close
    search Buscar

    Cura emocional: como se perdoar depois de cometer um erro?

    Quem sou
    Joe Dispenza
    @joedispenza
    FONTES CONSULTADAS:

    wikipedia.org

    Coment√°rios sobre o item:

    aviso de conte√ļdo

    "Não importa quantos erros você cometeu ou quão devagar você está avançando, mesmo assim, você ainda está à frente de todos que não tentam." Essa frase de Tony Robbins exalta a proatividade, não ficar de braços cruzados e ter coragem de arriscar, mas mesmo assim, a perspectiva de errar pode nos assustar. Às vezes, o medo é tão grande que nos paralisa e decidimos parar. Em outros casos, arriscamos, mas depois falhamos. Portanto, não assumimos o erro, mas o adicionamos ao nosso fardo de culpa que se torna mais pesado a cada dia e nos impede de seguir em frente.

    Perdoe-se: além do simbolismo, há uma razão prática para fazer isso

    Um estudo muito interessante realizado pela Carleton University revelou que aprender a perdoar n√£o √© apenas um ato simb√≥lico, mas tamb√©m tem implica√ß√Ķes pr√°ticas para a nossa vida. Esses psic√≥logos acompanharam 119 estudantes universit√°rios durante o primeiro ano de estudos. Todos eles tinham uma coisa em comum: procrastinaram muito no primeiro semestre, estudaram muito pouco e, por isso, pontuaram muito mal nos primeiros exames, mas perdoar-se por esse erro foi fundamental para mudar a forma como abordaram o segundo exames semestrais. Os psic√≥logos notaram que aqueles que ficaram presos √† culpa tiraram as piores notas. Em vez disso, aqueles que foram capazes de perdoar a si mesmos e seguir em frente adotaram uma atitude mais pr√≥-ativa, evitando procrastinar, obtendo assim um melhor desempenho acad√™mico. Esses psic√≥logos est√£o convencidos de que o perd√£o nos permite ir al√©m dos comportamentos inadequados e nos ajuda a nos concentrar. No futuro , evitando que o peso do passado possa interferir.Tamb√©m √© preciso ter em mente que o sentimento de culpa gera a tend√™ncia de evitar certos comportamentos, atividades e pessoas. Na pr√°tica, se a culpa permanecer ativa, tenderemos a evitar situa√ß√Ķes semelhantes no futuro, que poderiam gerar mais culpa e que associar√≠amos a algo negativo. Ao contr√°rio, quando perdoamos, essas situa√ß√Ķes deixam de ser um problema e n√£o teremos motivos para evit√°-las, mas nos sentiremos compelidos a enfrent√°-las.

    Os 5 passos essenciais para se perdoar

    1. Fique ciente do erro. O primeiro passo para perdoar a si mesmo é entender a extensão do que fizemos. Não adianta negar o erro porque ele não o fará desaparecer. Também não vale a pena dar desculpas para o nosso comportamento, porque isso apenas nos manterá em um estado constante de negação. Simplesmente temos que aceitar que cometemos um erro.Este momento pode ser doloroso porque é provável que, pela primeira vez, tenhamos plena consciência do dano que causamos. Mas é importante não ter medo da dor que sentiremos. Não negue a dor, sinta-a e aceite-a como um passo necessário no caminho da cura emocional.
    2. Compreender o nosso papel. Uma vez cientes do erro cometido, √© hora de avaliar as consequ√™ncias, tanto para n√≥s quanto para as pessoas envolvidas. No entanto, isso n√£o significa come√ßar uma ca√ßa √†s bruxas em busca de culpados, apenas assumir nossa parcela de responsabilidade pelo que aconteceu - √© uma fase dif√≠cil, pois geralmente tendemos a superestimar nosso papel. Tomados por sentimentos de culpa, lutamos para perceber que, mesmo que o erro possa ter sido nosso, provavelmente um conjunto de circunst√Ęncias nos empurrou nessa dire√ß√£o. Claro, o objetivo n√£o √© encontrar desculpas, mas apenas entender por que tomamos essa decis√£o. Talvez isso nos fa√ßa perceber que temos feito o melhor que podemos, dadas as circunst√Ęncias, nosso n√≠vel de maturidade e as informa√ß√Ķes que t√≠nhamos na √©poca.
    3. Aprenda a lição. Dan Sullivan disse uma vez que todas as experiências são compostas de duas partes: a parte que funciona e a parte que não funciona. Depois de identificarmos os dois, podemos encontrar novas maneiras de maximizar a parte que funcionou e eliminar a que não funcionou, o que significa que também podemos aprender algo com os erros. Cada experiência tem uma lição de vida para nós. Se apenas sentirmos dor e culpa, a experiência terá sido em vão. Pelo contrário, se conseguirmos identificar o ensino, sairemos fortalecidos, mais resilientes e mais bem preparados para enfrentar o futuro. Portanto, pergunte a si mesmo o que você pode aprender com seu erro de que precisará no futuro.
    4. Ria disso. Quando nos encontramos em uma situa√ß√£o complicada, ou quando nosso erro parece grande demais, √© dif√≠cil encontrar aspectos divertidos na situa√ß√£o em quest√£o. No entanto, aprender a rir de n√≥s mesmos √© essencial para lidar com os problemas. Na verdade, Shakespeare costumava dizer que ‚Äúrir de nossos erros pode prolongar nossas vidas‚ÄĚ. Mas isso n√£o significa minimizar o dano ou erro fazendo humor, mas sendo capaz de focalizar nisso em outra perspectiva, distanciar-se emocionalmente. ser capaz de rir de nossas preocupa√ß√Ķes, atitudes ou comportamentos. Na verdade, se voc√™ pensar no passado e lembrar como estava com medo de um determinado professor ou como estava preocupado com o primeiro beijo, √© prov√°vel que isso o fa√ßa sorrir, porque agora voc√™ acha engra√ßado o que o preocupou no passado. Da mesma forma, o que o preocupa hoje ser√° hist√≥ria amanh√£.
    5. Vire a p√°gina e siga em frente. Depois de aceitar o erro e aprender a li√ß√£o, n√£o temos mais nada a fazer a n√£o ser seguir em frente. N√£o faz sentido continuar preso no mesmo cap√≠tulo de nossa vida. Na verdade, assim apenas negamos a n√≥s pr√≥prios a possibilidade de continuar a viver. √Č importante podermos perdoar-nos por este erro e permitir-nos continuar. N√£o somos nossos erros, nossos erros n√£o nos definem como pessoa. Somos muito mais do que isso. O que realmente prova nosso valor √© a maneira como lidamos com esses erros.De qualquer forma, lembre-se sempre das palavras do escritor alem√£o Gotthold Ephraim Lessing: "N√£o h√° nada pior do que errar por medo de errar."
    Adicione um coment√°rio a partir de Cura emocional: como se perdoar depois de cometer um erro?
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.