar o metabolismo.

Em qualquer caso, todos esses produtos certamente não podem substituir a eficácia da terapia de reposição hormonal para indivíduos que sofrem de hipotireoidismo.


Import√Ęncia do Sel√™nio

Há alguns anos sabemos que além da deficiência de iodo, também outros fatores ambientais, em particular o deficiência de selênio, pode contribuir para o aparecimento de hipotireoidismo.

Enquanto o iodo √© o elemento fundamental para a s√≠ntese dos horm√īnios tireoidianos, triiodotironina (T3) e tiroxina (T4), o sel√™nio desempenha um papel fundamental em seu metabolismo.

Grãos, carnes e peixes são fontes importantes de selênio.


ÔĽŅ

Dieta e tireoide - vídeo

Problemas para reproduzir o vídeo? Recarregue o vídeo do youtube.


  • V√° para a p√°gina do v√≠deo
  • V√° para o destino de bem-estar
  • Assista ao video no youtube

Dieta e intera√ß√Ķes farmacol√≥gicas

O fato de a medicina tradicional dar pouca import√Ęncia √† dieta no tratamento do hipotireoidismo tamb√©m deriva do fato de que esse dist√ļrbio pode ser facilmente controlado por meio de uma terapia de reposi√ß√£o √† base de levotiroxina, possivelmente acompanhada de triodotironina. Na pr√°tica, os horm√īnios tireoidianos, deficientes em todos os casos de hipotireoidismo, s√£o ingeridos com um simples comprimido de rem√©dio.

Eficaz, segura e em terapia por muitos anos, a levotiroxina deve ser administrada de acordo com as indica√ß√Ķes m√©dicas; geralmente, recomenda-se tom√°-lo com o est√īmago vazio, pelo menos 4-5 horas ap√≥s a ingest√£o de suplementos de ferro ou c√°lcio, bem como os multivitam√≠nicos que os cont√™m. O mesmo vale para anti√°cidos √† base de sais de alum√≠nio ou magn√©sio e para alimentos como farinha de soja, nozes e v√°rios medicamentos (colestiramina, colestipol, sucralfato).

Em geral, o excesso de fibra tamb√©m pode reduzir a absor√ß√£o intestinal de horm√īnios tireoidianos sint√©ticos; entretanto, os alimentos ricos nele s√£o muito importantes para evitar problemas de pris√£o de ventre, bastante comuns em pessoas com hipotireoidismo. Frutas e vegetais, portanto, devem ser consumidos a uma dist√Ęncia suficiente de tomar o rem√©dio, sem privar de forma alguma de seu precioso suprimento nutricional.


O papel da dieta no tratamento do hipotireoidismo visa, portanto, pelo menos segundo a medicina oficial, sobretudo evitar poss√≠veis intera√ß√Ķes com os medicamentos ingeridos; neste sentido, referimo-nos a uma leitura atenta do folheto informativo e dos conselhos m√©dicos, dissuadindo o leitor da ideia de mudar inconscientemente a sua alimenta√ß√£o a partir do que aprenderam na internet, especialmente em sites que - ao contr√°rio deste - prefira abra√ßar as teses da medicina n√£o oficial.

Adicione um coment√°rio do Dieta e hipotireoidismo
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.