5 dicas psicológicas para aprender inglês

5 dicas psicológicas para aprender inglês

Estudar um novo idioma não é grande coisa quando você está motivado para aprender e ansioso para descobrir novas culturas.

5 dicas psicológicas para aprender inglês

Última atualização: 09 de julho de 2022

Decidir aprender inglês é sempre uma escolha vencedora a nível pessoal e profissional. Ainda mais porque é a língua mais falada no mundo, para um total de cerca de 1348 milhões de pessoas. No entanto, para alguns pode ser intimidante aventurar-se a explorar um mundo totalmente diferente de palavras, sons e regras.



Felizmente, porém, é possível adotar algumas dicas psicológicas para facilitar e agilizar o estudo de um novo idioma. Se aprender inglês está entre seus objetivos futuros, recomendamos que você tenha em mente as seguintes recomendações aproveite ao máximo o tempo que você investe em estudo.

Como aprender inglês de forma mais fluente e natural?

Existem várias razões pelas quais você decide aprender inglês. De oportunidades de trabalho no exterior a objetivos pessoais. Independentemente da motivação, as dicas psicológicas a seguir facilitarão o aprendizado do idioma.

1. Encontrar força interior para se motivar

Ao contrário da infância, período em que se aprende de forma natural e sem grandes pressões, na idade adulta é mais difícil aprender inglês. Como resultado, muitos adultos e idosos desistem muito cedo e eles não confiam em suas faculdades cognitivas.

No entanto, mostra-se que o cérebro adulto tem uma plasticidade fascinante, graças à qual pode aprender um novo idioma. Portanto, é aconselhável não invadir a mente com pensamentos negativos, pois isso não predisporá à aquisição de novas noções.

2. Faça do aprendizado de inglês um marco importante

Priorizar o objetivo de aprender inglês promove ações voltadas para a ampliação do vocabulário a cada dia. Por exemplo, passe algumas horas por dia estudando fonética e gramática ou ter uma conversa simples com um amigo estrangeiro.



“Lembre-se que é muito importante se divertir ao longo do caminho e não ver o estudo como uma obrigação ou um dever. Se você se alegra com cada palavra aprendida e fica entusiasmado quando consegue pronunciar uma frase inteira, ganha confiança e confiança, portanto é mais fluente”.

3. Descubra a cultura através da mídia audiovisual

Você aprende a pronunciar novas palavras corretamente e em quais contextos usá-las à medida que ganha mais vocabulário, confiança e experiência. Mergulhar na cultura do idioma que está sendo estudado é uma ótima ideia para aumentar o confiança durante uma conversa.

Para isso, você pode assistir a filmes e programas de televisão ou ouvir música ou os melhores audiolivros em inglês. É uma excelente ajuda para ter mais confiança na pronúncia das palavras e descobrir a cultura dos países onde a língua inglesa é falada.

Quando você tem a oportunidade de viajar para o seu país favorito de língua inglesa, você pode colocar em prática o que aprendido.

4. Dicas psicológicas para aprender inglês: pfale consigo mesmo e com os outros

Ter uma atitude curiosa é essencial para aprender um novo idioma como o inglês. Por isso, se você não tem amigos, família ou parceiro para praticar, não se envergonhe e fale sozinho. Isso melhorará a pronúncia e a construção correta das frases.

Por outro lado, se você pode contar com alguém para praticar, deixe de lado a vergonha e se esforce para melhorar a cada dia. Não seja duro consigo mesmo quando não puder ser tão fluente quanto gostaria.


Perseverança é a chave para aperfeiçoar uma habilidade. Lembre-se de que ninguém é especialista em determinado assunto e eles são necessários motivação e constância para atingir as metas estabelecidas.


5. Saia da zona de conforto

Qualquer aprendizado é mediado por ensinamentos que nos permitem corrigir erros e melhorar. Ao longo do caminho, no entanto, podem surgir situações embaraçosas, frustração ou mesmo medo.

Permita-se estar errado e aceite isso com calma você tem que avançar passo a passo para alcançar a meta. Isso significa que, apesar de serem grandes profissionais em determinadas áreas, talvez você precise começar lendo contos de fadas em inglês antes de entender uma obra literária inteira.


Coloque essas dicas psicológicas em prática para aprender inglês

Se você está procurando novas oportunidades de trabalho ou quer atingir um marco pessoal, aprender uma língua estrangeira como o inglês abre muitas portas e aproxima você de pessoas diferentes.

Diante disso, convidamos você a seguir as recomendações apresentadas neste artigo, a ser consistente e a manter uma atitude positiva para notar o esforço e o tempo gasto estudando.

Bibliografia

  • Dehaene-Lambertz G. (2017). O cérebro infantil humano: uma arquitetura neural capaz de aprender a linguagem. Psychon Bull Rev. 2017 fev;24(1):48-55. doi: 10.3758/s13423-016-1156-9. PMID: 28120318; PMCID: PMC5433546. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28120318/

  • Li H, Qu J, Chen C, Chen Y, Xue G, Zhang L, Lu C, Mei L. (2019). A aprendizagem lexical em uma nova língua leva à semelhança de padrões neurais com a leitura de palavras na língua nativa. Hum Mapp Cerebral. 2019 janeiro;40(1):98-109. doi: 10.1002/hbm.24357. Epub 2018 de agosto de 23. PMID: 30136328; PMCID: PMC6865609. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30136328/


  • Steber S, Rossi S. (2021). O desafio de aprender uma nova língua na idade adulta: evidências de uma abordagem neurocientífica multimetodológica. PLoS Um. 2021 de fevereiro de 19;16(2): e0246421. doi: 10.1371/journal.pone.0246421. PMID: 33606715; PMCID: PMC7894913. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33606715/

Adicione um comentário do 5 dicas psicológicas para aprender inglês
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load