A linguagem nos ajuda a fazer as coisas acontecerem

A linguagem nos ajuda a fazer as coisas acontecerem

A linguagem nos ajuda a realizar nossos desejos porque tem o poder de mudar as coisas. Ela nos leva à ação e nos permite esclarecer quem somos, o que queremos e quais são nossos limites.

A linguagem nos ajuda a fazer as coisas acontecerem

Escrito e verificado pelo psicólogo GetPersonalGrowth.

Última atualização: 15 de novembro de 2021

A linguagem nos ajuda a fazer as coisas acontecerem, e isso porque tem um grande poder. Graças a este recurso, não só podemos descrever diferentes realidades, mas também as geramos. Porque a palavra nunca é neutra, ela deixa uma marca e nos empurra para a ação.



Al√©m disso, nossa voz cria v√≠nculos ou estabelece dist√Ęncias, esclarece conceitos e ajuda a formar nossa identidade. Ludwig Wittgenstein, um conhecido fil√≥sofo, matem√°tico e linguista costumava dizer que os limites do mundo s√£o definidos pela nossa linguagem.

À primeira vista, esta expressão é bastante perturbadora e esconde um testemunho curioso. Nossa realidade é percebida e descrita pelas palavras que usamos na vida cotidiana.

A linguagem nos ajuda a definir

Por exemplo, chamamos de √≥rf√£os as crian√ßas que perderam seus pais. Chamamos vi√ļvos ou vi√ļvos a quem perdeu o c√īnjuge. No entanto, a maioria das l√≠nguas ele ainda n√£o deu um nome aos pais que perdem seus filhos e o mesmo vale para quem sofreu a perda de um irm√£o.

Conseq√ľentemente, h√° um vazio em nossa realidade; h√° figuras e sofrimentos invis√≠veis que n√£o t√™m nome, mas que, no entanto, est√£o presentes na realidade cotidiana em todo o mundo.

Al√©m disso, todos n√≥s experimentamos emo√ß√Ķes que ainda n√£o t√™m nome. Experimentamos sensa√ß√Ķes, ang√ļstias e prazeres que nem sempre t√™m lugar entre as palavras de um dicion√°rio.



Contemplamos características da natureza e da vida cotidiana que nossa mente não consegue expressar através da linguagem, mas que, no entanto, existem. Por isso às vezes nos perguntamos com algum espanto se alguém já sentiu o mesmo, se é legítimo experimentar esse sofrimento que não está descrito nos livros, que não é definido por um rótulo, um gênero ou um tempo. .

O revolucionário é quem consegue revolucionar a si mesmo.

-Ludwig Wittgenstein-

A linguagem nos ajuda a fazer as coisas acontecerem: passos a seguir

A linguagem nos ajuda a fazer as coisas acontecerem. Para que isso aconteça, porém, é necessário realizar certos gestos, implementar certas estratégias que serão promotoras de mudanças e de realidades mais gratificantes e felizes.

Já sabemos que aquilo que não damos nome parece não existir ou permanecer em um espaço incerto, onde a pessoa acaba se debatendo com seus problemas.

Os linguistas afirmam que a linguagem n√£o determina o pensamento. Ou seja, como dissemos, muitas sensa√ß√Ķes e experi√™ncias ainda n√£o foram traduzidas em palavras. A an√°lise psicol√≥gica, no entanto, permite-nos afirmar que a linguagem induz √† a√ß√£o, desde que sejam tomadas algumas medidas.

Primeira medida: nossa língua fala de nós, preste atenção em como falamos

Paul Anwandter, um conhecido autor de vários livros sobre coaching e especialista em programação neurolinguística, nos diz que os humanos se criam através da linguagem. Somos o que dizemos sobre nós mesmos, somos o que faremos, a maneira como nos descrevemos e como nos comunicamos com os outros. Nós também somos o que escolhemos permanecer em silêncio e deixar as pessoas saberem.


Assim, nos √© oferecida uma oportunidade: a de nos transformarmos atrav√©s da linguagem. Para que isso aconte√ßa, podemos levar em considera√ß√£o as seguintes dimens√Ķes:


  • Devemos falar para n√≥s mesmos com uma atitude positiva e respeitosa. O estudo realizado na Universidade do Texas pela Dra. Kristin Nef nos diz que a comunica√ß√£o amorosa com n√≥s mesmos nos permite cuidar de nossa identidade e autoestima.
  • A comunica√ß√£o com os outros tamb√©m deve ser respeitosa; al√©m disso, o que damos aos outros tamb√©m tem um impacto sobre n√≥s. Uma palavra ruim tem um pre√ßo emocional em todos os lugares.
  • Se quisermos gerar uma mudan√ßa em n√≥s, nossa linguagem ter√° que estar em sintonia com esse objetivo. Vamos evitar o "n√£o posso, isso n√£o √© para mim, com certeza vou fracassar, os outros v√£o fazer melhor que eu, etc."

Segunda medida: a linguagem transforma, você cria sua realidade

A linguagem nos ajuda a agir porque √© capaz de transformar os acontecimentos. Gera possibilidades, nos torna mais firmes em nossas posi√ß√Ķes e nos motiva a persistir. Para entender melhor esse conceito, daremos alguns exemplos:


  • A linguagem √© a√ß√£o porque determina o pensamento: amanh√£ vou me inscrever nesse concurso, amanh√£ vou ligar para essa pessoa para marcar uma consulta, hoje vou dizer ao meu chefe que n√£o vou mais permitir que ele se comporte dessa maneira ... Essas frases nos definem e em muitos casos nos motivar a atingir esses objetivos.
  • A linguagem cria possibilidades: se voc√™ diz "n√£o" a algu√©m, est√° fechando uma porta em sua vida. Se voc√™ disser "sim" a um projeto, estar√° abrindo novas portas.

Terceira medida: confiança e ação

Se queremos iniciar uma mudan√ßa, se desejamos sentir-nos melhor, resolver um problema ou alcan√ßar um objetivo, precisamos de uma b√ļssola interior. Uma b√ļssola apontando para o norte, onde a confian√ßa e a a√ß√£o s√£o encontradas. Porque se n√£o nos comprometermos com n√≥s mesmos, com const√Ęncia e perseveran√ßa, n√£o haver√° movimento.


A linguagem só nos ajuda a agir se formos corajosos. Devemos estar dispostos a exigir o que queremos sem medo, a esclarecer o que não queremos, a perseverar diante das dificuldades, incitando-nos por meio de palavras significativas.

Finalmente, nunca devemos hesitar em nomear o que sentimos e queremos. A linguagem √© nossa melhor ferramenta de a√ß√£o. Precisamos us√°-lo para construir melhores relacionamentos, resolver problemas e sempre ser coerentes com nossos pensamentos e a√ß√Ķes.

Adicione um coment√°rio do A linguagem nos ajuda a fazer as coisas acontecerem
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load