close
    search Buscar

    Como a ansiedade sufoca a intuição

    Quem sou
    Joe Dispenza
    @joedispenza
    FONTES CONSULTADAS:

    wikipedia.org

    Comentários sobre o item:

    aviso de conteúdo

    A intuição é uma ferramenta extremamente poderosa que muitas vezes nos permite tomar boas decisões ou nos protege de perigos potenciais. No entanto, nem sempre funciona, nem funciona para todos. Pessoas ansiosas, por exemplo, muitas vezes se sentem frustradas quando se trata de seguir as direções de sua intuição.

    Como podem confiar em seus instintos se isso lhes diz que estão à beira da morte quando é apenas um ataque de pânico? Como podem confiar em suas reações instintivas se isso os convencer de que têm uma doença incurável ou que o avião que estão prestes a embarcar vai cair?



    A ansiedade se manifesta por meio de pensamentos antecipatórios negativos e uma sensação de apreensão, como se algo ruim fosse acontecer a qualquer momento, seguido por intensas reações vegetativas. Nesses casos, é difícil prestar atenção ao instinto.

    A ansiedade sufoca a intuição

    Um estudo desenvolvido na Universidade Livre de Berlim analisou como a ansiedade afeta a intuição. Esses psicólogos analisaram e compararam as habilidades intuitivas na tomada de decisões.

    Mais de cem participantes foram divididos aleatoriamente em três grupos, nos quais, com a ajuda de frases e imagens, três estados de ânimo diferentes foram induzidos: ansiedade, otimismo e neutralidade.

    Por exemplo, para promover o sentimento de otimismo, uma das frases dizia: “O carinho das pessoas que amamos nos faz sentir particularmente seguros e confiantes. Sempre há alguém que nos ama ”, então foi mostrada a imagem de um jovem casal sorridente com um animal de estimação.

    Frases como "a segurança não está garantida, nem na vizinhança nem em casa" foram utilizadas para gerar ansiedade, seguidas da imagem de um homem apertando o pescoço de uma mulher.

    Os participantes então tiveram que preencher um questionário projetado para avaliar sua tendência de tomar decisões intuitivas e analisar sua eficácia. Constatou-se, assim, que um estado de espírito neutro ou positivo não parecia influenciar a intuição, pelo contrário, a ansiedade reduzia drasticamente a capacidade de se deixar levar pelo instinto.



    Como a ansiedade afeta a intuição?

    Tudo parece indicar que a ansiedade nos torna relutantes em correr riscos porque gera um estado de espírito mais pessimista e reforça o sentimento de insegurança, qualidades que nos tornam mais propensos a escolher a alternativa que consideramos mais segura, rotineira e não desafiadora. Em alguns casos, a ansiedade pode até nos paralisar, então não seremos capazes de tomar nenhuma decisão.

    Esses psicólogos explicam que, para usar a intuição ao tomar decisões, é necessário ter fé em nós mesmos. O problema é que a ansiedade tira essa confiança, então temos mais probabilidade de ignorar as dicas emocionais ou físicas sutis que geralmente classificamos como "intuições".


    Na verdade, as pistas físicas que normalmente tomamos como indicadores de intuição, como ritmo cardíaco acelerado ou frio na barriga, tendem a ser nada mais do que sintomas psicossomáticos desagradáveis ​​para pessoas ansiosas.

    Portanto, se você quiser que sua intuição lhe indique a direção quando se encontrar em uma encruzilhada, o primeiro passo é aprender a relaxar. Só então você poderá ouvir sua mensagem.


    Adicione um comentário a partir de Como a ansiedade sufoca a intuição
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.