Alimentação consciente

Alimentação consciente

Além de seguir uma alimentação natural, equilibrada e variada, é bom comer com consciência. Mas o que isso significa?

Alimentação consciente

Última atualização: 19 de abril de 2020

Comer com consciência significa privilegiar hábitos alimentares saudáveis, mas também controlar pensamentos e emoções que podem surgir durante as refeições. Projetar uma dieta com inteligência permitirá que você aproveite muito mais a comida, evitando ou eliminando qualquer influência negativa, derivada da ansiedade e do estresse.



Aprender a comer com consciência também significa prestar atenção aos sinais que o corpo nos transmite. Não há problema em saciar e matar sua sede, mas deixe de lado todos os pensamentos negativos que podem levá-lo a consumir alimentos não saudáveis.

Devemos sempre ter em mente que as emoções afetam todos os aspectos da nossa vida, incluindo a alimentação. Diante disso, é bom desenvolver uma maior conscientização sobre as refeições, pois uma alimentação consciente consiste em comer de forma saudável e correta, desfrutar dos alimentos e apreciá-los plenamente, de modo a ser coerente com todos os efeitos que cada alimento pode ter. o corpo.

Um estudo publicado no The American Journal of Clinical Nutrition sugere que a alimentação distraída e superficial leva ao consumo de mais alimentos, com repercussões óbvias no peso.

Um primeiro aspecto positivo de comer com consciência, portanto, é que isso ajuda a manter a forma. Se pretende adotar novos e mais saudáveis ​​hábitos alimentares, não perca este artigo. Mostraremos como prestar mais atenção ao que comemos ajuda você a alcançar e manter um peso saudável.

5 hábitos para comer com consciência

O que apresentamos abaixo são alguns hábitos que permitem comer com consciência. Tenha em mente que não se trata de seguir uma dieta rigorosa, mas de manter o controle das sensações que experimentamos cada vez que nos sentamos à mesa.



1. Ouça o corpo

Geralmente é dada grande importância e preferência a ouvir a própria mente. Mas, como muitas práticas de mindfulness ensinam, podemos entender qual é o momento ideal para comer se mantivermos abertos os canais de comunicação com nosso corpo.

Sugerimos, portanto, que não coma apenas quando receber sinais emocionais, de qualquer natureza (estresse, tristeza, frustração, solidão ou simplesmente tédio), mas ouça seu corpo antes de fazê-lo. O estômago ronca, nos sentimos cansados ​​ou um pouco tontos?

Se você quer aprender a comer conscientemente, precisa se acostumar a perceber os sinais físicos associados à fome e à saciedade enviados pelo corpo.

2. Planeje suas refeições com antecedência

Mesmo preparar as refeições com antecedência pode dar sentido à nutrição. Ao desenvolver uma receita, é feito com extremo cuidado, procurando incluir todos os grupos de alimentos. Não é o caso de cozinhar um prato no último minuto, de forma superficial, casual e precipitada.

Planejar refeições regulares permite que você dê ao seu corpo um ritmo constante para comer. Isto também irá atribuir calma e tranquilidade a este momento, que, não se esqueça, é também partilhado com familiares, amigos ou colegas de trabalho. Tudo isso permitirá que o corpo processe os nutrientes ingeridos com maior eficiência, melhorando as sensações e sabores de cada alimento.

Claro, os pratos não devem ser muito elaborados. O segredo é incluir uma variedade de nutrientes e sabores. Lembre-se de aproveitar cada mordida!

“A fome muitas vezes produz poemas imortais. A abundância excessiva só promove indigestão e falta de jeito."


Hippolyte Taine

3. Sente-se e saboreie sua comida com calma

Embora possa parecer uma sugestão óbvia e trivial, pense nisso Com que frequência você se pega comendo enquanto caminha na rua ou enquanto está ocupado com outra atividade.


A terceira dica para comer com consciência é evitar pensar ou fazer qualquer outra coisa durante a refeição, dando-se uma verdadeira pausa de tudo. Acalmar os nervos é essencial para desfrutar de uma dieta saudável. É por isso que sugerimos que você coma sem a presença de elementos que possam distrair da refeição.

4. Procure identificar cada ingrediente para uma alimentação consciente

Esforce-se para identificar todos os ingredientes presentes em um prato é outra ótima maneira de se concentrar no momento presente e, portanto, comer com atenção.


Concentre-se em todos os sabores em sua boca e como eles interagem uns com os outros, bem como cheiros e sabores. Isso irá ajudá-lo duas vezes: por um lado, para desfrutar da comida e, por outro, para comer mais devagar (superando o estresse). Um benefício adicional dessa técnica é que ela também ajuda você a ser mais criativo na cozinha.

Convidamos você a identificar cada ingrediente quando se sentar à mesa. Pode ser um desafio muito divertido, por exemplo, quando você experimenta um novo prato.

5. Coma devagar

O último hábito que você precisa aprender para comer com consciência é o horário das refeições. Comer com calma, devagar, mastigar sem pressa, trará muitos benefícios ao corpo, que está sempre acostumado a correr.

O cérebro precisa de tempo para entender que estamos comendo e para dizer ao corpo que ele precisa ativar o metabolismo e registre quando ele estiver cheio. Poucas pessoas sabem que leva cerca de 20 minutos para a mente perceber a saciedade do estômago. Interessante, certo?


Aconselhamos que você coma devagar e ouça o corpo para perceber instantaneamente quando é necessário parar de ingerir alimentos. Um truque para alongar os horários das refeições é conversar com amigos e comensais, marcando um ritmo menos agitado.

Graças a esses hábitos alimentares, será possível comer com consciência. Notaremos uma redução gradual nos níveis de estresse, melhor digestão, perda de peso e as quantidades de alimentos ingeridos em cada refeição diminuirão.

Adicione um comentário do Alimentação consciente
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load